Home Colunas Inteligência Emocional – Trunfo do Flamengo 2017!

Inteligência Emocional – Trunfo do Flamengo 2017!

4425
31
SHARE

Inteligência Emocional (IE) é um conceito em Psicologia que descreve a capacidade de reconhecer e avaliar os seus próprios sentimentos e os dos outros, assim como a capacidade de lidar com eles. Em suma, é como você lida nos momentos em que seu emocional é colocado à prova, como você se comporta perante as dificuldades e consegue utilizar o emocional à seu favor. Um conceito que vem sendo aplicado ao Flamengo atual.

Zé Ricardo tem 49 jogos à frente do Flamengo, com 29 vitórias, 11 empates e 9 derrotas, está como treinador desde maio de 2016, conduziu o Flamengo ao terceiro lugar do brasileiro do ano passado, mas agora em 2017, finalmente, parece que Zé conseguiu colocar em prática tudo o que queria.

Diferente de 2016 quando assumiu o controle do ônibus em movimento, esse ano Zé Ricardo parece ter tido o tempo necessário para imputar ao Flamengo a utilização da Inteligência Emocional, e o time parece assimilar exatamente qual a filosofia do treinador.

O Flamengo este ano venceu 8 jogos e empatou apenas 1, fez 21 gols e sofreu 2, aprendeu a se impor contra times mais fracos tecnicamente e soube ser paciente contra times que jogavam fechados, prova disso é que quase 80% dos gols foram marcados entre os 30 do primeiro tempo e os 30 do segundo tempo.  É um dos times que mais passa e mais tem a posse de bola no campeonato.

Está aí talvez a maior característica do Flamengo de Zé Ricardo, A calma e paciência, características da IE. A inteligência emocional é adquirida com prática e autoconhecimento, algo que a cada jogo temos visto com mais clareza. Um time que se conhece, que entende suas dificuldades, não se afoba e parece bem seguro ante as dificuldades.

É um time equilibrado e consciente, e isso independe do nível claramente duvidoso do carioca, isso mostra que o time começa a dar sinais de maturidade. Saber jogar contra times inferiores tecnicamente é um passo importante para um time que é sabidamente de excelente nível técnico, e que ao longo do ano vai ter uma enxurrada de desafios como esse.

Zé Ricardo com seu jeitão conseguiu trabalhar a inteligência emocional do grupo que parece não se abalar com alguns momentos de pressão, vide o jogo contra o vasco no último sábado. Esse trabalho psicológico iniciado ano passado já dava indícios de que seria um diferencial, ou você não lembra do jogo contra o Palmeiras, na casa do adversário, com um a menos, que a vitória por pouco não veio? Ou o jogo contra o Corinthians, em que estivemos atrás duas vezes no placar e tivemos tranquilidade para buscar o empate?

O time já sabia se comportar diante da pressão, faltava uma pitada especial para o tempero acertar o ponto, faltava toque de mestre na equipe, e nessa pré-temporada parece que Zé conseguiu esse toque. Além disso não se pode deixar de citar a bela capacidade de encaixar as peças no elenco, harmonia é um grande quesito para definir um time campeão e a do Flamengo com certeza passa por 2 jogadores: Diego e Réver, que chegaram, entenderam o espírito rubro-negro e capitaneiam esse time com maestria.

Enfim, para muitos o ano está apenas começando e é prematuro dar esperanças de que será um ano diferente, mas para ganhar uma maratona o sprint inicial é tão importante quanto o final, e o nosso sprint inicial está deixando os adversários bem para trás!

Com calma e tranquilidade vamos empilhando gols, quebrando tabus, alcançando vitórias e dando ao torcedor a expectativa de enfim termos um ano à altura do Flamengo. Que venham os títulos, e que a Inteligência Emocional se destaque, pois os maiores desafios ainda estão por vir.

SRN!

Jerônimo Simeão Júnior

#ColunaDoJJ

Concorda? Discorda? Comente e Divulgue! Ah! e se quiser saber mais sobre o Mengão segue lá no Twitter !É Mengão 24 horas!

 

Comentarios

comentário