Home Colunas Sobre um senhor do tempo

Sobre um senhor do tempo

1447
20
SHARE

Acho um tremenda falta de respeito ao futebol que algumas posições ganhem referências anacrônicas, não artísticas ou sem talento. Ao longo do tempo, mesmo com ótimas referências em nossa história, deixamos com que uma mentira fosse repetida durante muitas vezes, quase se tornando uma verdade.

O zagueiro paga pela repetição da ignorância e muitos acreditam que, para que o mesmo seja respeitado, basta que ele seja voluntarioso, moralizador, violento (ou viril, como absurdamente falam) e goste de fazer barulho e cara feia.

Juan é um dos últimos exemplares de uma classe que se aproxima da extinção a cada dia que passa. É possível que não tenhamos tão cedo alguém tão elegante e capaz em nossas linhas defensivas.

Grandes zagueiros não precisam de um calção sujo ao final de cada jogo. A antecipação tem mais valor que o carrinho, coisa de quem entende do tempo e de bola, tratando a redonda com o carinho que ela merece, mas compreendendo que a rebatida é recurso a ser utilizado apenas quando necessário.

Como disse meu amigo Marcão Beton, é uma pena acreditar que Deus possa ter envelhecido o Juan. Que em 300 oportunidades defendeu nossas cores e nossas redes.

De trato discreto e jogo sério, lembro dele ainda menino – e eu mais menino ainda – aprendendo com outro extra classe da primeira linha. Juan, que já tinha classe e técnica, bebeu na fonte da categoria e aprendeu MUITO com Gamarra. Fez seu nome em vermelho e preto e ganhou o mundo como zagueiro respeitado e de referência.

Ainda que alguns prefiram o rancor por sua volta ao Brasil sem nossas cores, eu entendo. O momento não era bom e o Flamengo… bem, vocês lembram bem como era o Flamengo.

Eu peço a Zico e aos Deuses de nosso futebol que deixem com que Juan encerre seu ciclo como está hoje. Conduzindo nosso time à nossa Gênese, a Glória. Que Juan ensine aos nossos jovens valores mais sobre a sabedoria do tempo de um grande zagueiro, mesmo que a injustiça do tempo consuma seu vigor a cada dia.

Que no dia 27 de setembro de 2017 possamos ver aquele menino da Gávea sendo o senhor que ergue a Copa do Brasil. Juan já é imortal em vermelho e preto, mas merece mais… e nós também!

Thigu Soares
Twitter: @thigusoares

Comentarios

comentário

  • Felipe

    Esse cara joga muito, faz parte da nossa história, um dos melhores zagueiros técnicos que já tivemos ao lado do Aldair, Mozer e Gamarra. Que o Flamengo possa ter um plano de carreira para o mesmo treinar essa nova geração de zagueiros que temos. Jogador exemplar, nunca teve nenhum envolvimento em polêmica fora e dentro de campo.

    • Caio Sá

      Perfeito. Juan, além de excepcional zagueiro, é um homem de bem.

  • Rafael

    Sou de 81. A melhor zaga que vi ao vivo até hoje foi Juan e Gamarra. Os caras eram
    de uma tranquilidade,eficiência e categoria absurda. Dava gosto de ver.

  • Alex Rodrigues

    Também foi minha dupla de zaga favorita e inesquecível no Mengão, Juan e Gamarra, depois vêm Angelim e Fábio Luciano (acho que esse é o nome dele). Nasci em 86

  • mtakh

    Esqueceu que Juan é ainda disciplinado, dentro e fora do campo, um exemplo. Flamengo de tantos excelentes zagueiro feitos na Gávea: Mozer, Aldair,Júnior Bahiano e Juan. Hoje fazemos Wellington, Frauches, Rodrigo Arroz…

  • Ltom Macêdo

    Muito bom texto. Melhor ainda o Juan.

  • Valmir

    Um put@ zagueiro, seria épico terminar sua carreira levantando um caneco nacional ( Copa do Brasil) e um internacional ( Sul Americana).
    SRN

    • Evandro Caldeira

      Acredito eu que com o Rueda é possível, mas terminar carreira onde vc começou e bem, é algo inexplicável no futebol, podem aguardar a forte emoção do Juan.

  • Caio Sá

    O veizim é muito craque. O Mengo acolheu, Gamarra e Fábio Luciano, e criou grandes zagueiros, Aldair e Mozer, entre tantos, que honraram nossa história. Mas o texto é justo e tá certíssimo. Sou fã de Juan. Merece sim erguer taças importantes.

