Home Colunas Reservas ou banco de luxo?

Reservas ou banco de luxo?

1111
13
SHARE

Nos últimos anos, o Flamengo trabalhou bastante para equilibrar as contas e conseguir montar um elenco forte, após um longe período sabático.

Hoje considerado um dos melhores elencos do país, o mengão conta com o chamado “banco de luxo”, podendo fazer a troca do time titular inteiro, e mesmo assim, continuar tendo um time forte e experiente, como tem feito em alguns jogos, e ainda conseguindo utilizar os garotos da base, fazendo com que eles ganhem experiência e ritmo entre os profissionais.

Com esse banco que da inveja em muito time por ai, levanta-se muitos questionamentos de quem deveria estar com a vaga no time titular, que hoje forma-se basicamente por Muralha, Pará, Trauco, Réver, Rafael Vaz, Romulo, Willian Arão, Diego, Everton, Mancuello e Guerrero, mesmo tendo alguns nomes incontestáveis como Muralha e Diego, todos os outros possuem concorrentes que para alguns deveriam estar ocupando a vaga, e é esses mesmo que vamos analisar.

Goleiros: Após a saída de Paulo Victor, o Fla resolveu trazer de volta César, mas o garoto Thiago, campeão da copinha em 2016 se saiu muito bem nos testes dos jogos, ganhando mais experiência ele conseguirá substituir bem caso preciso.

Laterais: Rodinei e Renê são os laterais de luxo do mengão, o embaixador de Tatuí chegou a ser titular ano passado, mas após uma lesão, Pará surpreendeu fazendo um excelente campeonato e não perdeu mais a titularidade. Renê recém contratado, era titular no Sport e considerado um dos melhores na posição do país.

Zagueiros: Talvez esta é a principal discursão sobre quem deveria estar como titular, no banco temos Donatti, contratado com status de xerife e que para muitos deveria estar no lugar de Rafael Vaz, fazendo dupla com Réver, lembrando que Vaz foi contratado para compor elenco mas acabou sendo uma boa surpresa no Brasileiro do ano passado, porém já conta com uma enorme pressão, pois não tem tido jogos convincentes em 2017. Juan com sua experiência ainda pode servir em jogos com menor apelo, porém não ficará no time para o ano que vem.

Volantes: O Baidú Anti-virus, digo, nosso amado Márcio Araújo finalmente parou no banco, de certo que para algumas almas atordoadas é ele quem deveria estar no time titular, pois Romulo ainda não consegue passar 100% de confiança. Chegando a ser titular na era Muricy, também chamado para atuar por sua seleção, Cuéllar perdeu espaço para Marcinho e é banco desde então, a aclamação por sua titularidade acabou após a chegada de Romulo, mas o colombiano tem sido utilizado como reserva de Willian Arão.

Meias: Acho difícil existir algum ser no universo que discorde a titularidade de Diego, com isso entra em cena Paquetá, Matheus Sávio e Conca, como ainda não podemos contar com este último, Mancuello acaba sendo o substituto improvisado de Diego em primeira instância, enquanto os garotos da base são sempre utilizados em jogos menos apelativo, após o retorno de Conca e Ederson teremos a famosa dor de cabeça boa, vai ser difícil arrumar espaço para tanta gente boa, onde Conca provavelmente entrará no lugar de Mancuello, caindo pelas pontas.

Atacantes: Guerrero finalmente se tornou o nome incontestável para a titularidade, mesmo tendo como concorrente Damião, que não joga a mesma coisa do início de carreira, ainda assim seria titular em muito time da série A. Vizeu se tornou nome para concorrer diretamente com Damião e vêm dando grande retorno quando é solicitado, mas ainda lhe falta experiência perante os demais. Berrío é outro nome que a cada dia ganha força para virar titular, campeão da libertadores com o Atlético N. ano passado, tem se mostrado muito útil quando exigido, mesmo que lhe falte aquele equilíbrio entre força, velocidade e habilidade. Vale mencionar também outro garoto da base, o menino Cafú, que tem feito grandes partidas e se mostrado bem útil.

