Com gol de Diego, Flamengo bate o Botafogo e garante vaga na final da Copa do Brasil

Como já era esperado, o duelo entre Flamengo e Botafogo começou muito fechado, com as duas equipes tentando impor seus respectivos estilos de jogo. O Bota se fechando para tentativas de contra-ataque, enquanto o Mengão valorizava a posse de bola e conseguia jogadas trabalhadas no ataque.

A melhor chance de gol da primeira etapa saiu dos pés do atacante Paolo Guerrero. O camisa 9 dominou a bola na entrada da área, girou para cima da marcação e finalizou no canto, mas Gatito Fernandez foi muito bem e espalmou para fora.

A arbitragem, inicialmente, se mostrou permissiva, mas também aparentou insegurança em alguns momentos, quando Guerrero recebeu cartão amarelo sem muitas justificativas.

Nos acréscimos, Diego teve outra grande chance, após Berrío e Rodinei fazerem boa tabela e o lateral cruzar rasteito. O camisa 35 se preparou para encher o pé, mas acabou furando e a bola foi rebatida pela defesa alvinegra.

Após dois minutos de tempo adicional, a primeira etapa foi encerrada com superioridade do Flamengo, que criou mais chances e conseguiu impor seu estilo de jogo.

Os times voltaram para o 2° tempo sem alterações.

A etapa complementar começou muito truncada, com várias faltas no meio campo e dificuldade para criar chances de gol. Em uma das tentativas do Mengão, Guerrero mandou um voleio e a bola bateu na mão de Marcelo, defensor do Botafogo. O lance seria pênalti, mas o juiz não viu infração.

Com poucos espaços, o Fla precisava de um diferencial para sair na frente do placar, e isso aconteceu em belo lance de Berrío. O colombiano acreditou em um lance que parecia perdido e deu uma meia-lua de letra em Victor Luís e passou para Diego. O maestro do time não perdoou e, mesmo com a frente congestionada, finalizou bem e colocou o Mengão na frente aos 25 minutos de jogo.

Com o gol rubro-negro, o adversário passou a se lançar mais ao ataque, tentando marcar o gol que daria a classificação à equipe.

Rafael Vaz entrou no lugar de Réver, que sentiu dores físicas, e Berrío, logo após o lance do gol, deu lugar a Vinicius Júnior.

O duelo seguiu truncado, com os times apresentando muita disposição física e raça, brigando intensamente por espaços, com muitas faltas cometidas por ambas as equipes.

O árbitro assinalou 4 minutos de acréscimos e, inteligentemente, o Flamengo passou a valorizar a posse de bola no ataque para gastar o tempo, a tática deu certo e, com o placar de 1×0, o Mengão superou o Botafogo e se garantiu na final da Copa do Brasil.

 

45 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular