Home Colunas O Flamengo visto pelo mundo

O Flamengo visto pelo mundo

4692
33
SHARE

Em agosto do ano passado, o mundo inteiro viu o Brasil cantar “sou Flamengo” na abertura dos jogos olímpicos. A música de Jorge Bem Jor, que serviu de enredo da cerimônia, relata nada mais do que algo que está na cultura e no dia a dia do brasileiro, o Flamengo.

Tendo a maior torcida do Brasil, é claro que o Flamengo não se restringe somente às terras canarinhas, a cada dia que passa, conquistamos cada vez mais o resto do mundo. Após o planeta se render ao time de Zico e companhia em 81, o clube nunca esteve tão visto aos olhos gringos quanto nos últimos anos, a presença de jogadores como Guerrero, Trauco e Diego, fizeram com que a marca “Flamengo” fosse mais vista perante a mídia internacional. É aquilo que a diretoria vem tentando fazer, a chamada “internacionalização da marca Flamengo”.

Sempre falamos em “títulos internacionais” para nos referir ao crescimento de um clube fora de seu país, a diferença é que o Flamengo tem crescido sem ainda nem ter conquistado um título expressivo fora do Brasil ainda.

Isso é mais visto quando observamos o número de engajamentos e seguidores nas mídias sociais, nos últimos meses o clube cresceu o número de seguidores em inglês e espanhol, exemplo disso foi uma ação recente do clube no Facebook, em 30 minutos, o engajamento apenas de peruanos foi de mais de 2.5 mil curtidas e 300 respostas foram registradas na publicação. O Peru desbancou os Estados Unidos e assumiu o segundo lugar da página ainda ano passado, hoje são quase 94 mil (ou 0.9% da base) contra os 40 mil fãs norte-americanos (nº de 2016). Pensando no gigantesco público sul-americano, o clube produz conteúdo em espanhol por diversas plataformas, assim como também faz em inglês.

Outra grande marca conquistada é a FlaTv, nos últimos seis meses, a página ganhou 127 mil novos assinantes, ficando atrás apenas do Barcelona-ESP no ranking mundial de times. Depois da equipe catalã e do Flamengo, vem em terceiro lugar o Manchester City, com acréscimo de 124 mil assinantes no período, seguido por Real Madrid, com 119 mil, e Arsenal, com 100 mil. O canal é o que mais cresce no Brasil e 2º no mundo, contando hoje com mais de 379 mil assinantes.

Além das redes sociais, a imprensa internacional passa a falar de Flamengo cada vez mais, o clube conta hoje com cerca de 7 estrangeiros, Colombianos, Argentinos e Peruanos, tendo o Peru como um dos que já se acostumaram com as manchetes falando de Flamengo. Diego também é destaque no quesito assunto de imprensa, tendo passado mais de 12 anos na Europa, o bom desempenho no Fla tem chamado a atenção da imprensa europeia. Os jornais sul-americanos têm destacado a participação e a força do elenco rubro-negro para a libertadores, onde muitos, colocam o Fla como um dos favoritos ao título.

O resultado de toda essa exposição já começou a fazer efeito no bolso do clube, a Carabao, marca tailandesa,  será em 2018 o patrocínio master do clube, sinal de que a marca Flamengo tem ganhado força e ganhará ainda mais com a conquistas de títulos, que esperamos que seja em breve. Que outros Carabaos cheguem ao mais querido.

Twitter… Siga-me os bons! 

Matheus Gonzaga. SRN!

Comentarios

comentário

  • André N Lessa

    Matheus,
    Obrigado pela compilação dos dados.
    Para mim ficou faltando, ou a empresa está devendo, saber quais ações a Adidas está fazendo/patrocinando para a internacionalização da marca Flamengo.
    SRN

    • Vinícius Quintanilha

      Se o Flamengo fizer a parte que lhe cabe ganhando títulos internacionais importantes, a internacionalização explode!

      • Glauco

        Sim, mas seria bom que o campeonato brasileiro fosse transmitido para toda a América Latina e América do Norte

        • EuMeSmObYmYsElF

          é transmitido mas não é fácil achar.. pra assisitr o PFC aqui custa CAD$ 19,99/mês (extras, fora do pacote de tv) e numa provedora que nunca ouvi falar. enquanto Globo tiver o monopólio dos direitos, nunca veremos campeonato brasileiro nos canais principais de esporte na gringa..

