Inspiração para o Fla? Veja projetos surpreendentes de novos estádios na Europa

Maracanã, estádio próprio de pequeno porte ou um estádio grande, com dimensões “à altura do Mengão”, como proposto por Cláudio Sampaio em sua coluna semanal? São muitas as interrogações que permeiam as mentes rubro-negras quando o assunto é casa própria.

Em entrevista exclusiva à TV Coluna do Flamengo, o vice-presidente de patrimônio do Flamengo, Alexandre Wrobel, já afirmara que no caso de o clube não conseguir a gestão do Maracanã, o plano A se tornaria construir um estádio próprio, modulado, mas com capacidade para no máximo até 48 mil pessoas.

Afinal, qual seria a melhor opção para o clube mais querido do mundo e sua massa apaixonada de torcedores, mesmo dentro da realidade econômica atual?

O site Veja.com alistou 7 novos projetos de estádios europeus, que vão muito além do seu uso principal, o futebol. Centros comerciais, restaurantes, lojas e até hotéis de luxo são alguns atrativos para fazer a estrutura funcionar sete dias por semana e não apenas em dias de jogos.

Confira alguns mencionados pela revista:

Fiorentina

O novo estádio, que substituirá o Artemio Franchi, terá capacidade para 40.000 pessoas, sete mil a menos que o atual.

Roma

Jogando atualmente no Estádio Olímpico, o time italiano terá sua própria casa e deixará de dividir o campo com seu principal rival, a Lazio.

Chelsea

O time londrino mandará seus jogos em Wembley, até que o novo estádio, que será construído no mesmo local do Stamford Bridge, fique pronto.

Tottenham

Mais um time londrino terá casa nova. O novo estádio do Tottenham Hotspur terá capacidade para 61.000 pessoas.

Barcelona

O clube catalão não economizará no tamanho. O novo Camp Nou será o segundo maior estádio do mundo, perdendo nas dimensões apenas para o norte-coreano Rungrado Primeiro de Maio.

Imagem conceito do estádio do Barcelona, Nou Camp (FCBarcelona/Divulgação)

Real Madrid

Conhecido por suas contratações astronômicas, o clube de Madrid ostentará também no estádio, que terá dentre outras coisas, um hotel de luxo.

Atlético de Madrid

O primeiro dos sete a ser inaugurado, O Wanda Metropolitano será a nova casa do segundo time madrilenho.

Alguns maiores e outros nem tanto, como o estádio da Fiorentina. Os novos projetos de estádio europeus deixam claro que, não se trata apenas de aumentar a estrutura, receber mais torcedores, mas sim de aumentar a rentabilidade de cada um dos empreendimentos.

Assim, levando em conta a realidade econômica brasileira, será que o Flamengo poderia se espelhar em algum dos projetos acima? Comente abaixo.

18 Comentários
Carregando comentários...