Os Intocáveis!!!

Salve, Salve, Nação Mais Linda do Mundo!

Após várias colunas falando do mesmo assunto, continuarei a bater na mesma tecla até que a coisa se resolva! Ou então continuarei tentando resolvê-la, mandando os mesmos recados às mesmas pessoas e sendo julgado como falso rubro-negro por quem quer que seja! Já não me importo de ser rotulado, pois estão conseguindo tirar o meu prazer (e da imensa Nação Rubro-Negra) de torcer em dia de jogo do Mengão! E eu quero ver o nosso Flamengo sendo o mais competitivo sempre!

Semana passada nosso presidente, o Sr. EBM protagonizou mais um episódio ridículo, com declarações imbecis (já bastante costumeiras) acerca de seus protegidos. Seriam eles – os perebas – insubstituíveis? Tais quais os gângsteres que assolavam os EUA, capitaneados por Al Capone nas décadas de 20 e 30 do século passado, eles continuam a disseminar o declínio técnico da equipe do Flamengo através do vilipêndio esportivo à instituição! Precisamos (urgentemente) de um Eliott Ness e de seus Intocáveis para resolver esse caso!

A falta de capacidade técnica e até mesmo a extrema falta de competência para gerir o futebol do Mengão saltam aos olhos. Estamos sendo alijados (novamente) do regozijo das conquistas por mentes ineptas que instauraram a mediocridade no âmbito futebolístico flamengo. É o ditado das laranjas podres: coloque-as entre as boas e perca todas.

Já passou da hora de separarmos o joio do trigo, de aniquilarmos quaisquer chances de termos peças tecnicamente incompatíveis à qualidade desse elenco. Além disso, devemos ter um VP de futebol à altura de nossas aspirações e um técnico com perfil vencedor, isso se quisermos começar a ganhar alguns títulos mais adiante.

Nosso querido presidente é um mago na gestão do clube, sabe delegar os cargos de VP’s a mentes que apresentam comprovada experiência e competência compatíveis às pastas, além de ter povoado o Flamengo com pessoas probas e comprometidas com a austeridade financeira adotada desde o início de seu primeiro mandato, nos idos de 2013. Mas todos (digo, TODOS) têm defeitos, e estou observando que a vaidade está querendo contaminar nosso outrora tácito Bandeira de Mello!

O glamour dos holofotes é implacável! Ele deturpa a capacidade de discernimento dos melhores homens. A mosca azul da fama faz estragos! Como diz o ditado: “Quer conhecer um homem? Dê-lhe o poder!” é simples assim. Essa bola já foi levantada anteriormente pelos seus opositores (a maioria através de bravatas infundadas, diga-se a verdade) e está cada vez mais claro por meio das ações praticadas e pela falácia (Aristóteles a descrevia como qualquer enunciado ou raciocínio falso que simule a veracidade de um fato) habitualmente apresentada. E não estou fazendo nenhuma ilação com essa afirmação, apenas concluo o que os fatos me apontam.

Os jogadores também têm parcela inexorável de culpa no momento tosco vivido por nosso time de futebol. Falta-lhes serem mentalmente mais fortes, psicologicamente mais estáveis, e parar de apresentarem abalos emocionais fazendo-os jogarem por terra o trabalho de um jogo todo num pequeno momento de desatenção. É assim que se perde jogos, classificações e, principalmente, títulos! Ainda cabe a reflexão pela inconsistência e despreparo nos arremates a gol. Nosso aproveitamento é sofrível! O DNA perdedor está fincando raízes na Gávea!

Some-se a isso nosso iniciante e inexperiente treinador. Seu futuro é brilhante, acredito piamente nisso. Mas atualmente Zé Ricardo mostra que não tem competência técnica nem emocional para dirigir um clube da grandeza do Mais Querido. Falta-lhe casca, vivência, maturidade, sabedoria e inteligência. Querem permanecer com ele? Então poupem-no, tirando-o do cargo. Que ele possa colocar a cabeça no lugar e ter um tempo para apenas estudar táticas de jogo e fazer um curso de teoria esportiva na Europa. Deem-lhe um ano sabático para que possa retornar como auxiliar permanente futuramente.

Atualmente seu apego a jogadores tecnicamente inferiores é visível aos olhos até de uma criança que acompanha futebol. Sua pseudo-meritocracia joga por terra tudo o que apregoa em seus discursos. A panelinha formada com seus protegidos (e do EBM) faz com que não acreditemos em nenhuma evolução da equipe como um todo. E suas coletivas apontam em direção a seu parco poder gestor ante a inépcia tática e incapacidade desportiva do time. Há tempos não apresentamos a solidez desejada!

No momento, precisamos de um técnico de verdade (Reinaldo Rueda, “El Loco” Bielsa e Marcelo Galhardo são excelentes nomes), que saiba variar as formas de atuação da equipe e, principalmente, fazer um time sólido taticamente, criando um esquema a partir dos melhores jogadores tecnicamente disponíveis. Esse é o único caminho para começarmos a ter esperanças de uma reviravolta no futebol do Mengão. Não podemos perder mais tempo, senão o ano mágico não acontecerá tão cedo. Ter paciência é uma virtude, mas aturar incompetência sem brado contrário é extremamente nocivo à qualquer evolução! Vai pra cima deles Mengo!!!

O Flamengo Simplesmente é!
Saudações Rubro Negras a todos!

Fabio Monken

Sugestões? Críticas? Elogios?
Deixe seu comentário e faça-o com educação e respeito.
O Debate SEMPRE é salutar, mas a ignorância e a falta de educação são os combustíveis dos fracassados!
Siga-me no Twitter! O microblog é perfeito para a troca de ideias.

64 Comentários
Carregando comentários...