          • Glauco

            Se não me engano, nesse último contrato assinado com a Globo para transmissão do Brasileirão não estava incluso os direitos de transmissão para fora do Brasil, mas ele só entra em vigor em 2019.

    • João

      Acho que não muita coisa. A única coisa que sei que fizeram foi colocar a camisa do Flamengo em algumas lojas espalhadas pelo mundo, coisa que vi depois uma matéria falando que depois do início do patrocínio e atualmente te já não se encontra com facilidade. A Adidas deveria aumentar a exposição.

      • João

        Vinicius, concordo com vc, a maior exposição do clube são os títulos de expressão.

    • Eduardo de Freitas

      Tem uma matéria aqui informando que a Adidas vai investir mais na internet, isso pode ser bom para a gente. Leia o artigo é interessante. SRN

  • Vinicios Mendes

    Mas faltam títulos pra expandir ainda mais, uma libertadores por exemplo levaria nossa marca pra toda a América e pro Mundo disputando o Mundial, ja ganhando uma sul-americana a exposição poderia ser ainda maior, pois além de expandir pra mais países sul-americanos ainda encheria estádios no Japão na Copa suruga, ( somos formadores do maior ídolo futebolístico do Japão.) E ainda disputariamos a EuroAmericana, (competição disputada entre o campeão da Sul-americana e da Europa league.), A chape por exemplo além de jogar com o Barça no torneiro amistoso, pode enfrentar o Manchester United se eles forem campeões da Europa league.

    • Vinicios Mendes

      A adidas poderia organizar um jogo tbm com um time da top five, a Carabao ja planeja fazer contra o Chelsea em um futuro próximo.

    • Flamaster_Canada

      Vinicios,

      Um produto sem conteúdo é uma promessa furada.

      SRn

  • Vinicius

    A internacionalização da marca ainda é pequena perto do potencial do clube. Mas infelizmente isso não depende apenas de nós…

  • Flamaster_Canada

    Mi amiguelitos,

    Se o Fla ainda se encontra perdendo pra timeco de alemão mexicano lá no Chilipeppers, esqueçam qualquer tentativa de valorização da marca, clube ou seja lá como vocês querem chamar isso.

    Real Madrid e Barça, por exemplos, matam a cobra e mostram a cobra morta. Right now, eu lhes pergunto, então: não seria uma tremenda burrice se anunciar um produto que dá indigestão ou é associado aos fracassos?

    Primeiramente, títulos. Segundamente, va2co. E, então sim, um trampo de marketing em cima das glórias. Porque, embora sejamos o Maior do Mundo, lançar qualquer campanha publicitária em cima de mitos… mentira tem pernas curtas, sim senhor… me pareceria um belo tiro calibre 200mm contra o próprio pisante.

    Esqueçam essa tal de internacionalização da grande piroca chamada Flamengo. Pelo menos por enquanto. Se ainda estamos perdendo para os alemão inter-regionais, é porque o Urubu não está pronto para alçar, para exaltar, voadoras de alta altitude. O Flamengo ainda, infelizmente, se encontra atrofiado e débil, resultado de muito tempo se relacionando com esses microrganismo protistas locais é este mesmo, virou meio que café-com-leite também.

    De altitude para atitude, porra, Flamengo, continuará a nós envergonhar perdendo pra timinhos afins que até os inferiores, miúdos foguinho e genérico-PR conseguiram arrastar pro mato?

    Flamengo: cale a boca porque seu marketing sucks hard, cesse com as nossas vergonhas coletivas como a de quarta passada e nos traga um, dois, três e etc títulos de expressão (e sem nunca parar).

    E esqueçam fazer qualquer tipo campanha internacional em cima de derrotas. Se o fizer, terão o pior delirium tremens da história da humanidade depois que os efeitos inebriantes se dissiparem como peido ao ar.

    Estamos hipnotizados pela nossa própria grandeza que deixamos de perceber o quanto campanhas publicitárias, ou até o marketing do boca-a-boca, fora de hora poderiam nos causar danos que levariam gerações para esquecê-los, e recuperar-se a reputação perdida seria o novo objetivo de décadas à frente, ao invés de títulos.

