Página inicial Destaque Impacto na região e 2 ‘casas’: Colunistas comentam sobre possível estádio na...

Impacto na região e 2 ‘casas’: Colunistas comentam sobre possível estádio na Gávea

3680
8
COMPARTILHAR

Na última semana, o Prefeito do Rio e o Flamengo assinaram um protocolo de intenção da construção de um estádio acústico para 25 mil pessoas, na Gávea. O documento dá ao Flamengo o aval da Prefeitura para erguer seu estádio no local, mas ainda depende de outras licenças para o rubro-negro poder finalmente construir sua casa.

No Resenha de hoje, nossos colunistas comentaram a possibilidade da construção da nova casa do Flamengo no local e dos imbróglios que envolvem a possível construção (impacto na região, quanto vale o documento de intenção, etc).

Allan Garcia afirma que a carta de intenção assinada pela prefeitura e pelo Flamengo confirma a boa vontade do Prefeito na construção de uma casa pro Flamengo e que o clube tem condição de administrar 2 estádios, um de pequeno e um de grande porte:

– Eu não quero desmotivar vocês, mas essa carta de intenção não vale “quase” nada. Por que quase nada? Porque o que vale ali é a posição do Prefeito Crivella, que está totalmente favorável à construção. Isso sim é o mais importante e não essa carta. […] Eu gostaria muito, acho que seria um passo importantíssimo pro Flamengo. A gente tem a Ilha por 3 anos renováveis por mais 3. Pode ser que, construindo o estádio da Gávea, a gente fique apenas 3 anos na Ilha. E pra terminar: O Flamengo tem sim condição de fazer gestão de 2 estádios. Um de pequeno porte e um de grande porte – comenta Allan

Thigu Soares se fiz favorável ao projeto e questiona o porque dos moradores da região serem contra à construção:

– Sou bem favorável ao projeto, mas acho que do protocolo de intenção até a realidade demora muito tempo. Acho que a única coisa que a gente realmente ganha em relação a isso é que a chance que a gente tinha desse estádio acontecer com os Prefeitos anteriores era nenhuma. A partir de agora existe pelo menos a boa vontade da prefeitura. […] Também tenho certa dificuldade para entender qual tipo de transtorno esse estádio pode causar a região do Leblon, sendo que eu não via essa gritaria toda quando o shopping foi erguido, quando o outro shopping foi erguido. Então parte muito da questão de interesse – diz Thigu

E você? O que acha da Gávea ser de vez a casa do Flamengo? Comente e assista aos comentários completo no Resenha!

Comente pelo Facebook

  • Serginho Meira

    Seria muito bom se pudesse fazer uma casa que desse pra chegar ate as finais da libertadores. (Não sei qual o numero correto e mínimo para as finais da libertadores) mais seria bom ver a Gávea em ação !
    SRN

    • Rômulo Gonçalves

      Mínimo pra final de Libertadores é de 40.000 pessoas ou pode ser menor desde de que a seleção local tenha sediado um jogo de eliminatórias para a copa do mundo…

      • Serginho Meira

        Não lembrava 25.000 então não da sustentação ate a final fk ruim de apoiar !

  • FILIPE DA ROCHA MOTTA

    Presidente da associação do Leblon

    Por isso que até hj a arena McFla nao foi construída .
    https://uploads.disquscdn.com/images/71f27f8e66bde9d4152a7153d2837a33492ef2cc20b4b33699496ae560ce2596.jpg

  • Diogo Mattos

    Claro que ninguém quer morar ao lado de arruaça ou algum lugar barulhento. Principalmente se você pagou um dos m2 mais caros do Brasil. Mas convenhamos, não é para todo esse alarde…

    A associação de moradores não quer “defender” sua tranquilidade, mas sim sua parcialidade!

    Shopping Leblon tem mais de 1.130 vagas de estacionamento, 1 teatro, 4 salas de cinema, recebe mais de 750 mil visitantes por mês e ninguém ficou de chilique!

    O clube do Flamengo está a 11 min (900m) a pé da estação Antero de Quental ou a 10 min (800m) da praça Santos Dumont, na Gávea (VINDO DE ÔNIBUS DO METRO DE BOTAFOGO).

    Sem falar dos diversos onibus e possibilidades de estacionamento nas proximidades (Lagoa, Jóquei, Shopping Leblon e Shopping da Gávea).

  • Madruguinha

    Associação não manda em nada, nem na casa deles.

  • alexandre brocchi

    Quem é contrário é a arcoirizada moradora do Leblon que não suporta a ideia do Mengão ter o estádio mais maneiro do Brasil no coração da Zona Sul. SRN.

  • Tiago Teófilo

    Sou Flamenguista, quero muito que dê certo e acho que essa associação é mala demais menso. Mas não se pode comparar um shopping com um estádio. A questão, é que não se pode negar, é que em dia de jogo muitas pessoas circularão pelas ruas bairro e muitas não são ordeiras, urinam em todos os cantos e eventualmente há até brigas. Claro que é nesse sentido que estão pensando.