Home Colunas Coluna do Torcedor Coluna do Torcedor: “Por que falta criatividade ao Flamengo?’

Coluna do Torcedor: “Por que falta criatividade ao Flamengo?’

733
27
SHARE

Salve nação! Pois é, Diego lesionado e já vem uma preocupação sobre substituto e como fazer o time jogar sem ele. Nosso principal jogador era responsável por praticamente todas as jogadas de ataque do Flamengo, dava passes, finalizava, sofria faltas pra ele mesmo bater,  sabe jogar de costas como poucos no mundo, e ficará um tempo fora. E essa dependência do Diego nos faz pensar além de um substituto, faz pensar sobre a falta de criação geral do Flamengo que já era notada com o Diego jogando. Qual a explicação?

Para mim, o problema nesse caso não é coletivo apenas, mas sim individual.  Embora o Flamengo tenha um elenco farto, na parte criativa do time, onde jogam meias e atacantes de lado, independente do esquema, está difícil encontrar quem crie regularmente jogadas, seja através de jogadas individuais, de passes verticais ou de finalizações. Normalmente os outros dois atacantes/meias que auxiliavam o Diego juntos não criavam metade do que o próprio Diego, independente de quem fossem os dois. O jogo contra o vasco pela semifinal da Taça Rio é o melhor exemplo, se outros além do camisa 35 tivessem sido mais efetivos no ataque, o Flamengo certamente teria vencido.

Analisando alguns casos, o Mancuello a princípio era e ainda é uma esperança,  ainda não conseguiu render tudo que pode. Embora recomponha pela direita, a ideia é que ele se movimente pelo meio pra receber a bola e ajude o time com seus bons passes e finalizações, porém não consegue participar ativamente do jogo, é um jogador lento e não é habilidoso, o que torna difícil de adaptá-lo a uma função diferente. E se jogar na sua chamada posição de origem, volante pela esquerda, complica a recomposição do time, pois Diego com seu talento nunca deverá ficar preso a uma faixa do campo por funções defensivas. Para alguns Mancuello nunca jogou em sua posição desde que chegou, mas quando ele joga centralizado está de fato na posição dele — só porque não há um meia clássico em campo não significa que ele esteja fazendo a função de 10 — e esse ano contra Vasco e Volta Redonda na  Taça Rio ele jogou em sua posição e também não rendeu. Ainda acredito bastante neste jogador, pelo que ele fez ano passado e pela técnica que tem, e a esperança é que ele passe a render mais, mas é fato que ele ainda não rendeu pelo Flamengo quando havia um outro meia mais clássico junto em campo, Alan Patrick ou Diego.

Berrío, que chegou recentemente, parece que será bem útil durante o ano, os números dele pelo Atlético Nacional mostram como pode ser produtivo, sabe usar a velocidade dele de forma inteligente ainda que falte técnica. No jogo contra o fluminense, também pela Taça Rio, ele foi criticado no lance em que adiantou demais a bola e também quando não dominou um lançamento do Diego em que sairia na cara do gol, mas pensando de outra forma, no primeiro caso ele foi esperto quando se projetou na hora que o Gabriel ia bater o lateral, conseguiu explorar a sua velocidade e com um pouco mais de felicidade poderia ter feito o gol, mas acabou devolvendo pro goleiro, e foi mérito dele também de ter se projetado em diagonal para receber o lançamento do Diego que poderia ter resultado em gol. Esses dois lances mostram como esse jogador sabe usar sua força física e velocidade absurda, e por isso é um jogador interessante. Porém, não é o titular dos sonhos do torcedor, e me incluo nessa, pois ele não representa muito o futebol vistoso que queremos ver, se é que me entendem, e parece render mais quando sai do banco, podendo ser uma boa opção pra segundo tempo.

Éverton, Gabriel e Cirino já estão no clube há tempo suficiente para sabermos que não são a solução para nosso ataque. Matheus Sávio e Paquetá são incógnitas, não sabemos sequer se podem substituir bem o Diego, menos ainda se podem render bem junto com ele. Digo isso porque devido ao batalhão de meias que há no elenco, é importante que eles consigam render jogando juntos, vale para Diego e Mancu, Diego e Conca, Conca e Mancu, e vale para esses garotos também. Talvez a grande dificuldade até agora tenha sido fazer dois meias funcionarem em conjunto. Trauco, na partida contra o Atlético PR, fez o que esperávamos que Mancuello fizesse e ainda não fez, e mostrou ser uma boa alternativa jogando junto com o Diego, e se candidatou a ser o substituto dele também. Éderson ano passado não rendeu bem jogando centralizado com o Muricy, talvez seja diferente com o Zé Ricardo, mas o Zé parece ter a intenção de utilizá-lo mais pelo lado esquerdo, onde realmente rende mais. Se entrar em forma, pode jogar com outros dois meias, pois tem uma capacidade muito boa de recompor a marcação, e pode ser a velocidade aliada a qualidade que falta no Flamengo para dribles, tabelas e finalizações.

