Página inicial Notícias Uol: “Clubes fazem lobby, mas CBF mantém veto a venda de mando...

Uol: “Clubes fazem lobby, mas CBF mantém veto a venda de mando de campo no BR”

409
7
COMPARTILHAR

A CBF não irá mudar as decisões tomadas no conselho técnico para o Campeonato Brasileiro desta temporada. Apesar do lobby de alguns clubes nos bastidores, a entidade respeitará a decisão do encontro realizado em fevereiro: venda de mando de campo está vetada para o torneio que começa em maio e uso de gramado sintético está proibido a partir do Brasileiro de 2018.

Votada no conselho, as decisões desagradaram especialmente Flamengo, Atlético-PR e Fluminense. Diante da situação adversa, as três diretorias começaram a se movimentar para reverter a questão.

No último dia 7, o diretor de competições da CBF, Manoel Flores, falou ao Blog do Rodrigo Mattos sobre o caso. “Temos ciência de um movimento de alguns clubes neste sentido”, revelou.

Tal movimento, porém, não surtiu efeito. Respaldada pelo Estatuto do Torcedor, a CBF não mexerá no regulamento do Brasileiro às vésperas do início do campeonato.

Estatuto do Torcedor
O próprio Manoel Flores explicou ao UOL Esporte a decisão. Segundo ele, não é possível reverter tal questão no regulamento a menos de 45 dias do início de uma competição.

Evitando um desgaste jurídico com clubes que não concordariam especialmente com a mudança sobre o veto a mando de campo, a Confederação decidiu tirar o assunto da “pauta” e manter as decisões do conselho técnico.

Com a decisão mantida, os clubes não poderão atuar fora dos seus estados – de olho em um maior faturamento –, como vinham fazendo nos últimos anos.

Em 2016, pressionada, a CBF proibiu a prática nas rodadas finais. Clubes de menor porte vendiam os mandos e acabavam atuando em centros que permitiam maior torcida a clubes como o Flamengo.

Fonte: Uol

Comente pelo Facebook

  • Watson Luiz pereira

    Isso tudo é medo flamemgo provou ser rentável a venda do mando de campo…E quanto a grama sintética é uma sacanagem…Todos teriam q ser sintéticos…Preferem pastos de boi igual arena Botafogo ano passado né…Faça me o favor…

  • Joel S. de Sousa

    CBF-Corrupção Brasileira de Futebol

  • Almir Ribeiro

    É uma patifaria só. Agora ela quer respeitar o estatuto, mas na época que foi criada a primeira liga respaldada na Lei Pelé, a mesma CBF foi contra e criou caso…é uma patifaria sem tamanho. CBF é uma entidade sem moral, que tem um presidente IMORAL, que nem pode sair do país que será preso…e é essa entidade que quer ditar regras e condutas no campo esportivo? Parei.
    *O fato é que os clubes aqui no Brasil não se importam com nada a não ser seus interesses. Os que tem seus Estádios e estão arrecadando, não estão nem ai, mas o Flamengo, Fluminense (sem estádio próprio), vão ser prejudicado. Atlético-PR é um caso menor a meu ver, pois é o único que usa grama sintética, para mim ou todos usam, ou nenhum, pois está tirando vantagem. Porque só em 2018? Porque não Já?
    *SE de fato for feita uma nova licitação para a gestão do Maracanã, as coisas podem mudar caso o Fla ganhe (as chances nesse caso seriam muito boas), mas vai demorar. Para a liberta e CDB vai poder, só diz ai sobre o Brasileiro. Esse veto é claro que é político e tem o dedo dos clubes rivais (o resto do Brasil.rsrss.) do CRF. Não duvido. ESTÃO COM MEDO DO GIGANTE. Fato.

    • Eduardo de Freitas

      Concordo, a CBF só respeita o estatuto quando lhe é conveniente, ano passado o santos jogou duas partidas num intervalo de menos de 48 horas e ela cagou e andou para o estatuto, porém esse mesmo santos se alia a federação paulista junto com seus coirmãos para votar em bloco a favor da CBF por que sabe que mais a frente vai ser recompensado, cambada de canalhas; então acredito que o Flamengo tem que liderar uma rebelião(de maneira inteligente e sutil, é claro) com os times fora de SP que só tomam no rabo da CBF, cedendo em alguns pontos, para obter sucessos futuros. SRN

  • Marty Mcfly

    Odeio a CBF corrupta fdp.

  • René de Jah

    Eu venho falando, o Futebol Brasileiro merece uma hegemonia do Flamengo. É muita falcatrua.

  • Ciro Pellegrini

    O lado bom é que o Flamengo será muito forte em sua nova casa na arena da Ilha.