  • Evandro Caldeira

    Boa Tigu,
    Juan é exemplo de jogador, profissional e pessoa! Experiente e consciente de tudo que faz e vive, Juan amadureceu rápido, seu estilo no geral é único, não sei se terá o mesmo sucesso se optar por algo ligado ao futebol, tem um comportamento sereno, é uma pessoa justa, coisas que o futebol atual fora das 4 linhas é movida a interesses financeiro, talvez não o vejamos em algo ligado ao futebol.

  • Francis Souza

    Juan, Pet e o Adriano formam o Top 3 dos jogadores que mas me deram alegria

    Seria fantástico que ele fosse premiado com as duas Copas. Alias obrigado Rueda por encaixar um esquema em que esse monstro possa desfilar toda sua imensa categoria

  • joão dias

    Ainda fico com o rancor. Flamengo é Flamengo. Ainda sou saudosista. Onde o Flamengo deve ser a primeira opção para um dito apaixonado pelo clube e pela sua nação. Preferiu o inter, poucos lembram. Voltou quando o seu clube de preferência não o quis mais. Já era o 3 reserva. Está ajudando o time? Sim. Mas ficou uma mácula na carreira em relação ao Flamengo. Mercenário e ótimo jogador. Pra mim, não importa. Mas rasgar elogios? Não, não.

    • Jack Magalhães

      Eu realmente concordo. O mesmo vale para Elias, agora quer voltar? Não preferiu os gambas? Então que pra lá ele vá!

    • Marlus Soares

      Ser jogador de futebol é a profissão do Juan. Você deve trabalhar também e você não é mercenário quando reclama/pondera as más condições de trabalho ou salários baixos que seu empregador lhe oferece. Se porventura você reclamar ou não seguir na empresa e for para outra que pague mais ou tenha melhores condições de trabalho, podemos chamar você de mercenário, correto?

      • concordo
        resposta mais que à altura
        Juan e + 10, e também ele deve ser capitão, pois esse Rever vive mais de nome do que de futebol

      • joão dias

        Você colocou uma situação diferente, mas vamos lá. Suponhamos que uma empresa me tire da miséria, me forme como cidadão, pague-me cursos e curso superior para melhorar meu currículo. Depois disso vou trilhar meu caminho em uma empresa multinacional. Depois de 10 anos, sou demitido dessa multinacional. A empresa que me formou me oferece um emprego, a empresa que espalho para Deus e o mundo que amo, que devo muito. Mas mesmo assim, mesmo com meu pé de meia cheio, escolho uma outra aqui no Brasil. Se passam 2 anos e sou demitido. E agora, com o rabo entre as pernas, procuro a minha primeira empresa e peço um emprego. Depois que a reneguei a e fui demitido. Agora sim volto!!!! TE AMO!!!! SIM, MARLOS. EIS AQUI UM MERCENÁRIO. SRN.

        • Marlus Soares

          Cara a relação é profissional, não tem a ver com sentimentos, você está misturando as coisas. Gratidão é uma coisa, profissionalismo é outra. O Juan é grato ao Flamengo e é flamenguista, mas o cara é profissional, ele é empregado do clube. Ser profissional é você respeitar o local onde está, mas saber o que convém e o que não convém. Ser grato é você não falar mal do lugar, mas saber seus direitos. Analisando seu argumento, ninguém trabalha de graça, para de hipocrisia. Se pintar uma oportunidade melhor para você, você irá. Por ingratidão, não. Porque é negócio, porque o valor que foi agregado a você pelos cursos te dão a possibilidade de ganhar mais, porque agora você sabe que por todo o investimento feito em você, seu valor é outro. Suas metas de vida mudarão, sua visão mudará, seus conceitos de trabalho mudarão e você vai pensar na empresa, mas também em você/família e se pintar oportunidade de trocar experiências, respirar novos ares, aumentar seu cabedal de conhecimento, você irá, hipócrita. Então, deixa o Juan em paz, porque ele fez o certo e voltou para o clube do coração e está sendo muito profissional, jogando o fino da bola, não reclamou nenhuma vez sequer de ficar na reserva para o Vaz ou exigiu ser o capitão por ser o jogador mais identificado com o clube. Isso é profissionalismo. O flamengo deveu ao Júnior e ao Zico, eles entraram na justiça para requerer o que o clube devia, foi falta de amor ao flamengo?

          • joão dias

            Zico e Junior não preferiram jogar em outro clube no Brasil. Sempre foram flamengo. Ou jogaram? Teu vendido Juan é mais um mercenário. Foi dispensado do inter, terceiro reserva e voltou pedindo arrego. Agora quer né? Flamenguista ele não é. Preteriu o Flamengo. Isso é FATO!!!

          • Marlus Soares

            Tem razão!

  • Thigu Soares

    excelente texto amigo
    nesse elenco de hoje Juan é o jogador que mais merece esse elogio