Sempre as mesmas desculpas… mas desculpas nem sempre são sinceras… quase nunca são!

Salve, Salve, Nação Mais Linda do Mundo!

O campeonato vai se encaminhando para o final do primeiro turno mas as coisas (boas e ruins) não mudam no Flamengo. As boas: contratações; as ruins: time mal escalado, perebas em campo e as coletivas de Zé Ricardo (onde se enaltece empate, ao invés de lamentá-lo).

Vamos falar das boas primeiro? A diretoria está acertando em cheio nas contratações com Éverton Ribeiro, Geuvânio, Rhodohfo e Diego Alves. Que elenco formado! Qual técnico não gostaria de ter essas peças à disposição para ganhar tudo e mais um pouco?

Pois é mas há técnicos que parecem não gostar disso. Cito um exemplo dentro do próprio Flamengo: sim, ele: o contestadíssimo José Ricardo Mannarino. O que acontece com ele? Será que precisa de óculos para miopia?

Os queridinhos de nosso treinador são “imexíveis” (salve Rogério Magri!), não saem! Têm imunidade “escalamentar”!? Parece até a política brasileira onde e locupletam-se do erário a bel prazer e continua tudo lindo. Já venho criticando taticamente a equipe há bastante tempo, inclusive e, principalmente, nas vitórias (e as credito às individualidades – quando elas não brilham, o time geralmente vai mal), pois assim sepulto o oportunismo de uma vez por todas.

Para ler as colunas em que critico apesar das vitórias, clique aqui, depois aqui, também aqui, ainda aqui, e tem mais aqui numa coluna de abril. Chega né? Entenderam a diferença entre opinião e oportunismo?

Não é possível que os mesmos jogadores de sempre continuem errando reiteradamente, colocando em risco os resultados, muitas vezes os comprometendo e continuem sendo escalados sem que os demais jogadores da posição tenham uma mera oportunidade. Ontem, por exemplo, porque o Juan não voltou ao time? Era mesmo necessária a escalação do Vaz?

E o que dizer de Ronaldo e Rômulo? Será que são tão horríveis para amargarem o banco de reservas e ver o Sr. Márcio Araújo desfilando o show de horrores de sempre? Ele nem deveria integrar esse elenco, quanto mais ser titular (mas para o ZR é ele e mais 10)!!! E olha que hoje ele não comprometeu…

Empatamos, ok. Resultado passível de acontecer, ok. Ainda mais jogando na casa do adversário, ok. Mas devemos analisar que: o Cruzeiro jogou fechadinho e esperando para contra-atacar o Flamengo. Sabem porque?! Porque o elenco do Flamengo é poderosíssimo.

Nosso elenco mete medo até em adversário grande e jogando em seus domínios. Além disso, todos os treinadores sabem que o Flamengo gosta de jogar com a bola nos pés, mas é totalmente inócuo para desarmar defesas minimamente postadas. Somos o famoso arame liso: cercamos, mas não machucamos ninguém!

Sabem o porquê disso? Sobra técnica (individualidades) e falta tática (como falta)! E como isso incomoda nossa torcida! Variações de jogo não são observadas, jogadas ensaiadas não existem e o pragmatismo do Zébol (variável tática do ultrapassado Cucabol e do jurássico Muricibol) continua sendo praticada aos borbotões, mesmo mostrando-se inepta há tempos!

Vou lhes propor uma reflexão: deixem o coração de lado e analisem taticamente as partidas! Analisem o time como um todo. Vejam como nos comportamos durante o decorrer dos jogos e tirem as suas próprias conclusões. Se fosse em outro time qualquer que não fosse o nosso querido e amado Mengão, vocês não achariam estranho um elenco desse render tão abaixo do esperado?

O motivo disso todos sabemos, e alguns fingem não saber: temos um técnico promissor (é verdade) porém ainda em formação. E ele é incapaz de fazer esse time render o que pode. Não tem casca, não tem embasamento teórico e não tem rodagem profissional para nos fazer jogar 50% de nossa capacidade.

Fazendo uma analogia gastronômica, seria como você ter um restaurante classe A, com equipamentos de ponto na cozinha, dispor de ingredientes finos como foie gras, trufas, vieiras e confiar a montagem do cardápio a um chapeiro (nada contra os chapeiros – adoro sandubas!!! – mas cada um de acordo com a sua realidade)!

E suas entrevistas? Ontem ele foi arguido sobre a dificuldade de criação do Flamengo e divergiu dobre essa dificuldade, dizendo que o time tem uma maneira própria de jogar. Realmente tem uma maneira, e só essa maneira. Para muitos essa ainda é a maneira errada de se jogar, e os resultados comprovam que ela é! Mas as desculpas continuam. E continuarão ad eternum! Ou enquanto ZR estiver no comando! Sempre as mesmas desculpas…

Para confrontá-lo quanto a ele achar que o Flamengo é bom criador eu lhes pergunto: como um time, mesmo jogando na casa do adversário, tem 60% de posse de bola, o dobro de passes certos (507 a 253) e apenas uma finalização certa na meta do adversário? Isso mesmo: UMA! Podemos considerá-lo como um time que cria muito? Faça-me o favor, Zé Ricardo!!! …e desculpas nem sempre são sinceras, quase nunca são!!!

Bom, dito isso, aguardemos. E oremos! Entrevistas pragmáticas, pragmatismo nas escalações, nas atuações e uma Diretoria leniente na cobrança por resultados (apesar da excelência financeira e da palavra cumprida pelo investimento monstruoso no reforço do elenco). Vamos ver se mudamos de técnico para o ano que vem, pois esse ano o time foi um fiasco tático pelo que se esperava que ele entregasse.

É certo que ainda podemos sonhar com a Copa do Brasil e com a Copa Sul-Americana, mas o gosto amargo que o péssimo futebol apresentado pelo Flamengo de Zé Ricardo ficará por um bom tempo na boca da torcida rubro-negra. Um técnico que está colocando tudo a perder por escolhas duvidosas num elenco que oferece muito mais em matéria de reposição.

Mas vamos em frente! Apesar dessa análise, temos a obrigação moral de continuarmos apoiando. O Flamengo é maior que TUDO e TODOS! Mas isso não quer dizer que não devemos apontar os erros quando acharmos que eles se apresentam. Divergências de opinião não nos fazem mais ou menos torcedores. Apoio incondicional quando o Mengão entrar em campo e torci17da 100% a favor do Mais Querido do Brasil sempre! Vai pra cima deles Mengo!!!

O Flamengo simplesmente é!
Saudações Rubro-Negras a todos!!!

Fabio Monken

Gostou? Comente, participe!
Não gostou? Critique, deixe sua opinião!
Mas faça-o com respeito e educação.
Lembre-se: a intolerância e a má-educação são os combustíveis dos fracassados.

294 Comentários
Carregando comentários...