O Flamengo e sua grande dificuldade em desapegar

Nos últimos anos o Flamengo tem demonstrado um apego a determinados jogadores que não se provam saudáveis às novas políticas de saneamento financeiro do clube, provocando um perfil deficitário na OLX. Quando o assunto é contratação, o Mais Querido até busca novas peças para seu elenco, mas tem uma dificuldade absurda quando o quesito é o desapego à jogadores às vezes questionáveis em seu plantel.

No mundo todo o negócio futebol funciona assim: Compra barato, vende mais caro. É óbvio, há times que compram caro e vendem mais barato, mas isto se dá porque o futebol é uma bolsa de valores. Faz-se apostas em jogadores que podem ou não corresponder.

Eu sei que, assim como eu, você também pode pensar que o Flamengo é o centro do universo e estar se lamentando pela contratação de Marcelo Cirino, mas no momento estou pensando na contratação de Fernando Torres pelo Chelsea por 58,50M de euros, que se provou um fiasco. Pode-se pensar também na contratação de Alexandre Pato pelo Corinthians por 15M de euros, vendido mais tarde por 3.

É prejuízo? Claro! No universo brasileiro ainda não estamos nessas condições, mas é imperativo que se faça apostas e que elas rendam frutos. Benfica, Sporting, Atlético de Madri, entre outros têm se especializado neste quesito e está na nossa hora também. Acontece que o Flamengo não só não se aproxima disto, como também se afasta demais ao não saber fazer uma boa análise de negócios. Vamos ver alguns.

Para ficar apenas na gestão Bandeira, em 2013 o Flamengo comprou Gabriel, Cáceres, Wallace, Paulinho, Hernane e Bruninho. Só estamos analisando negociações em definitivo. Não vamos falar de Carlos Eduardo, por exemplo, que foi um fiasco, mas era um empréstimo.

Entre Cáceres e Wallace o Flamengo lucrou. Ambos vieram de graça e renderam juntos aproximadamente 4M de reais. O paraguaio recebeu proposta para sair, quando muitos ainda questionavam sua não titularidade. Embora seja um jogador de bom nível, também era frágil e constantemente convocado. Seu contrato estava perto do fim e o clube fez bom negócio. Wallace, por outro lado, já vinha sendo hostilizado pela torcida há muito tempo e sua saída se deu mais por conta do jogador, do que pelo negócio em si. No final do ano o zagueiro já havia sido sondado e o Flamengo insistiu em segurá-lo. A venda se deu de modo interessante, mas este é só mais um caso para ilustrar o quanto o Flamengo se apega a jogadores medíocres.

O que dizer do menino Jamal, que foi contratado a peso de ouro (2,2M Euros) para fazer apenas uma ou duas boas partidas. Triste ver a quantidade de rumores de que Grêmio, Bahia, Corinthians e, pasmem, Inter, Roma, Sevilla e Shaktar Donetski teriam interesse no jogador entre 2013 e 2017. Está certo que há muitas especulações, mas é tudo mentira? Do Sevilla há até valores envolvidos e publicados em vários portais. Fato é que o menino, que fez 21 gols pelo clube em mais de quatro anos, já poderia estar respirando novos ares e ter fortalecido o caixa.

Mas as oportunidades não acabam por aí. O que dizer do Baidu antivírus que teve o contrato renovado por mais este ano? Por quê? Não seria uma contradição para uma posição que já conta com Rômulo, Cuellar e Ronaldo, que nunca tem oportunidades?

E Juan? Entendo que o jogador tem todas as honrarias pelos serviços prestados, mas deu para ver que não dura. E também pudemos ver no ano passado que sem ritmo não rende. Por que renovar?

O Flamengo não consegue desapegar de alguns jogadores e não sabe avaliar as oportunidades. Quem não lembra do assédio sobre Rafinha, Rodolfo, Paulinho? Se puxar pela memória sempre encontraremos estes casos. Claro que há casos como Kayke entre outros e avaliar aceitar proposta por Luiz Antônio antes que ele fizesse aquela besteira é muito difícil, mas há jogadores que os clubes por aí fazem propostas por burrice… ou só para lavar dinheiro.

