Home Colunas A Copa do Brasil e o começo de uma nova era

A Copa do Brasil e o começo de uma nova era

243
2
SHARE

O Flamengo nesta quinta-feira (07) enfrentará o Cruzeiro em busca do título da Copa do Brasil, a sede do clube pode ser agraciada em breve com mais uma taça, situação esta que é normal para uma instituição com tantas glórias. Parece algo comum e simples para este gigante do futebol brasileiro, mas, a verdade é que este titulo representa muito! Pode ser o começo da materialização de um projeto hegemônico.

A nação rubro-negra passou por momentos vexatórios nos últimos 25 anos, vendo o clube chegar ao fundo do poço. O gerenciamento era amador, faltava estrutura física, a dívida era gigantesca, o Fla não pagava impostos, não cumpria suas obrigações trabalhistas e, portanto, sofria inúmeras ações na justiça do trabalho, era o clube dos escândalos. Recordo-me da frase do caricato Vampeta “O Flamengo finge que me paga e eu finjo que jogo”.

A chegada de Eduardo Bandeira de Mello e o grupo de empresários que hoje fazem parte da administração do clube devolveu ao Mengão o protagonismo no cenário nacional. A divida do clube esta equalizada, jogador recebe em dia, não falta estrutura e condição de trabalho aos atletas. Os noticiários atualmente dão conta de time cheio de estrelas e formador de bons atletas a saber: Jorge, Vinícius Júnior, Samir, Vizeu, Paquetá, dentre outros.

O cenário atual é animador, mas, faltam títulos! A ratificação do excelente trabalho fora das quatro linhas, precisa da afirmação do time com a conquista de campeonatos. O rubro-negro carioca chegou no momento destacado pelo visionário, ex-presidente do Atlético-Mg e atual prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil “Se arrumar o Flamengo, acabou o futebol brasileiro” o ex-cartola afirmou que o Mengão mandaria no futebol nacional se fosse bem gerido, algo que se aproxima a passos largos. Espero ansioso pelo sucesso na Copa do Brasil com o sentimento de que é apenas o começo de uma nova era.

Maurício Dias

 

Comentarios

comentário

  • Almir Ribeiro

    Acho que no futebol ainda pecam um pouco, mas é inegável o sucesso da gestão BM. Títulos podemos ter dois ainda: CDB e Sul Americana. CT de primeiro mundo, salários em dia, credibilidade, time forte, um cenário perfeito para grandes glórias. Agora dentro de campo tudo é muito incerto. Time por time o Fla é melhor que o Cruzeiro a meu ver, mas é jogo duro e será decidido nos detalhes. Acho que o maior problema está no gol…tem que por o Thiago, se vir de Muralha…vai ser muito tenso. Eu sou mais Flamengo. Em decisões meu o Fla cresce muito.

  • Assim seja Maurício.
    Vamo que vamo!