“Claro que a gente senta pra conversar”, diz Associação sobre o estádio da Gávea

Em entrevista ao Blog Ser Flamengo, a presidente da AmaLeblon (Associação de Moradores e Amigos do Leblon), Evelyn Rosenzweig, mesmo se mostrando muito crítica a construção do estádio acústico na Gávea, disse que estão abertos a conversar com o Flamengo e a prefeitura sobre o projeto.

A gente nunca topou não conversar com o Flamengo, só acho uma descortesia, eles terem feito todo um planejamento para um estádio para 24 mil pessoas e não ter convidado ninguém pra avisar. É a mesma coisa de você construir um muro e não avisar ao seu vizinho e não é a primeira vez que isso acontece, mas é claro que a gente senta pra conversar, sou uma pessoa muito conciliadora.

O embate promete ser longo e na mesma entrevista, a presidente da AmaLeblon não descarta ir à justiça para impedir a construção do estádio acústico na Gávea. Evelyn Rosenzweig disse ainda contar com o apoio de outras associações de bairros adjacentes como Jardim Botânico e Ipanema.

Veja a entrevista completa:

47 Comentários
Carregando comentários...