Obs.: Muitas vezes as pessoas se confundem quando lêem as colunas e vêm comentar a nossa “análise depois que a coisa está feita” imaginando que o nosso intuito é denegrir o clube, criar crises. Não. Não é a nossa intenção. O Clube tem se modernizado e temos visto o quanto essa evolução é difícil. Ainda assim é preciso fazer reflexões sobre as coisas que não vão bem para que não ocorram novamente, ou para minimizar os prejuízos. Somos todos Rubro-negros e queremos o Flamengo no topo sempre. No campo e fora dele. Na venda de jogadores e na revelação da base. Dos títulos à venda de camisa. Até no cuspe a distância!

Anderson Alves, O otimista.

 

  • Madson Nathan França

    HAHAHAHAHA

  • Anderson Lacerda

    CORNETA, este tipo de comentário só atrapalha o bom ambiente temos um conjunto e precisamos parar com este caça as bruxas , primeiro lutamos pela saída de Marcio Araújo, depois Gabriel e mais recentemente Rafael Vaz, esta perseguição em nada contribui devemos curtir o bom momento do time e exaltar o trabalho feito.

    • Anderson

      Então o ideal é sentarmos e deixar acontecer? Não pode questionar nada?

      • Max

        Quando o time acerta nós comemoramos e damos os parabéns aos envolvidos e quando erra nós devemos cobrar, pois faz parte também.

        • Anderson

          Não é isso que estamos fazendo?

          • Max

            Isso mesmo, por isso eu concordo contigo. Te dei até joinha, o maluco. kkkk

          • Anderson

            Na ânsia de responder, meti o dedo auhauhauhauhauh
            É o costume. TMJ, Max.

    • Milton

      Concordo, alguns torcedores gostam desse caças as bruxas, Rafael Vaz, vi muitos aqui criticarem de montão, mas e aí? o cara tá jogando e dando conta do recado.

  • Ednei P. de Melo

    Até concordo que algumas contratações se revelaram verdadeiros fiascos. Mas em certos casos, elas podem não ter dado o resultado desejado pela torcida, mas também não foram essa “coisa ruim” toda que muitos pixam por aí…

    1. Gabriel e M. Araújo: embora não tenham se firmado, eles se mostraram muito úteis ao time em diversos momentos e em alguns casos, fundamentais para as vitórias conquistadas. Quem não se lembra do título do Carioca de 2014 ou os golzinhos que garantiram vitórias magras mais recentemente?
    2. “Quem não lembra do assédio sobre Rafinha, Rodolfo, Paulinho? Se puxar pela memória sempre encontraremos estes casos.” — É ÓBVIO que jogadores que se encontram em boa fase são sempre valorizados e todo mundo quer. O inverso também acontece: muitos reclamaram por não contratarem o Marinho e no entanto, sequer vão se lembrar dele daqui a alguns anos, assim como ele foi uma incógnita antes…
    3. Luis Antônio: o autor do artigo disse bem “aceitar proposta antes que ele fizesse aquela besteira”, pois quem iria advinhar este cenário? Além do mais, ele – junto com Elias e Hernandes – foram fundamentais para a conquista de uma Copa Brasil.
    4. “Ainda assim é preciso fazer reflexões sobre as coisas que não vão bem para que não ocorram novamente, ou para minimizar os prejuízos.” — Fala-se como se o Futebol não fosse uma caixinha de surpresas e tudo perfeitamente previsível…

    No entanto, o mesmo autor não elogia as contratações que foram “certas”… &;-D

    • Anderson

      Tudo bem, Ednei?
      Na verdade, falo sobre o sucesso com kayke, Cáceres e Wallace. Contratações que renderam lucros. Sobre Luiz Antônio, falei a mesma coisa. Enfim a ideia é sempre minimizar. Por exemplo, o Flamengo não pagou para ver com o Jorge poderia ter segurado o menino para lucrar mais no futuro, mas não quis pagar para ver.

