Home Destaque PVC: “Nova licitação do Maracanã deve permitir clubes na concorrência”

PVC: “Nova licitação do Maracanã deve permitir clubes na concorrência”

1693
37
SHARE

O jornalista Maurício Lima, da revista Veja, publicou na manhã de hoje que o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, bateu o martelo e vai realizar nova licitação do Maracanã. O novo processo deve permitir a entrada de clubes, individualmente ou em conjunto com sócios. Na licitação de 2011, vencida pelo consórcio Maracanã S/A, formado pela Odebrecht e com a participação de Eike Baptista, não era permitida a entrada dos clubes, diferente do que aconteceu com o Engenhão, logo depois dos Jogos Pan-Americanos de 2007.

A nova licitação é avaliada como única saída absolutamente segura do ponto de vista jurídico. A empresa de marketing esportivo, Lagardèrè, pretende comprar a concessão da Odebrecht, mas esta ideia poderia ser derrubada nos tribunais.

O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira, defende a possibilid”Éade de o Flamengo ser um dos postulantes, sozinho ou com um sócio. O mais provável é que, confirmada a nova licitação, o Flamengo concorra junto com a empresa de marketing esportivo CSM.

”É fácil entender por que os clubes devem concorrer. Dizem que o Flamengo pode ter um outro presidente daqui a alguns anos, uma gestão de aventureiros. Mas basta olhar para quais eram nos sólidos empresários nos anos 80 e 90 e entender. Confiávamos em empresas como Mappin, Mesbla, Banco Econômico, Banco Nacional, Bamerindus, Arapuã, Sharp…”

A expectativa é que um novo processo licitatório defina a situação do Maracanã até dezembro. Até lá, teria de haver uma medida alternativa, ou com a Maracanã S/A obrigada a cumprir as regras da concorrência que venceu, há quatro anos, ou com os clubes fazendo a administração jogo a jogo.

NOTA DO BLOG – A posição deste colunista sempre foi a favor de que o Brasil tenha estádios modernos e rentáveis. Ou seja, que não se retorne ao modelo em que o Estado administra o estádio. Ao Estado, cabe manter universidades como a UERJ, pagar salários de professores e funcionários públicos, investir em habitação, saúde, educação, pagar bem policiais e oferecer segurança. Tudo o que o Estado do Rio de Janeiro não tem conseguido fazer. A administração do Maracanã deve ser feita pela iniciativa privada. Mas cabe ao Estado cuidar para que o vencedor da concessão cuide do bem público. É isto o que se cobra, quando se percebe que a Maracanã S/A abandonou o estádio. Também cabe ao Estado realizar um processo de licitação limpo.

É exatamente a mesma situação defendida há cinco anos, enquanto havia o processo licitatório. A diferença, espera-se, seja o resultado futuro da administração do Maracanã.

Fonte: PVC/Uol

Comentarios

comentário

  • BVZ Top

    Cadê a chuva de antis que falavam pro EB de Mito ser prostituta da Lagardère? Que tinha que se sujeitar a ser roubado pela BWA na bilheteria e a deixar a maioria do lucro pra francesa?

    • rafa

      O proximo mosaico tem que ser o EBM chutando a bunda do presidente da lagardere

      • Paulo Vinícius Siviero

        KKKKKKKKK

  • BVZ Top

    O quê mais essas antas querem da diretoria?
    Os caras vão atrás de terreno, não se sujeitam a negociação ruim pro Flamengo, não se envolvem com esquema, providenciam uma ótima solução temporária customizada na Ilha, conseguem simpatia para aprovação de uso da Gávea reformada, pressionam na mídia para ter nova licitação do Maracanã…mas tem anta ainda que diz que está tudo errado. Queria saber o quê fariam de melhor. “Vai e constrói Estádio” não vale, tem que falar como, com as etapas.

  • Almir Ribeiro

    O problema a meu ver foi o “modelo” do Maracanã…o modelo é de estadio caro, voltado à elite (padrão FIFA). Quem for administrar vai ter que ter bala na agulha mesmo.
    O fato é que Maracanã só erá viável Flamengo…não tem para aonde correr. Tiveram que ceder. As chances agora são muitas, mas…ainda tem muita água para rolar em baixo da ponte.

