Sobre o resgate de nós mesmos

Observo com certa desconfiança a postura que nossa torcida tem adotado para o confronto contra a o Botafogo.

Entendo, antes que vocês comecem a empilhar justificativas baseadas em uma lógica mambembe, que o momento não seja dos melhores, mas isso é apenas um detalhe.

Tratar o momento como um detalhe, sempre foi característica nossa. Recomendo um exercício recente: a Copa do Brasil de 2013.

Abandonados covardemente pelo nosso técnico e encarando os primeiros colocados do Brasileirão. Nossa sequência parecia desanimadora e fadada ao insucesso. Vocês conhecem bem o final da história.

Não preciso explicar a cada um de vocês a nossa força. Acho que até mesmo recordá-los de nossa história parece inútil, gostaria apenas que cada um de vocês entendessem que nosso orgulho começa e reside em nós mesmos.

Peço a vocês o resgate do orgulho, da crença e também de um comportamento compatível com aqueles que torcem pelo Flamengo. Comportem-se como Flamengo!

Assim como nesse ano, em 2013, a lógica apontava o Botafogo como favorito. O resultado, todos nós sabemos. Acontece que quando não temos mais muita saída e quando os jogadores não rendem o esperado, a camisa se faz presente e a torcida entra em campo. Foi assim em 2013 e em tantos outros momentos de nossa história.

Que me perdoem aqueles que em momentos como esses, se apegam apenas ao que parece palpável. São inúmeros os fatores que nos tornam candidatos naturais à final.

Ao contrário daqueles que se escoram no momento para suas análises, vou um pouco além. Enfrentaremos um rival regional e tradicionalmente freguês. Apesar do ano mágico vivido há meses e de toda organização e raça mostrada em campo, simplesmente não nos venceu esse ano.

Pelo contrário, na maior parte dos jogos, principalmente aqueles que terminaram empatados, o time da camisa zebrada se contentou e alegrou com empates.

Também é importante lembrar que essa atmosfera de rivalidade, alimentada por um presidente fanfarrão e fã do Eurico, bem como esse suposto favoritismo, colocam o Botafogo em situação inédita no ano e incomum ao longo de sua história.

O peso do favoritismo recai bem sobre costas largas e camisas pesadas, assim como tradição e histórico na competição também contam. Cabe recordar que nosso pequeno rival, é o único clube do Rio de Janeiro a não possuir uma Copa do Brasil em sua desértica sala de troféus.

Portanto, meu nobres irmãos Rubro-Negros, comportem-se como o gigante que somos! Nós somos o Flamengo e amanhã travaremos uma primeira batalha de uma guerra que terá, mais uma vez, nosso nome na história dos vencedores.

Sendo Flamengo, eu vos garanto que o primeiro passo para que aqueles que vestem nossa camisa em campo também o sejam, estará dado.

Sejamos Flamengo!
SRN!

Thigu Soares
Twitter: @thigusoares

  • Will

    Muito bom!!

    • Thigu Soares

      Valeu!

  • Diego Oliveira

    Quando não nos restar mais esperança, lá estará nossa torcida apaixonada gritando a todos pulmões empurrando o time para mais uma vitória épica. É isso que mais faz ser Flamengo, contra tudo e contra todos…VAMOS FLAMENGO, VAMOS SER CAMPEÕES VAMOS FLAMENGO, MINHA MAIOR PAIXÃO….E ESSA TAÇA VAMOS CONQUISTAR!!!

    • Thigu Soares

      Esse é o espírito! Espalhe essa msg! TMJ!

      • Diego Oliveira

        tmj…SRN

  • Leirbag

    Lembrando q em 92 o time de Gen Severiano também era apontado como favorito…

    • Thigu Soares

      Bela lembrança