Home Colunas Existe ‘Diego dependência’?

Existe ‘Diego dependência’?

939
43
SHARE

Que o craque Diego faz falta ao Flamengo não é segredo nenhum, e em qualquer clube do futebol brasileiro faria também, mas a grande preocupação é sobre uma possível dependência do nosso maestro.

O Flamengo mostrou uma queda de rendimento acentuada nos últimos dois jogos, eu sei que se trata do bizarro Campeonato Estadual do Rio de Janeiro, onde a motivação é baixíssima, mas de qualquer maneira são testes, dos quais o já classificado time rubro-negro não passou, ainda que também não tenha sido derrotado.

E ficou bem nítido que a falta de criatividade na armação das jogadas tornou o Flamengo previsível em suas investidas no ataque, sem muita imaginação para criar, o time insistiu em bolas aéreas, e as tabelas foram fracassadas na maioria das vezes.

Nenhum dos substitutos de Diego conseguiu desempenhar esse papel com o mínimo de competência, e o ataque do Flamengo se tornou presa fácil para a defesa dos adversários, mesmo com todas as limitações das equipes que enfrentamos.

Se no fraco FERJÃO o resultado pouco importa, na Libertadores da América um possível desfalque de Diego pode abrir uma brecha irreparável, e complicar a nossa vida, Zé Ricardo precisa trabalhar esse caso para evitar problemas futuros.

Devo admitir que a ausência do Guerrero foi sentida também. Mesmo que não seja em relação aos gols, quesito o qual o astro peruano sempre deixa a desejar, mas realmente, a bola não para lá na frente sem ele, o nosso camisa 9 faz muito bem essa função.

Entretanto, me recuso a cogitar a possibilidade de falar sobre uma possível ‘Guerrero dependência’… Bullshit! Como diria o Padre Quevedo: “Isso non ecziste!”, os centroavantes que entram fazem gols, aos trancos e barrancos, sem armação de jogadas, mas fazem, já o Guerrero…

Voltando ao assunto original… Encontrar um substituto à altura de Diego não é uma tarefa simples, certamente teremos uma perda técnica sem ele, mas temos que amenizá-la o máximo possível, o time precisa criar jogadas sem o Diego em campo, pô!

O treinador Zé Ricardo bem que tentou com Mancuello, seria a saída óbvia, mas acho que se esqueceu de treinar as jogadas com o argentino, ou será que depois que o nosso camisa 11 foi pra ponta desaprendeu a jogar pela sua posição de origem? Não ficou maneiro.

Lucas Paquetá tem tudo para fazer sucesso, clássico, o moleque tem um futuro que promete, e muito, mas agora, no presente, ainda precisa amadurecer em alguns fundamentos para jogar em competições mais importantes, nada que o tempo não ensine naturalmente para a nossa pérola da Base, assim como Matheus Sávio.

E o Conca? Bem, o Conca seria o cara ideal, já está voltando aos gramados, mas tenho lá um receio de que não tenha tempo para mostrar todo o seu repertório aqui no Flamengo. De qualquer forma, estamos nos dando ao luxo de ter o Conca no banco, pelo menos por enquanto, que fase!

Enfim, não acredito que o Flamengo precise contratar para a posição, mão-de-obra não é o problema, temos um elenco qualificado, só é preciso ensaiar jogadas para fugir do óbvio nessas ocasiões.

Que os deuses do futebol estejam com o Flamengo!’

Vinny Dunga

Siga no Twitter:  twitter.com/DungaVinny (@DungaVinny)

Curta no Facebook: facebook.com/ColunaDoVinny

Comentarios

comentário

  • Wesley Paulo Cruz

    Belo texto Vinny. Acredito que o Flamengo só subiu de patamar ano passado, após a chegada de Diego, o que gerou um efeito cascata, melhorando o nível de vários jogadores razoáveis do elenco. O Ferjão é desmotivante, e não funciona nem como pré-temporada mais, isso é visível. Quanto a Matheus Sávio e Lucas Paquetá, é bom que eles amadureçam logo, pois Diego mais novo que eles já era o maestro do Santos na conquista de um Brasileiro, ainda na era do mata-mata. Pra exercer essa posição de meia armador, não basta só talento, precisa ter inteligência e chamar o jogo para si, que é o que falta nos moleques. Saudações RN. #TeamColuna

    • Vinny Dunga

      Valeu, meu confrade!
      É isso aí…
      Estamos juntos! #TeamColuna

  • Felipe

    Alguns jogadores atrapalham o crescimento do Flamengo: R. Vaz, M. Araújo, Gabriel, Everton(muita correria e raça porém na técnica é fraquíssimo), Cirino(vamos tomar prejuízo não tem jeito) e Damião(não vale a pena pois já temos o Vizeu e o Lincoln subindo).