Não citei todos os nomes pois esses devem ser os titulares imediatos para as devidas posições, mesmo que outros nomes também acabem sendo utilizados como Gabriel, Cirino e Ronaldo. O desafio maior é fazer com que o time ganhe cada vez mais entrosamento e forma, o elenco é sem dúvida de dar inveja em muito titulares por ai, mas é necessário para o calendário competitivo que teremos a frente

Twitter… Siga-me os bons! 

Matheus Gonzaga. SRN!

Comentarios

comentário

  • Marty Mcfly

    Parei de ler em “nomes incontestáveis como Muralha”.

    • RODSON LUIS DOS SANTOS

      Incontestáveis, pq só temos ele como titular no gol. Não pelo que vem jogando.

      • Yan Balduino

        Você queria dois goleiros titulares? Ele falou comose o Muralha estivesse merecendo a titularidade absoluta, mas não está, tanto que alguns defendem mais oportunidades ao Thiago para disputar posição com ele ou, se não mostrar que dá conta do recado, contratar outro goleiro.

  • Yan Balduino

    “Não citei todos os nomes pois esses devem ser os titulares imediatos para as devidas posições, mesmo que outros nomes também acabem sendo utilizados como Gabriel, Cirino e Ronaldo.” Li, reli e li de novo, mas juro que não entendi essa frase muito menos o motivo do autor ter citado Gabriel, Cirino e RONALDO na mesma frase.

    • Domingos Eduardo Rios Sender

      Yan entendo sua posição a respeito do Ronaldo, mas ele não me parece essa cocada toda não. Sei que os que vieram da base ainda são inexperientes mas isso não lhes da o direito de errar em demasia(no time profissional), mesmo que as vezes façam boas jogadas. Eu não vejo, por exemplo, o Cafu, o VJ, o Viseu, o Lincon, o Mateus Sávio, o Tiago santos(que se machucou), o Paqueta perder tantas bolas bobas como ele principalmente na posição que ele ocupa. Seus erros proporcionaram vários contra-ataques perigosos. As vezes o garoto parece que vai ser um craque nas categorias inferiores mas qdo vai p o profissional e não consegue render fica difícil acreditar. Não estou dizendo que ele é ruim. Ele pode até vir a queimar minha língua(gostaria muito disso), mas na minha opinião, no quesito promessa ele parece não se encaixar. É só minha opinião, respeito a sua.

      PS- O zagueiro Leo tb ainda não me convenceu.

      • Yan Balduino

        Mas vc tem como base apenas um jogo com o time inteiro reserva (para o Ronaldo) e alguns mais para os demais atletas. Se fosse uma vez ou outra que o time reserva fosse mal, dava pra ter uma avaliação melhor e creditar neles os erros cometidos. Mas contando com os jogos da sul-americana do ano passado, o time reserva já jogou 9 vezes, sendo 8 horríveis, jogos de dar muito sono e repleto de erros: 2×4 Figueirense, 1×0 Palestino, 1×2 Palestino, 1×0 América-MG, 0x0 Ceará, 1×0 Resende, 3×0 Bangu e 1×1 Volta Redonda. Qual o panorama desses jogos? Time desprovido de qualquer tática, erros bizarros, falta nociva de criatividade e aparentemente o time inteiro sem vontade, sem entrosamento nenhum, parecendo que estavam se conhecendo naquele determinado jogo. O jogo contra o Bangu foi um placar ilusório, visto que o time ficou rodando a bola na intermediária até o Renê acertar um chute improvável e abrir o placar. E quantos aos destaques nessas partidas? Consegue numerar quantos foram bem, sejam os jovens da base, sejam os ditos cascudos que estavam presentes? Foram pouquíssimos e aleatórios. Se em um jogo Vizeu foi destaque, no outro foi Cafu, no outro Fernandinho (contra o Palestino no ano passado), Matheus Sávio, Donatti, Juan, Cuellar, enfim. Dois ou três entravam a 220V enquanto os demais entravam a 110V. E detalhe que conforme eu listei, só enfretamos times medíocres.

