Página inicial Colunas Anderson Alves Um chamado para a guerra!

Um chamado para a guerra!

2730
7
COMPARTILHAR

Atacar o adversário em território inimigo jamais fora tarefa simples. Foi assim para o maior Império da terra, Roma, que desbravou as fronteiras da Pérsia e fora sumariamente rechaçado. Foi assim para Napoleão que invadiu a Rússia, esperando vida fácil, e sofreu um terrível revés.

Ali, no campo de batalha, soldados lutando contra soldados e o seu comandante, se possui um centro de inteligência capaz, pode organizar a tática que leva a vitória ou a derrota. Vida ou morte.

O esquadrão se encontra sem o seu grande municiador, que se recupera de uma ferida de combate. Por esta razão, todos devem carregar a própria munição, dialogar com seu companheiro para acertar o alvo.

O nosso sniper é Guerre(i)ro. Tem assumido papel fundamental nos combates até aqui. Está se desdobrando e liderando o pelotão. Vencemos e perdemos debaixo de sua liderança.

Ajuda muito pensar em casa. Em sua família, em seus vizinhos, a sua nação. Para defender o sorriso de nossas crianças, a satisfação de nossos idosos e a glória da nossa juventude. Temos que vencer.

Vocês não estão sozinhos. O nosso coração estará lá. Nossa canção estará lá. A nossa torcida estará lá. Jamais te abandonaremos. Onde estiverem, estaremos.​

Anderson Alves, O otimista.

Comente pelo Facebook

  • Nick Sousa

    Jogo mais importante dos últimos anos

  • Santana Bacana

    Foto duca!

  • Ruy

    Show de bola essa foto!!
    E é batalha mesmo, (apesar de termos uma certa vantagem na tabela). Boa a postagem.
    Esse jogo deve mostrar o que os jogadores (digo OS JOGADORES) pretendem nesse ano.

  • São os soldados da Nação.

  • Carlos Campos

    Leblon rebate Presidente e se diz a favor de Estádio do Flamengo.

    “”Evelyn Rosenzweig, Presidente da Associação de Moradores do Leblon””

    ALERTA LEBLON: A página Alerta Leblon informa que REPUDIA veementemente, comentários e declarações que estão sendo feitos por aí, principalmente na mídia, por pessoas que dizem representar o Leblon.

    Os comentários têm mostrado um preconceito com o perfil dos torcedores dessa, que é a maior torcida de um clube de futebol, no mundo (ou uma das).

    O teor do que tem sido falado por aí, nada tem a ver com a preocupação da nossa página quando fizemos a enquete, que era apenas saber a opinião do nosso morador.

    Se for para o bem do bairro, em termos gerais, principalmente na questão da revitalização daquela área, que está muito abandonada e violenta, o estádio será bem vindo SIM e os torcedores do Flamengo que venham para curtir, apoiar o time, se divertir, também serão MUITO bem vindos e estão desde já, convidados a usufruírem do nosso querido bairro. Venham, tragam suas famílias, seus amigos, pois o Leblon também será de vocês. Não somos um feudo.

    Att

    Pedro Fróes, administrador das páginas Alerta

    Aí está uma parte da situação…
    A tal da Evelin… que é a Presidente necessariamente NÃO representa a maioria da opinião dos moradores da região como cita a publicação “Alerta Leblon” a qual reproduzi acima.
    No fundo, uma meia dúzia de abonados e nababos do bairro estão querendo semear a discórdia e tocar fogo na Gávea…
    Saudações.

    • Wagner Alves

      Tanto é que a baranga presidente lá da associação já mudou o tom e agora diz que quer conversar com o Flamengo e o prefeito, como se tivessem que pedir autorização dela pra alguma coisa.

      • Carlos Campos

        Pois é Wagner…
        Já começou passando vergonha com a própria mídia do bairro.
        Quem é essa Evelyn na fila do pão ???
        Tá se achando !!!
        Saudações.