    • Vinny Dunga

      Calma, amigo…
      Também não é pra tanto!
      Abraço! SRN!

      • Felipe

        Valeu Vinny Dunga mas realmente esses caras no quesito técnico deixam a desejar e por mais que o Alan goste muito do Everton ele é fraco, se querem jogar com jogadores nas pontas, prefiro que seja invertido como faz o Barcelona onde o canhoto joga na direita e o destro na esquerda, assim temos jogadas tanto por dentro como por fora, do jeito que está são sempre as mesmas jogadas com bola levantada. Berrio na esquerda e Everton Ribeiro(caso venha), Conca ou Mancuello na direita.

        • Vinny Dunga

          Boa ideia, mas vamos ver o que o Zé pensa.
          Esse time é um dos melhores do Flamengo que já, pós década de 80.
          Com Márcio Araújo e cia.
          Abraço! SRN!

  • Gabriel Silva

    Fala meu amigo Vinny! Texto sensacional!

    “Bem, o Conca seria o cara ideal, já está voltando aos gramados, mas tenho lá um receio de que não tenha tempo para mostrar todo o seu repertório aqui no Flamengo”

    Bom, lembro que o Bandeira deixou bem claro que se desse tudo certo, iria tentar uma renovação, que era uma possibilidade. E pode pesar muito pro Conca. Já fez o dinheiro dele, uma renovação caso se torne ídolo do rival que ele jogou, estando no Brasil, pode ser bom pra ele!

    “De qualquer forma, estamos nos dando ao luxo de ter o Conca no banco, pelo menos por enquanto, que fase!”

    Com certeza! kkkkk

    • Vinny Dunga

      Fala Gabriel!
      Valeu, meu amigo!
      Vamos ver como vai ficar o caso Conca no Flamengo, a expectativa é enorme.
      Abraço!

      • Gabriel Silva

        Acho que vai da Liga sim!!! Abraços!

        • Vinny Dunga

          Oremos…

  • Almir Ribeiro

    Existe sim de uma certa forma. Sem Diego fica claro a falta de um “cérebro” no time. Mancuello que deveria ser, é escalado de forma equivocada para mim na direita, ele deveria fazer o meio mais a frente e na esquerda aonde está acostumado , Arão vindo na Armação e Rômulo compactando o meio com os Zagueiros. Isso seria o ideal, o certo. *Mancuello pela esquerda, Arão e Diego na criação e Berrío na direita (outra boa formação). Conca entrando: Conca na criação com Diego, e Arão mais no meio com Rômulo. Em um 4-4-2 fácil. O problema é o Zé insistir em jogar só de uma forma e sacrifica os jogadores. Escalando fora de posição. Priorizando assim o esquema e não o jogador. Isso é claro para mim.
    **Diego é imprescindível. Isso é bom, mas é ruim ao mesmo tempo. Quem seria o seu substituto? Mancuello, mas na sua posição, treinando na sua e não inventando moda. Acho pouco claro, tinha que ter mais um. Conca, ok, mas tem prazo para deixar o clube e depois…penso no longo prazo. Por hora da para levar, mas pode ser sim um problema quando ele tiver que sair por convocação, contusão…complica.

    • Vinny Dunga

      Perfeito Almir!
      É exatamente isso.
      Abraço! SRN!

  • Marcel

    Legal o texto.
    Sofremos sem dúvida de uma “Diegodependência”.
    Sua sugestão de treinar jogadas para suprir a ausência dele é ótima, mas cá entre nós, não parece ser o forte do nosso técnico.
    Mancuello não é armador de origem, não vai render ali. Arão caiu vertiginosamente de produção, e com o retorno de MA, nosso meio está ofensivamente inerte. Sobra ir levando a bola para as pontas e tentar o chuveirinho. Voltamos ao Muricyball.
    Espero que Diego volte bem. Sem esse cara, o time volta ao que era a exatamente um ano atrás!!