        A exceção fica por conta do 5×1 contra a poderosíssima Portuguesa. Ali todos os problemas pareciam ter sumido e a torcida, que tem memória curta, se esqueceu dos demais jogos do time reserva e disse que o time para o restante do Carioca deveria ser aquele e que temos um time melhor que muitos da série A (repare bem, eu disse time, que não em consideração a qualidade técnica no papel, mas estrutura técnica e tática mostradas dentro das 4 linhas). Mas numa partida totalmente atípica, contra um adversário fraquíssimo e com Leandro Perebão aplicando um hat-trick, não dá pra levar muito a sério, não é mesmo?

        Com base no que eu falei, acredita mesmo que os reservas são ruins tecnicamente quanto parecem? Se sim, então nosso elenco é fraco, ao contrário do que muitos dizem. O problema é só os jovens? Porque os “medalhões” inclusive quando rolou um mistão contra o Figueirense e o Palestino na Sul-americana não jogaram nada, nem mesmo os titulares. Guerrero (nos três jogos junto com os reservas), Vaz, Pará (Palestino, 2º jogo), Jorge, Márcio Araujo (Palestino, 2º jogo) e até o Muralha, que apesar de estar agarrando bem na época, deu um frangaço no 2º gol do Palestino que nos eliminou da competição, todos esses foram muito mal.

        E então, onde está o problema? Difícil saber porque os nossos reservas tem esse rendimento quando são acionados. A falta de entrosamento conta, mas ela afeta o nosso time de maneira tão absurda, que acredito que existam outros fatores para as péssimas atuações. Tenho minhas dúvidas se o Zé Ricardo se preocupa com a parte tática do time reserva, para existir tantos erros de posicionamento, organização e construção de jogadas. Depois, acho que o fato de sempre mudar quase o time inteiro ao invés de estabelecer uma base e ir fazendo os testes, pode comprometer o rendimento da equipe. Na minha opinião esses jogos com os reservas são bons para descansar o time titular e dar rodagem ao elenco, mas acabam, infelizmente, se tornando um tiro no pé para esses jogadores, visto que o desempenho é muito abaixo do esperado e a torcida exagera muito nas críticas. Já deixei aqui a minha alternativa ideal para se testar os reservas: no decorrer dos jogos, exceto aqueles mais importantes que não nos permite fazer testes, com o jogo controlado é bom se colocar esses reservas alternadamente com time titular. Exemplo: Flamengo ganhando de 2×0 contra um América-MG da vida. Saca o Guerrero e põe o Vizeu. Saca o Diego e põe um Paquetá. Repare que quando isso ocorreu (os garotos entrando no 2º tempo junto ao time titular) o desempenho deles foi bom. Contra o Madureira, por exemplo, Vizeu entrou e deu uma assistência, Paquetá deu duas enfiadas de bolas e marcou um golaço. Contra o Vasco, o Paquetá não teve muito tempo, mas fez um drible no Douglas dos vices e sofreu falta perto da entrada da área, que poderia ter se convertido em gol se fosse bem cobrada. Fora isso, eles entraram apenas com os reservas e de fato oscilaram bastante com o restante do time. Mas a ideia é essa. Testá-los junto ao time titular para que a queda de rendimento do time não seja gritante a ponto de afetar o desempenho deles. E por fim, eles deveriam ser primeiras opções como reservas, ou pelo menos na frente dos PEREBAS do elenco que já tiveram várias oportunidades seja no time titular tendo sequência ou suprindo ausências, como no time reserva e demonstraram não qualidade para vestir a camisa do Flamengo. Vizeu atrás do caneludo do Damião, Cafu e Matheus atrás de Cirino e Gabriel e Ronaldo atrás do Márcio Araujo são um crime cometido pela diretoria, por ter esses estercos no elenco, e pela comissão técnica, por bancá-los na frente desses garotos.