    Renome é o que terroriza os alemão e vende jornalecos. Caso ao contrário, maluco iria comprar desentupidor de ralo para servir no jantar como se fosse coca-cola.

    Então, por misericórdia, não sejam tão irresponsavelmente burros. Fechem essas matracas pra ontem.

    Flamengo Sempre e Adiante

    • Tucano

      Concordo com vc. No flamengo só se preocupam com situação econômica e internacionalização do clube. Entendo isso, mas tem um limite isso, o flamengo como um grande clube de futebol tem que mostrar futebol acima de tudo. A nação e o nome flamengo São grandes por causa do futebol. A atual gestão é muito boa no quesito finaceiro, mas futebol nem sonham entender. Bandeira, Caetano, Zé Ricardo têem o dedo podre pra escolher as contratações, (aliás todos tem e mesma personalidade; lentos, passivos, de pouca conversa) e o Zé pra escolher o time em campo. Rever, vaz, Arão e Rômulo são super lentos e não acompanham a movimentação do adversario, aí fica difícil, sem falar em contratações de jogadores doentes. Rever, mancuello, Ederson, Conca, todos com histórico de contusões crônicas e já sem força física. Pra internacionalizar primeiro tem que ter jogadores que joguem o futebol atual e que joguem bem, depois sim mostrar pro mundo ou do contrário vamos ser motivo de chacotas internacionais como temos sido nos últimos dois anos no Brasil. Temos estrutura, temos dinheiro mas não temos futebol a altura do nome flamengo e a altura da.nossa torcida, A NAÇÃO RUBRONEGRA.

  • jorge amaral

    Realmente, parabéns ao Flamaster_Canada, pois concordo com ele. é necessário primeiro ter time e conquistar, para depois falar aos quatro ventos. Vamos contratar um técnico de renome no inglês ou nao alemão. Já acabamos com a corrupção e o dinheiro não é problema.

  • jorge amaral

    falou dizer que se ganhar a libertadores com esse timinho vai passar uma vergonha no mundial. Caso passasse para jogar com o Bayer, Real o Barça, tomaria uma goleada humilhante, que perderia mais torcedores.

    • Flamaster_Canada

      Santos x Barcelongas em 180 minutos.

      4 vira, 8 fecha!

      12 gols sofridos e nem unzinho marcado.

      Ah, Gaymar estava em campo! Nos dois jogos. Um para cada lado e no segundo foi “obrigado” a humilhar o próprio clube que o projetou para as paradas de sucesso.

      Já imaginou o Vinicius Jr. canetando, chapelando e rodando a baiana com o Vaz? hehehe

  • Magnum Henrique Ofic

    Ufa, até que fim estou lendo algo com conteúdos verdadeiro e nao com palavras retiradas de outros blogs.

  • Eduardo de Freitas

    O Flamengo já é um clube muito conhecido porém pouco visto e a internacionalização da marca só vai explodir mesmo com jogos transmitidos para fora do país de maneira mais organizada, ou seja por enquanto só na libertadores que iremos aparecer; enquanto os clubes deixarem na mão da CBF ela jamais vai permitir concorrência com a seleção brasileira, ela não respeita a data FIFA, ela não possui um plano para a melhora do calendário e nem para dar aos clubes uma maior visibilidade internacional como por exemplo com períodos disponíveis para disputas de torneios internacionais, é complicado pois tudo isso conta com a autorização dos próprios clubes.

    SRN #VamosFlamengo

  • BVZ Top

    Agora que a Libertadores é o ano todo, e o Flamengo estará nela todos os anos, vai ajudar a internacionalizar. Daí daqui uns 2 anos, trazer alguém de um peso de um jogador top 20, é o quê mais vai internacionalizar após participações em libertadores e mundiais constantes.

  • Alexander Copello

    Flamengo, precisa sim preparar terreno para um marketing agressivo para internacionalizar a marca…mas como disseram aí embaixo…título é essencial. Muito do fato do Flamengo ser mais conhecido que times dos outros eixos…se deve ao simples fato de ter sede na cidade mais conhecida pelos gringos, hermanos e outros vizinhos. Maracanã lotado sempre foi a maior propaganda do time…os gringos saem do maracanã e vão direto comprar blusas do time…tanto que os jogos mais citados nas mídias internacionais (que não teve como tema violência) foram nossa final de 2013 na copa do Brasil…que estava cheio de turistas gringos famosos nos camarotes e nossa estréia na liberta.
    Por estas e outras que ainda tenho um fio de esperança do maraca vir para gente ( cada x mais longe)…o maraca e o flamengo (juntos) vão ser mais famosos que o cristo redentor.