Sobre Vinícius Jr, não creio que venha a ser solução já esse ano, pois é muito jovem, a questão física ainda atrapalha, e precisa melhorar na parte defensiva. Na copa SP, ele começou como reserva, entrou bem em alguns jogos e o time acabou mudando o esquema para ele jogar justamente porque a joia não voltava pra marcar. O Flamengo passou a jogar com três volantes de qualidade, Théo, Hugo Moura e Jean Lucas, esse último muito veloz, e versátil que era capaz de ocupar o lado direito do campo(Função que Willian Arão, mais lento, não conseguiria fazer tão bem nos profissionais). No jogo da eliminação contra o Corinthians, Théo estava suspenso, além do reserva imediato Vinícius Souza, então o Flamengo foi obrigado a voltar a formação com dois de lado de campo, com Lucas Silva retornando ao time. Resultado: um gol do corinthians saiu da avenida que ficou no lado direito da defesa do Flamengo, pois Vinícius Jr não voltava pra marcar.

Após fazer essa reflexão sobre os meias e atacantes do Flamengo, eis o ponto, o Diego é o único jogador confiável para criar no Flamengo, e mesmo quando ele voltar não poderá resolver tudo sozinho, então cabe ao Flamengo achar soluções, fazer jogadores que podem jogar mais renderem, dar oportunidade para os jovens Paquetá e Sávio pra ver se podem ser soluções, extrair do Conca o máximo quando estiver a disposição, e por aí vai. A partir do momento em que a criatividade do Flamengo não depender apenas do Diego, as atuações poderão ser mais condizentes com o que esperamos do Flamengo. SRN

André Simões


Quer ver seu texto também publicado na Coluna do Torcedor? Envie para redacao@colunadoflamengo e aguarde nossa resposta!


A coluna acima é de responsabilidade de seu autor e não reflete necessariamente a mentalidade do Coluna do Flamengo.

Comentarios

comentário

  • Dieki

    O problema não é falta de criatividade. O problema é espaçamento entre as linhas e principalmente, falta de mobilidade. Dessa forma, o time é muito fácil de ser marcado, pois os jogadores são facilmente antecipados e a grande distância força passes mais longos, que são mais facilmente marcáveis. E por fim, falta um pouco de coragem dos pontas de tentar o drible, porque chega-se à linha de fundo no mano a mano o atacante volta, ao invés de tentar driblar. Isso atrasa muito a jogada, assenta a marcação.

    • Luis Paulo Pinheiro

      Mas o Flamengo de uns anos para cá sempre foi assim. Antes do Diego, que chegou em 2016, o outro jogador que criava alguma coisa no Flamengo foi o Cachaceiro Gaúcho nos anos de 2011 e 2012 (e criava muito pouco).

      • DefendaSeuDinheiro

        AP tb criava alguma coisa quando estava inspirado, sem cachaça na veia.

    • Vinícius Quintanilha

      “E por fim, falta um pouco de coragem dos pontas de tentar o drible”

      Esperar isso é o mesmo que aguardar areia do Polo Norte.

      Nossos pontas são velozes e têm fôlego pra aguentar correr por 90 min. Entretanto não são habilidosos, não possuem inteligência tática, não fazem movimentações pra puxar a marcação, não têm um bom chute ou um passe excelente. O técnico pode montar inúmeras táticas que muita coisa não dará certo com jogadores inúteis no quesito inteligência. É por isso que precisamos de Ederson 100%, Everton Ribeiro em julho e Vinícius Jr bem preparado.