        • Domingos Eduardo Rios Sender

          Concordo em muita coisa do que vc disse amigo. Apenas quis dizer sobre o garoto Ronaldo e talvez o Léo(zagueiro). Esse não foi o primeiro jogo deles no time titular. Ano passado já haviam jogado. O Léo até mais vezes, mas até agora, das crias da base, na minha humilde opinião foram os únicos que nada fizeram de relevante para o time que justificasse tanto protecionismo. Quanto aos outros, já ajudaram pontualmente o time nas vitórias. Quanto aos “pseudo-craques” que não são cria nossa, como MA, Vaz, Cabeça de grilo etc… só não vê quem não quer. Enfim me referi apenas aos que vieram da base. Quanto a cabeça dura do Zé Ricardo(no mercado atual, no Brasil não há opção mais indicada p o Fla) em insistir no erro por muito tempo alguém lá dentro deveria chama-lo e dar um belo puxão de orelha p ele tomar o rumo certo, pois potencial ele tem e muito. Agora, caso ele não tenha humildade para admitir ter falhado no quesito “paciência demais” a porta da rua é logo ali. SRN

          • Yan Balduino

            O Leo Duarte tinha como companheiro de zaga o Cesar Martins. E só me lembro de ter jogado mal contra o Palmeiras. O Ronaldo não tinha 90 minutos jogados no profissional ainda até a última partida. Entrou uma vez ou outra no final dos jogos. Enfim, não é que eles tenham uma qualidade absurda. A gente fala mais pelo que vimos na copinha e até agora não tiveram oportunidades suficentes e justas a título de comparação com as peças de baixa qualidade que já estão lá. Entendo também que não é porque é da base que é craque e que se deve ter toda a paciência do mundo. Muitos blindavam o Jorge de todo tipo de crítica porque era da base, mas ele já tinhha muitos jogos e já era titular. Estava realmente mal no início de 2016. Agora quanto aos outros, é até covardia querer resposta em poucos com o time reserva ou entrando duas vezes ao ano e preferir MA, Vaz, Damião, Cirino etc. ao invés de dar chances a eles. Melhor ter o benefício da dúvida do que a certeza de atuação medíocre desses jogadores de quinta categoria. E no mais, se na base não há nenhum craque, não significa que não hajam bons jogadores. É disso que o Flamengo precisa.

            Quanto ao Zé Ricardo, a teimosia dele é irritante, fora a limitação com técnico e treinador. Mas se formos esperar para diretoria dar um puxão de orelha nele, pode apostar que não sairá nada. Na minha opinião ocorre o que eu e muitos outros sempre repetimos aqui: a diretoria não entende nada de futebol. O ZR tem carta branca para errar o que pode e não tem instrução alguma. A impressão que dá é que se ele pedir a contratação de jogadores de série D, a diretoria vai atrás. E além de ser passiva em relação ao treinador, ela comete por si só vários erros que acabam com o futebol do Flamengo. Muitos dizem que as renovações são pedidas pelo Zé Ricardo. Mas aí lembramos que a diretoria manteve o Wallace até o mesmo pedir para sair, quis continuar com Cesar Martins e o Benfica negou, quis renovar com Fernandinho, renovou com Márcio Araujo, Gabriel e Damião, sem contar nas contratações erradas que estão dando enorme prejuízo ao Flamengo como Mancuello e Ederson. O Zé Ricardo disse numa entrevista que queria um ponta veloz de driblador. Pah! Trouxeram o Cirino colombiano Berrío. Como dizer que o Zé Ricardo manda em alguma coisa lá? É um mero fantoche! Tem tanta coisa errada no futebol do Flamengo que me fazem desacreditar de quaisquer chances de títulos esse ano mais uma vez.

    • Thiago Sousa

      Vrdd o ronaldo joga muito!!

    • O que ele quis dizer é que esses três podem vir a ser opções como titulares para o “treina dor” de coração flamenguista. O Ronaldo, pela declarada intenção de profissionalizar de vez os mais aptos da base, assim como dos elogios proferidos após sua atuação.

  • Douglas Galvão

    De que adianta ter todos esses jogadores de qualidade, de seleção etc. se não temos um treinador que saiba utilizar os melhores nas suas devidas posições onde eles rendem mais??

    • Nick Sousa

      Se tá falando do Mancu, ele jogou na sua posição nas últimas duas partidas (ele não jogou com 10, ele fez o meio tendendo mais pra esquerda, igual no independiente), e continuou não rendendo, e é difícil fazê-lo jogar nessa posição porque temos o Diego, com Rômulo, Arão, Mancu e Diego pelo meio, o time fica sem velocidade, profundidade e recomposição pelos lados.

  • Leo DaCosta

    Ninguém faz a revisão do texto publicado? Muitos erros gramaticais!