Flamengo pode pagar valor abaixo do avaliado por terreno em leilão

O Flamengo anunciou na última quarta-feira (06) que tem um acordo de opção de compra de um terreno para a construção do seu estádio próprio na Avenida Brasil, na altura de Manguinhos.

Segundo reportagem do GloboEsporte.com, o terreno foi colocado a leilão no dia 31 de maio deste ano, com preço avaliado em R$ 157 milhões, mas sem interessados.

A área pertence ao Grupo Peixoto de Castro, companhia fundada em 1929 e que pediu recuperação judicial em 2013 para vender bens e pagar credores.

Em live no Blog Ser Flamengo, Tulio Rodrigues informou que o Flamengo, caso opte pela compra do terreno, pode pagar um valor bem abaixo dos R$ 157 milhões avaliados.

Foi levantado primeiro pelo perfil do Notavel, no Twitter e depois em reportagem do Globo Esporte que o terreno pertence ao Grupo Peixoto de Castro que está em grave crise financeira e pediu recuperação judicial. O Leilão ocorreu há alguns meses, em maio, mas não foi arrematado. O valor avaliado foi de R$ 157 milhões. Essa questão judicial foi analisada pelo Flamengo e não vai ter problemas. O valor do terreno é abaixo desses R$ 157 milhões.

Tulio Rodrigues ainda disse que há no contrato uma cláusula de confidencialidade e por isso o clube não pode divulgar os valores de um futuro negócio.

O Flamengo não pode divulgar o valor por causa da cláusula de confidencialidade, mas o valor é menos do que R$ 157 milhões como foi avaliado nesse leilão. Se o Flamengo for comprar esse terreno, ele vai ser mais barato do que ele foi avaliado.

Veja o vídeo

https://youtu.be/ACQM-k_PpXE?t=23m51s

Veja mais:

 

54 Comentários
Carregando comentários...