    • rafa

      Certamente. Seria legal se pudessem ser retiradas as cadeiras atras dos gols, diminuiria custo, aumentaria a capacidade seria mais acessivel a população de baixa renda revivendo de longe a nostalgia da geral

    • Bruno Pires

      O problema do Maracanã é que as licitações até agora foram feitas para enriquecer atravessadores. O Flamengo tinha que manter o ingresso caro para ter um lucro mínimo. O bom exemplo foi no último jogo, onde vendeu R$ 3 Milhões para ter um lucro de menos de R$ 1 Milhão. Lucro menor do que 30% dá renda, enquanto federação, consórcio e atravessadores ficam com mais de 70% dá renda sem o mínimo esforço.
      Administrando o estádio e com uma porcentagem maior dos lucros, poderemos ter ingressos mais populares e uma taxa de ocupação muito maior.

  • Carlos Campos

    LEIAM O ABSURDO que é a visão das Flores em relação à uma nova licitação e o “encerramento” do modelo 0800 de jogar no Maracanã ( contrato de custo zero com a concessionária melou )…
    Agora a CULPA por terem que pagar para jogar como TODOS pagam e fazem no Maracanã… agora dizem que é do Flamengo…

    “”A pressão feita nos bastidores e na mídia funcionou mais uma vez. A Lagardère fechou negócio para compra da concessão do Maracanã à Odebrecht, processo apoiado desde o início pelo governo do Rio de Janeiro, e já iniciava a ocupação do Maracanã, mas desde o início desta quinta-feira a Flapress já anunciava a reviravolta. Pezão, governador do estado, voltou atrás, pressionado por procuradores do estado, e decidiu abrir nova licitação, anulando a atual concessão.

    A decisão tem um grande prejudicado e um grande beneficiado. O prejudicado é o Fluminense, que, com a decisão, perderá, a partir da nova concorrência, o contrato que tem com o Consórcio Maracanã. O grande beneficiado é o Flamengo, que deseja tomar para si o estádio em uma nova licitação, que seria aberta aos clubes. Na verdade, quando se diz aos clubes, se está, na verdade, falando do Flamengo, único em condições financeiras de participar efetivamente de uma sociedade para a gestão do complexo esportivo, uma vez que tem o apoio financeiro das Organizações Globo, através da distribuição das receitas da televisão.

    Caberá ao Fluminense buscar um parceiro para participar da licitação, que pode ser a própria Lagardère, mas o clima nos bastidores sinaliza que dificilmente o interesse rubro-negro não será fator prioritário para a escolha do novo concessionário. Tanto que o presidente rubro-negro, Eduardo Bandeira de Mello, já comemora a posse do estádio.

    – Nós, do Flamengo, já esperávamos que o governo do RJ tomasse a decisão de promover uma nova licitação do Maracanã por entendermos que essa é a solução que garante mais transparência no processo, mais segurança jurídica aos potenciais interessados e a que atende aos legítimos interesses do contribuinte, que, em última análise, é o verdadeiro dono do estádio – afirmou Bandeira ao O Globo.

    Audiência pública no próximo dia 27 de abril

    A justificativa para a decisão é a segurança jurídica do processo, em razão das delações de executivos da Odebrecht por conta da Operação Calicute, que envolve a empresa em pagamento de propinas, superfaturamento e participação em processo viciado de licitação, no qual a prejudicada foi exatamente a Lagardère, que era a única concorrente, sendo que os vícios na licitação eram conhecidos desde 2013, sem que causasse qualquer comoção na grande mídia, apesar das tentativas do deputado Marcelo Freixo de tentar melar o processo. Freixo, na ocasião atentava para o fato de um dos consórcios envolvidos na concorrência, ter sido também o responsável pelo estudo de viabilidade econômica.

    Em resumo, o Flamengo deu dois grandes passos para se tornar força hegemônica no futebol carioca. O primeiro foi enfraquecer o Fluminense economicamente, já que o clube perde um contrato extremamente vantajoso. O segundo foi abrir caminho para ganhar uma nova licitação e se estabelecer como concessionário do estádio, o que enfraquece ainda mais o principal e mais temido rival, que, pelos planos rubro-negros, ficará alijado do uso do estádio, pelo qual teria que pagar o aluguel determinado pelo Urubu caso lá deseje mandar suas partidas.

    O Fluminense deve entrar, a partir de agora, em uma batalha feroz para evitar que o pior aconteça. No próximo dia 27 de abril, às 13h, ocorrerá uma audiência pública para debater o futuro do Maracanã, que ocorrerá no anexo da ALERJ. O presidente do Flamengo estará presente. O do Fluminense, Pedro Abad, também confirmou presença.””

    Texto extraído do site “O Tricolor – FluPress”…

    Coitados.

    Saudações e Mengão sempre.