      • Luis Paulo Pinheiro

        A atuação dos pontas é um enigma no Flamengo. Vejam por exemplo o Gabriel Peteleco. Em alguns jogos ele faz alguma graça, parti para cima dos adversários, mais recentemente ele fez isso no jogo contra o San Lorenzo.
        Mas, na maior parte dos casos, ele se limita a tocar a bola para trás ou de lado. NÃO ARRISCA OU DRIBLE PARA DENTRO DA AREA. NÃO ARRISCA UMA FINALIZAÇÃO.
        Ai eu me pergunto:
        O que um sujeito desses tem na cabeça?
        Qual função ELE acha que exerce em campo?
        Ele é orientado a atuar desse modo?
        Citei o Gabriel, porque vejo nele uma pequena dose de habilidade.
        Everton é muito util ao elenco, corre muito, MAS, não possui drible e nem tem faro de gol.
        Berrio corre muito e só.
        Cirino, um dia correu muito, hoje nem isso.

        • DefendaSeuDinheiro

          o time é extremamente defensivo, maioria no time só tem função tática, marcar, marcar, marcar….parece um time de basquete…
          falta qualidade na finalização e melhor a criação. e claro, como bem ressaltou, falta ousadia aos atacantes.

        • Thiago

          “Em alguns jogos ele faz alguma graça, parti para cima dos adversários, mais recentemente ele fez isso no jogo contra o San Lorenzo.” nesse jogo o time ja estava ganhando de 2 a 0, o sao lourenço saiu pro ataque e estavam sem ritmo de jogo, pois aquele era o primeiro jogo oficial. Voce nao vê o gabriel tentando drilar nem quando o time joga contra times fracos do carioca.

        • Gustavo Lima

          Há uma influência externa muito forte sobre o Gabriel, o que é eu não sei. Fato é que ela acabou com aquele Gabriel do Bahia, que na primeira vez que vi jogar disse ” esse moleque é bom”.

    • Johny_Fla

      Concordo e tenho batido nessa tecla (que o time joga espaçado e tem pouca mobilidade) há algum tempo. Mas a análise dos jogadores apresentada no texto também é interessante e até complementar. Você tocou numa dessas características, que é a previsibilidade dos pontas. Pra um time que busca propor o jogo e vai enfrentar muitas equipes fechadas, atuar com pontas que não se desmarcam, não entram em diagonal e raramente driblam dificulta muito a criação. São jogadores que precisam de espaço pra levar perigo e dificilmente o Flamengo vai encontrar isso.

  • Douglas Pedro

    Culpa do Ze treinador de condominio, instrutor de dominó….
    Culpa dessa diretoria lixo que ninguém entende nada de futebol, Bandeira não sabe nem a regra de impedimento, godinhi braço direito, Fred Luz, tabet ,O que esses caras tem a ver com futebol???

    Só aliado da Odebrecht nessa joça…
    Flamengo tá em pessimas mãos.
    2018 é Valim ou BAP

    • Marcos Giovanni

      Mimimi…

      • DefendaSeuDinheiro

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, o time tem jogado bem, criado, mas finalizado mal…problema do ano passado está voltando, vitórias eram magras com poucos gols, diego é um dos poucos que finaliza bem, e machucou …guerreiro até que melhorou neste quesito este ano…

        nossos pontas bolts perdem muitos gols

  • El3ment

    Gabriel, Cirino e Caramujo. Não tem como criar alguma coisa?

  • Rafael Dantas

    Concerteza a criatividade está faltando por causa do excesso de jogadores corredores cabeça de Bagre, Com Gabriel, Cirino, M.araujo e Berrio jogadores que não acerta passe de 3 metros, nosso time nunca vai ter um toque de bola eficiente e sempre vai continuar nesse jogo de lançamentos e chuverinho na área. Esses jogadores não tem habilidade e nem sabem pensar o jogo.

  • roberto

    o flamengo tem elenco recheado e até qualificado. é difícil entender que ficando sem um jogador por contusão- mesmo sendo a estrela de cia – tenha que pensar em improvisar alguém. fosse em uma partida ou durante uma aceito. mas por um mês ….

  • wanderpc82

    Como quer que um time tenha criatividade com 2 ou 3 volantes que não sabem nem tabelar em campo?

    Essa pergunta não era nem pra ser suscitada.

    Depender de apenas 1 meio-campo e 2 pontas que, como já sabemos, não são criativos e nem habilidosos?

    Resumindo, 2 volantes nulos no quesito ofensividade, com 2 pontas que ficam sozinhos e 1 meio-campista esforçado.

    Enquanto não mudar essa formação tática com 2, 3 volantes, vai ser duro ver o Flamengo se impondo em jogo.