  • Douglas Galvão

    Com o Zé de treinador é quase impossível.

    • Marcio Sgaria

      Concordo plenamente

    • Mayko Priscila Krakeker

      Esse zé ta me fazendo perder o tesão de ver meu flamengo,nosso time não joga um futebol minimamente envolvente,é só linha de fundo e cruzamento,ou lançamento daquele imbecil do vaz e toquinho pro lado,sem jogada trabalhada…porisso que sempre da em media 60% de posse de bola,mas sem objetivo nenhum…cansei de reclamar aqui e vir as ricardetes falar de melhor campanha em pontos corridos como se isso valesse mais que o titulo de 2009…

      • Vinícius Presto

        Rapaz, é o que ele saber fazer. Espero que nos surpreendamos mais a frente, mas até aqui o time dele é aquilo que tá ali mesmo. Não adianta, tudo que ele fala e faz de “diferente” sempre acaba afunilando para a mesma coisa. Está com um baita elenco em mãos e se não passar ao menos da primeira fase na Libertadores, pode demitir mesmo.

        • Mayko Priscila Krakeker

          mano eu acho um erro esperar a vaca ir pro brejo pra demitir,embora o aproveitamento em percentual seja bom,o time não empolga,não joga um futebol de campeão nem apresenta novidades,sem falar da preferencia por alguns jogadores que ja virou paixonite aguda..devia ter sido mandado fazer cusos e se preparar pra assumir o time daqui uns 2 anos e ter contratado outro tecnico,poderia ser o abel mesmo que é bom tecnico,a torcida é que pega no pé,vejam o jogo que faz o fluminense muito mais envolvente que o nosso..

          • Vinícius Presto

            Entendo Mayko, mas demissão agora não vai rolar mesmo. E pior, se demitissem ele agora, de certa forma qualquer merda que desse lá na frente, iam falar que ele tava bom e tals… O certo agora é deixar e torcer para que façamos uma boa Liberta. Se um vexame pintar, ele vai rodar, isso é certo. Com um baita elenco desse a pressão sempre será nas costas do treinador. SRN!

  • Bruno Martínez

    Tem é que ganhar títulos,desde de 2013 que não ganha nada relevante. Flamengo é gigante no Brasil e na América do sul mas no mundo nesse “momento” é pifio.A caminhada ainda é muito longa.

  • DG Silva

    Vamo ganha a liberta galera. Capacidade nós temos. Vejo o Flamengo esse ano com apenas um concorrente direto, uma pedrinha no sapato. Uma pedrinha verde.

  • Bruno Rezende

    Que essa diretoria é fantástica e fez o Flamengo voltar a ser Flamengo, é inegável. Que estamos vivendo um momento fantástico administrativamente, organização, etc, igualmente inegável.
    Mas acho que precisamos agora parar de nos auto elogiar e colocar a faca nos dentes novamente. Em campo, jogar com a disposição e a entrega como se fôssemos um elenco inferior. Dar 110% em todos os jogos, e 150% nos jogos decisivos. Acho que está faltando apenas isso para os resultados começarem a aparecer.

  • Calma gente, falta muita coisa ainda. Os fãs peruanos cresceram em virtude de Trauco e Guerrero. Temos muitas curtidas na terra do tio sam, pelo grande número de brasileiros, que lá residem. O Flamengo precisa se impor em campo. E se quiser ser respeitado que faça por onde. Porque “Like” e “joinhas” não ganham jogo.

  • Ibsen Perdigao

    Infelizmente ainda não somos ninguém. Não da pra comparar com Europa. Nenhum time brasileiro representa nada. Apenas localmente somos forte. Mas restrito ao Brasil .

  • sergio

    CadA vez que vejo alguem reclamando do time, me lembro que esse mesmo que reclama hoje e o que aplaude amanhã kkkkk, esse que corneta o tecnico o qualquef jogador e o mesmo que quase teve um orgasmo quando soube de sua contratação, simples e muitp facil falar depois do acontecido