    • rafa

      Coitados mesmo

      • Carlos Campos

        Estão fazendo Phd com o foguinho em vitimização e coitadismo….
        Saudações.

    • Pedro

      Que visão deturpada da situação… coitados

      • Carlos Campos

        Estão fazendo Phd com o foguinho em vitimização e coitadismo…
        Saudações.

    • Quem não luta tem que engolir o que vier.

      Desde sempre o Fluminense, mesmo prejudicado ficou na encolha, assistindo de camarote o Flamengo tentar salvar a dignidade do Maracanã.

      Agora danem-se, que corram atrás do prejuízo, embora eu duvide que a concessão venha para o Flamengo.

      • André N Lessa

        Almir,
        Vamos lembrar também que Fluminense mudou de lado ao final da gestão do “Eike Batista das Laranjeiras”, Peter Siemsen”, deixando o Flamengo sozinho na briga contra a Ferj. Coincidentemente, ou será que não visto que o coletivo de coincidência é a premeditação, o Fluminense pegou um empréstimo com a FERJ (sabe-se lá em que condições) nessa mesma época.
        SRN

        • E a imprensa esportiva ainda teve a cara de pau de dizer que o fluminense era “aliado” do Flamengo na melhoria do futebol. Só pensam neles.

      • Marcello

        Almir, nenhuma empresa será maluca de assumir o Maracanã sem o Flamengo. Se o Flamengo falar; não jogo, não tem como se sustentar. Os flores estão desesperados porque sabem disso.

      • Carlos Campos

        Esperançoso que venha…

    • SylarK

      Aqui se planta, aqui se colhe

      • Carlos Campos

        Pode isso arnal… digo, Sylark ???
        Saudações.

  • Marty Mcfly

    PVC é incrível, respeito muito esse cara.

  • Bom, ninguém garante que a nova licitação não seja de cartas marcadas, apenas para dar ares de legalidade ao consórcio da Lagardere, que provavelmente vai vencer. O que quer dizer que vamos perder mais um ano sonhando com o Maracanã enquanto poderíamos estar já pensando num estádio próprio desde agora.

    • Dion Lima

      Penso dá mesma forma!
      Aonde tem política tem corrupção!

    • Mathew Pinto

      Pode ser que sim, mas nao acredito que os franceses tenham está influência toda, mesmo apoiados pelos influentes tricolores que sempre foram bons de bastidores. O fla está cada vez mais forte e menos dependente. Sem o Mengo, não existe o Maracanã. E caso percamos o Maraca este estará fadado ao nada. SRN

  • Madruguinha

    Governador sai do meu trem, você fez mais que a obrigação porque com o tanto de delações e escândalos de manipulação de resultados e ainda alterar edital para favorecer empresas corruptas, propinas para todos os lados e superfaturamentos, você acha ainda que a licitação antiga ainda tem que valer? Sai fora, chega de ladrões, agora o flamengo é o único que pode cuidar do maracanã de forma lucrativa e honesta. Só o mengão mesmo para lutar contra esses nefastos, pois se depender de terceiros está ferrado.

  • Junior_Capacete

    PVC é o capitão retrospectiva.
    Só escreve aquilo q todo mundo tá careca de saber.

  • Nick Sousa

    Flamengo e Universidad Católica será no Maracanã

  • Daniel Sodré

    Alguém sabe me dizer se a estação de BRT no Tom Jobim fica perto do Estádio da Ilha? Tipo para ir a pé mesmo, se não, alguém sabe se tem lugar para estacionar lá?

    • Marcello

      Não fica perto não. É bem longe.

      • Daniel Sodré

        Obrigado !!

    • Tulio Mêne Melo

      1km

    • Guilherme Penfold

      O aeroporto fica longe. Aconselho estacionar no Ilha Plaza que fica próximo.

  • Mathew Pinto

    Esta gestão nossa é absolutamente surreal. Em menos de 4,5 anos vejam de onde saímos para onde estamos…SRN

  • Rodrigo Sousa Luso Mendonça

    Se o Flamengo assumir o Maracanã será uma das piores coisas que terá acontecido. A maioria das pessoas têm uma visão romântica demais para entender na enrascada que o Flamengo está prestes a se meter. O tempo de concessão seria em torno de 35 anos e valores que ultrapassam e muito o que seria necessário para se construir um estádio próprio. O pior de tudo é que, ainda sim, não seremos absolutamente soberanos nas decisões que envolvem o Maracanã. Podem esperar……

    • Mathew Pinto

      Vá ser burro assim na casa d c… a diretoria, especializada em gestão, está errada. Certo é vc, um débil mental qualquer.