    O Flamengo passou sufoco no último jogo contra o CAP, mesmo vencendo por 2 gols de diferença contra uma equipe desfalcada.

    É motivo pra se impressionar ou ficar otimista? Pra mim não.

    O Zé precisa urgentemente mudar a formação pra 4-1-4-1 ou 4-5-1, deixando o meio-campo com mais habilidade, mais criativo, mais consistente, pois se continuar a usar a mesmas peças, com a mesma formação, vai ser difícil ver vários outros jogos como foi contra o CAP desfalcado.

    • DefendaSeuDinheiro

      arão sabe jogar, cuellar também…rômulo tá fora de forma, caramujo tem se esforçado e ronaldo tb sabe jogar.
      a volância não está tão ruim quanto parece.
      o time até cria várias oportunidades durante a partida, mas perde muitos gols.

      • wanderpc82

        Não consigo ver essa criação e oportunidades de gol.

        Se não fosse aquela enfiada do Trauco para o Guerrero, creio que passaríamos aperto contra o CAP, justamente pela falta de composição no meio-campo.

        E graças a Deus o gol do Diego saiu com aquela bola que sobrou pra ele.

        Depois disso o CAP dominou a partida até o fim.

        O Flamengo está sofrendo pra criar, pra segurar a bola no campo alto do jogo, e isso não é apenas de 1 jogo, são de várias jogos, e é culpa do Zé que está aproveitando mais os volantes do que os meias do elenco.

        Espero que essa formação com 2 volantes seja provisória, pois se continuar com ela mesmo tendo muitos meias no elenco (Paquetá, M. Sávio, Conca, Diego, Éderson, Trauco), vai ser triste pra mim.

        Medo de ser ofensivo, de impor o jogo, de segurar a bola no campo alto do campo com toques, ditar o ritmo do jogo, é isso que precisa ser feito.

        • DefendaSeuDinheiro

          guerreiro e cirilo perderam gols na boca do gol…

          • wanderpc82

            Enfiada bonita do M. Sávio pro Cirilo.

            Se o Fla tivesse os volantes que tinha quando eram Elias e Renato, aí tudo bem, pode colocar 2 volantes, pois eles são ofensivos.

            Mas não é realidade, MA, Arão e Rômulo são lentos, não fazem tabelas, e o que melhor fazem é ajudar com bolas aéreas no ataque.

          • DefendaSeuDinheiro

            Arão ajuda nas triangulações com lateral direita, às vezes até na área e faz gols. Dos volantes é o mais ofensivo, mas como precisa ajudar muito na marcação, ataca pouco.

          • wanderpc82

            Concordo que o Arão tenha liberdade pra subir e ser o fator surpresa, como se fosse um zagueiro subindo ao ataque, mas é só isso.

            Os gols de Arão são na maioria de cabeça, e justamente pelo fato dele não tabelar e ser pouco incisivo.

            O Arão ele pára, pensa e toca, mas se for pra pega rum jogo intenso, que dependa de raciocínio rápido, estamos lascados com o Arão, pois ele é lento.

            E essa lentidão se pôde perceber nos últimos jogos com bola perdidas por ele no meio-campo nas vezes que se aventurou no ataque e tentou chegar próximo da grande área.

          • Thiago

            NA verdade temos bons volantes, o problema é que o ZR prioriza os mais ruins. Se o time jogasse com ROnaldo, cuellar, o prorprio mancuello de volante o time renderia, mas como vc quer que o time seja criativo como vc mesmo disse, o MA nao sabe tocar pra frente, o arão tem que ajudar o MA na marcação, mesmo o MA sendo um “expert na marcação e na cobertura”, so ver que o arão foi o lider de desarmes ano passado e caiu drasticamente de produção ofensivamente, fora que ele tem que ajudar na saida de bola. AI vc tem dois pontas que nem se aproximam do diego nem do guerrero, no maximo o everton que faz isso. Treinador acha que o time so tem que viver de jogadas de linha de fundo.

  • Nick Sousa

    Trauco, Mancu no meio e Éderson daria um upgrade, e o auge com Diego, Conca e Éverton Ribeiro, e logo o Vinícius Jr. Expectativas são boas

    • Thiago

      pena que o ZR nao pensa assim…. So uma duvida, vc é quem estava hoje no resenha ?

      • Nick Sousa

        Não

  • Fla 2017

    O elenco do Flamengo está cheio de velocistas correndo tanto que não têm lucidez para tomar a decisão correta nas proximidades da grande área.