    • Vinny Dunga

      Fala Marcel!
      Realmente, o Zé Ricardo tem que evoluir nesse sentido.
      Mas acredito que podemos criar boas opções para essa situação.
      Valeu! Abraço!

    • Luis Paulo Pinheiro

      Diego, hoje em dia, no Flamengo é insubstituivel.
      Não falo apenas pelo aspecto técnico, mas, tambem pelo lado emocional do elenco.
      Na minha visão até a chegada de Diego o Mengão tinha um elenco muito agua-com-açucar, sem grandes aspirações, sem liderança. Basta nos lembrarmos do Brasileirão/2015 e do 1º semestre de 2016.
      Parecia, para mim que estou de fora dos vestiários, que tanto fazia perder quanto ganhar, para os jogadores estava tudo bem.
      Junte-se a isso a passividade de nossa diretoria e de alguns profissionais que por aqui passaram, como Jayme de Almeida, Osvaldinho e Cristovão e tinhamos um dos elencos mais ACOMODADOS do mundo.
      Acho que com a vinda do Diego ganhamos aquela vontade de ganhar que haviamos perdido nos ultimos anos.

      • Marcel

        Exato!

      • Vinny Dunga

        Muito bom, Luís!

  • Almir Ribeiro

    Existe sim de uma certa forma. Sem Diego fica claro a falta de um “cérebro” no time. Mancuello que deveria ser, é escalado de forma equivocada para mim na direita, ele deveria fazer o meio mais a frente e na esquerda aonde está acostumado , Arão vindo na Armação e Rômulo compactando o meio com os Zagueiros. Isso seria o ideal, o certo. *Mancuello pela esquerda, Arão e Diego na criação e Berrío na direita (outra boa formação). Conca entrando: Conca na criação com Diego, e Arão mais no meio com Rômulo. Em um 4-4-2 fácil. O problema é o Zé insistir em jogar só de uma forma e sacrifica os jogadores. Escalando fora de posição. Priorizando assim o esquema e não o jogador. Isso é claro para mim.
    **Diego é imprescindível. Isso é bom, mas é ruim ao mesmo tempo. Quem seria o seu substituto? Mancuello, mas na sua posição, treinando na sua e não inventando moda. Acho pouco claro, tinha que ter mais um. Conca, ok, mas tem prazo para deixar o clube e depois…penso no longo prazo. Por hora da para levar, mas pode ser sim um problema quando ele tiver que sair por convocação, contusão…complica.

  • – Ryan –

    Com ctz o time muda mto com o Diego em campo, criatividade, raça, finalização, então digo q temos uma Diegodependência, mas ele veio justamente pra ser o maestro em campo, ser a referência, tem tudo pra ser o melhor jogador dos torneios que disputarmos esse ano. Acho difícil a possibilidade de termos dois maestros fora de série no elenco, o Conca acho que poderia mto bem fazer a do Diego de uma forma decente na sua ausência, mas ainda é uma incógnita. Como já explanado o Paquetá é um jovem em ascensão. Mateus Sávio tá se mostrando um jogador comum nada demais. Se o Everton Ribeiro vier joga por ali fácil fácil

    • Vinny Dunga

      Boa Ryan!
      Abraço! SRN!

  • Ltom Macêdo

    Trouxeram zagueiro e o Diego. Ainda quere falar mal do Muricy

    • Luis Paulo Pinheiro

      Até concordo que o Muricy não possuia estes zagueiros atuais e nem o Diego.
      Mas vou fazer em relação ao trabalho do Muricy a mesma critica que faço ao pofexõ Luxemburro:
      APESAR DE CONTAR COM UM ELENCO LIMITADO PRECISAVA O TIME SER TÃO BAGUNÇADO EM CAMPO?
      Cito como exemplo do mau-trabalho do Muricy aquela partida contra o Vasco, semi-final da Taça Rio 2016, senão me engano. Fomos derrotados por 2 x 0. Não demos 01 chute no gol deles. Alguem acredita que o Vasco tinha elenco melhor que o do Flamengo?

