“O Rueda soube avaliar de maneira franca e objetiva o ano de 2017 do Flamengo”, diz Perrotta

Coletiva de Rueda, Carta da Oposição, Entrevista do Muralha e Vinicius Jr fora do Mundial. Esses foram os temas do programa de hoje.

O Resenha, que agora é todos os dias às 21 horas, ao vivo, debateu com os comentaristas Simon Ledo (@LedoSimon), Ricardo Perrota (@ricardoperrotta) e Arthur Costa (@ArthurCostaBH), sobre a coletiva do técnico Reinaldo Rueda. Para o comentarista Ricardo Perrotta, Rueda soube avaliar de maneira franca e objetiva o ano de 2017 da equipe do Flamengo.

A gente tinha dado uma notícia no Redação Rubro-Negra pela tarde, que era o papel do Rueda pós essa derrota. Que ele iria ser mais intensificado, que ele tem que trabalhar muito mais. A gente assistiu a coletiva e foi uma bela coletiva. Primeiro ponto que eu queria destacar é a forma com que o Rueda lidou com a situação toda na coletiva. Ele foi muito apertado pelo Eric Faria e outros repórteres que estavam lá e soube de maneira franca, e objetiva tratar do assunto ano de 2017 do Flamengo. Os resultados que não vieram, principalmente a Copa do Brasil e principalmente os resultados que o Rueda a partir do momento que foi contratado pelo Flamengo está envolvido. O Rueda foi categórico ao dizer que o Flamengo e deixou isso muito claro… O que estou querendo dizer com isso? Que temos um problema de ruído de comunicação da diretoria, principalmente o Eduardo Bandeira de Mello e com o Rueda. Se o Rueda fosse o presidente, estaria tudo bem, com relação ao discurso que é feito.


Veja mais:


Veja o Resenha sobre “Coletiva de Rueda, Carta da Oposição, Entrevista do Muralha e Vinicius Jr fora do Mundial” na íntegra e deixe a sua opinião:

95 Comentários
Carregando comentários...