    • Henrique

      Quanto é o valor da concessão?

    • Rodrigo Sousa Luso Mendonça

      Tomando por base o processo original que teve como vencendo a Odebrecht, a empresa teria que fazer investimento de mais de 500 milhões em todo o complexo. Além disso, teria que pagar mais uns 200 milhões para o Estado em parcelas anuais. Sem falar que a rentabilidade do Maracanã não seria maior pelo custo fixo do estádio. A gestão Bandeira de Melo é a melhor que já passara pelo Flamengo, mas acho que nesse ponto estão equivocados. Outra coisa….acho um pouco megalomaníaco querer o Maracanã e ainda querer um estádio de pequeno porte. Então por que não constrói um de 50 a 60 mil lugares? Todos têm o direito de questionar a diretoria por esse posicionamento, até pq eles ainda não expuseram o projeto de viabilidade que comprove esse posicionamento que estão tendo.

  • Tulio Mêne Melo

    O Eduardo já tem na mão o estudo de viabilidade.
    Já declarou vários pontos em entrevistas distintas:
    1- administrar somente o Maracanã ( Maracanãzinho out )
    2- retirar as cadeiras atras dos gols
    3- funcionar em jogos com público até 35mil, com alguns setores fechados. ( economizar mão de obra )
    4- arrecadar com visitas ( turismo ) pode se tornar o ao lado do Cristo e Pão de Açúcar, o lugar mais visitado pelos turistas ( igual a Barcelona e Madrid )
    5- levar o museu do Flamengo para o Maracanã
    6- levar grandes shows para o Maracanã ( parceria com Medina )
    7- arrecadar com aluguel do estádio para o Fluminense, e ( Botafogo e Vasco )jogarem jogos decisivos ( finais e libertadores ).
    8- arrecadar com eventos empresárias do setor privado. ( lançamento de produtos, palestras motivacionais, workshops, feiras )
    9- arrecadar com a venda do direito do nome.
    10- arrecadar com a comercialização dos camarotes
    11- arrecadar com a comercialização das placas
    12- venda de personalização de cadeiras com nomes de sócios torcedores.
    13- arrecadar com a venda de filas rápidas ( iguais em aeroportos, e na Disney )
    14- arrecadar com o estacionamento ( chamar uma empresa pra ser sócia e montar com estrutura metálica um garajão )
    15- locação de stands em dia de jogos
    16- locação dos bares em dia de jogos
    17- arrecadar com a loja do Flamengo, com produtos licenciados em dias de jogos. Sempre com a presença VIPs de ex jogadores, ou jogadores que estão machucados, ou que não foram relacionados
    18- vender o carne de todos os jogos da temporada
    19- aumentar a média de público e ticket médio pago, hj estamos em sexto lugar, arrecadamos 35milhoes o palmeiras arrecada 65milhoes.
    20- aumentar o número de sócio torcedores, saindo de quinto lugar com 91mil sócios para primeiro passando de 130mil. O palmeiras saiu de 60mil para 130mil, depois da sua arena.
    21- o mais importante, o estádio vai sair de graca pelos próximos 30anos, sem termos que pagar nada. Igual como foi com o Botafogo, que ganhou um estádio olímpico de graça, sem ter que pagar nada.
    ————
    É por esses motivos que a Diretoria do flamengo, ainda está esperando a decisão do Maracanã.
    Teremos pelos próximos 6 anos, um estádio para até 20mil pessoas, para pequenos jogos, que dariam prejuízos se fosse jogados no Maracanã.
    Para jogos médios jogaríamos no Maracanã, com alguns setores fechados, para diminuir o custo.
    ———-
    E iriamos construir na Gávea em definitivo o nosso estádio butique para 20 a 25mil pessoas.
    ———-
    O Flamengo tem credibilidade
    Tem dinheiro
    Tem organização
    Tem receitas que não tinha antes
    ( sócio torcedor 90mil pessoas )
    ( verba televisão quase 200milhoes)
    ( camisa mais valiosa do Brasil 100milhoes )
    Agora falta ter:
    ( a maior arrecadação em bilheteria, já tivemos no passado )
    ( a maior média de público do Brasil, que já tivemos no passado )

    Com isso chegaremos em uma arrecadação superior a R$ 550milhoes.

    Imaginem
    arrecadar
    R$550milhoes
    E pagar R$400milhoes
    R$150milhoes de lucro por ano.