      • Evandro Caldeira

        Acho que deveria deixarem de criticar o Muricy, nem concluiu o seu trabalho, o próprio disse que era a médio e longo prazo o seu trabalho, que o objetivo era ficar entre os 4 do brasileirão e quando Muricy mirava uma competição ele quase sempre alcançava, pois era tudo novo no Flamengo, cada treinador tem seu estilo de trabalhar, para vc e uma maioria ele não presta, não vale nada, mas é um treinador campeão e aqui não ia ser diferente, talvez fosse fazer o melhor trabalho de sua carreira. Muricy tem ganância por títulos, diferente do Aprendiz!

        • Luis Paulo Pinheiro

          Concordo com voce com relação ao Muricy ser um treinador campeão. E tambem concordo que o Zé Ricardo é um Aprendiz, como voce citou acima.
          O que eu quis dizer é que, para mim, o trabalho do Muricy não daria certo nem a curto, nem a médio e nem a longo prazo.
          Esses medalhões (Luxemburgo, Abel, Muricy, Osvaldo, Ney Franco, Joel e outros) já tiveram seus dias de glória, mas, hoje em dia estão completamente ultrapassados. Não sei se eles não conhecem nada do que é praticado no futebol atual ou se, pior, sabem e não conseguem por em pratica em seus times.
          Não sou defensor intransigente do Zé Ricardo. Acho que ele pegou um time mal-treinado. Recebeu otimos reforços e ajeitou o time.Mérito dele.
          Mas justo quando precisavamos de ousadia, coragem, no final do Brasileirão/2016 ele se portou exatamente como esses medalhões citados acima.

          • Yan Balduino

            Análise perfeita

          • Evandro Caldeira

            Um zaga ruim daquelas o que vc esperava? Eu só via derrotas, empates e viradas! Muricy é um excelente treinador, ele envelheceu, mas não desaprendeu, falou que precisava de zagueiros e nunca foi atendido, tentou com Juan e Léo, poxa, Léo tem 1,83 é novo, rápido, mas é fraco e muito viu!

            Para vc e muitos ele é ruim, mas é super campeão e ia ser aqui também, infelizmente sua saúde chegou para se aposentar do setor, mas o velhinho era bom e muito bom mesmo. Ele avisou que a chegada do Damião ia atrapalhar Vizeu, acertou em cheio!

      • Ltom Macêdo

        Com os dois patetas era muito difícil. Nenhum time se arruma com aquela insegurança na zaga.

        Se o Muricy sabia algo era ajeitar um time defensivamente. Ele foi péssimo, mas nosso time titular era muito ruim.

  • Vinicios Mendes

    Não vai pedir pra improvisar o Márcio Araújo no meio não? Endeusa tanto ele que acreditei que nem citou ele.

    E complemente normal cair de rendimento quando seu melhor jogador sai, principalmente quando ele está em um nível bem acima dos demais do Brasil. opções temos muitas, mas o Diego e o único com técnica suficiente Para criar algo onde ninguém ver solução, o certo seria mudar talvez o esquema para não ficarmos tanto “reféns” dele, talvez aproximando mais os pontas e o Guerrero ou indo com 2 armadores, oque é improvável com o Zé.

    • Evandro Caldeira

      Também acho VM, com a ausência de Diego o ZR deveria ter um 2° esquema tático, 4-4-2, 3-5-2,4-1-4-1, 4-5-1 ou um 4-2-2-2.

      Somos totalmente dependentes do Diego e necessitamos de outro esquema urgente para a sua ausência e desrespeitar a filosofia criada que não se deve mudar o esquema, isso não está funcionando, pois o futebol e jogador brasileiro é inteligente, em um determinado esquema pode não render, mas em outro é possível que surpreenda, quem treina um time precisa ver isso com muita atenção.

      Um esquema com 3 zagueiros seria uma boa, sendo que entre os 3 escalaria o Léo que é novo, cheio de gás!

  • SylarK

    Existe. Graças a Deus temos um craque que faz diferença. Tomara que no futuro tenhamos outras dependências dessa

  • roberto

    acho muito estranho que se utilize o argumento da falta de motivação dos jogadores por conta de estarem disputando o ferjão. quem joga no flamengo tem de ter motivação de sobra só por isso. existe diego dependência? pergunta desnecessária. é só ver o time com e sem ele. fora ele os demais não são de chamar a responsabilidade. ficam só na assessoria. isso também acontece pela falta de variação tática do time. e aí não é mais pela ausência do diego, mas sim falta de opções táticas que o zr adota.

  • Silvio Marcelo

    Grande VINNY ..Mateus tá longe de ser uma jóia. ..mancu de meia não é a dele foi possível perceber isso ano passado quando foi escalado por lá vale o mesmo pro edersom mais como o zé ruela é burro insiste nisso…enquanto o conca não entra seria mais interessante escalar o paketa por ali até mesmo o adrian. .aliás o que aconteceu com ele ? Deve ter quebrado a perna esqueceram ele…

    • Evandro Caldeira

      Verdade!

  • Evandro Caldeira

    Vinny Dunga,
    Vc não gosta do Guerrero, mas ele segura lá na frente 2 a 3 marcadores abrindo espaço para Diego e outros que chegam, só isso, já faz uma gigante diferença relativo aos outros camisa 9 ou estou equivocado? Todos aqui sabem que ele não é, nunca foi um matador, mas é decisivo e muito inteligente!

    • Wesley

      ????????
      Concordo em gênero, número, e grau.

  • Ednei P. de Melo

    E continuamos sem saber onde colocar o Mancuello… &;-D

  • Wagner

    Numa boa, este questionamento só faria sentido se apenas o Diego houvesse saído do time!
    Saíram vários titulares, não dá nem pra avaliar se existe ou não a dependência!

  • Ltom Macêdo

    O anormal no futebol brasileiro é que um time que tem o Diego não dependesse dele.

    Não sei qual a celeuma disso.

  • marcondes Alves

    TODO time depende do seu melhor jogador, isso e normal. ou vc acha que vamos depender do marcio araujo.

  • Sergio Fabri

    Um cara diferenciado qualquer time do mundo sente a saída dele. O próprio porco ano passado em 6 jogos sem seu principal jogador Gabriel jesus com o elenco já que eles tinha sentiu. 2 v 2 empates e 2 derrotas. aproveitamento inferior á 50%. Foi inclusive o pior momento do time no campeonato que até o futebol em campo caiu e muito.Seleção sente ou sentia que era chamada de Neymardependencia. Qualquer time, seleção até o melhor clube do mundo como barça perdendo a sua grande estrela é normal o futebol diminuir em campo pois o diferenciado eleva fato o futebol do time em campo!!

  • André N Lessa

    Vinny,

    Temos a Diego referência! Isso ocorre tanto dentro como fora de campo.

    Isso tanto ajuda quanto atrapalha na medida em que o adversário pode colocar uma sombra nele e atrapalhar o seu rendimento em campo.

    Como bem lembrastes, na medida em que as outras opções forem se consolidando, Conca se recuperando fisicamente, Paquetá amadurecendo, etc, o Diego terá mais “amiguinhos da bola” para dialogar em campo e tudo tende a ficar mais fácil.

    Hoje em dia, o grande “parceiro” do Diego tem sido o “Parassistência” pela direita.
    Na esquerda se nota que o Trauco, até por ter começado como meia, começa a se arriscar a fazer uma rotação de posição com o Diego quando este cai pela esquerda e o peruano se infiltra pela meia esquerda mais adiantado aparecendo para uma tabela ou chute de fora da área.
    SRN

  • Lionel Dayne

    “os centroavantes que entram fazem gols, aos trancos e barrancos, sem armação de jogadas, mas fazem, já o Guerrero…”

    Já o guerreiro tem media de 0,7 gols por jogo. das maiores do Brasil

    Perde muitas chances sim. Mas se craques como g.jesus e Neymar arrebentam na europa e se vocês verem os jogosde barça e city(antes da contusão) os dois perdem muitas chances.

    Isso se chama posicionamento e oportunismo. Guerrero sempre fica livre por esses fatores acaba perdendo chances, mas esse ano ta desencabtando

    • Wesley

      Concordo plenamente. Guerrero é um dos melhores atacantes do Brasil, top five fácil. O pessoal tem muita má vontade com ele, pois colocaram na cabeça que o Flamengo estava contratando o Ibra, e estavam esperando os números do msm. Só que não foi, nem é assim. Guerrero é efetivo não só pelos gols, mas por passes, por fazer muito bem o pivô pro homem que vem de traz, por dificilmente perder uma bola dominada, coisas que eu não vejo o Damião fazendo, e o Vizeu tem muito que evoluir, e aprendendo com o Guerrero está muito bem.
      #SNR