      • Ednei P. de Melo

        Ok, não me expressei bem. Quando disse “certas”, me refiro a jogadores que se saíram bem, mas foram vendidos e não renderam lucro… &;-D

        • Anderson

          Quais? Só consigo pensar em Elias e Hernane. Mas o lucro do Hernane vai chegar.

      • Evandro Caldeira

        Não quiz ousar com Jorge, mas insiste em Gabriel e MA.

        • Anderson

          Esse é o problema. Incoerente, mas vai melhorar. Tenho fé. Sou otimista

          • Evandro Caldeira

            Também sou otimista e tem fatos visivelmente verdadeiros e indiscutíveis de que todos do elenco tem mais futebol e técnica tática do que eles 2, logo a torcida vai cobrar forte em campo.

    • Carlos Campos

      Insanos em quantidade pequena mas existem…
      Agora, observe uma coisa Dinei, parece que ficam só aguardando o Flamengo passar por algum sufoco para CHOVEREM comentários NEGATIVOS…
      Pouca gente curte a boa fase do Flamengo.
      Flamengo bem não dá audiência aqui…

    • Kikos 1976

      Márcio Araújo e Gabriel são 2 entulhos que devem ser retirados o quanto antes, pois estão atrapalhando o tráfego dos jogadores !!

    • Ruan Pedro

      Quem é Hernandes, cara?

      Para de falar besteira.

  • Marcelo Miranda

    Perfeita análise. Importante fazer essa reflexão, pois esses nomes citados apenas geram gastos desnecessários.
    Os grandes times da Europa agradecem a seus craques, mas renovam sempre buscando melhores opções.
    Importante entender que o Rubro Negro é muito maior que qualquer azul!

    • Anderson

      Valeu, Marcelo. Tamojunto

  • Thiago Campos

    O que mais me chama atenção no FLAMENGO é justamente essa falta de pulso pra lhe dar com esse tipo de jogador ”que não vinga”. Vejamos alguns casos, o WALLACE chegou ao Gremio, jogou mal uns 5 MESES e já botaram ele na roda, o MARINHO chegou no CRUZEIRO jogou 6 meses, não rendeu já botaram o cara na roda. O KIEZA chegou ao SÃO PAULO jogou uns 4 meses não vingou e já botaram ele pra rodar. Isso faz parte do FUTEBOL e o FLAMENGO precisa aprender isso urgentemente. No FLAMENGO os caras chegam, não vingam, continuam treinando, voltam ao time titular constantemente, não vingam, continuam como primeira opção, entram, não vingam, o contrato chega ao fim e os caras RENOVAM por mais 2 a 3 anos, isso é impressionante, é de uma falta de análise e critério esportivo surreal. Me mostrem no BRASIL 1 ÚNICO jogador que seja questionado por alguma torcida 1 TEMPORADA e que ainda esteja no clube … procurem … VIRAM? NÃO EXISTE. O FLAMENGO tem que aprender a deixar o cara rodar, não significa que não vingou no FLAMENGO que não irá jogar bem em outro clube isso também faz parte do futebol e temos que parar de achar que UMA HORA O CARA ESTOURA … clubes de futebol são EMPRESAS em uma EMPRESA se um funcinário trabalhar mal 1, 2, 3 anos ele não vai ter seu contrato renovado na esperança de que ele irá melhorar, ele será demitido e um novo será colocado em seu lugar. SIMPLES. Não é questão de pegar no pé ou não pegar é questão de admitir que não deu certo e pronto.

    • Anderson

      Precisamos dessa mentalidade. Sheik ficou o ano passado todo no estaleiro depois de vermos que não dava em 2015. Temos que ir em frente sempre.

    • Lucas Mengao.

      vc falou tudo…é impressionante o quanto o flamengo é passional(pra nao dizer outra coisa)com jogadores mediocres.

      • Anderson

        Verdade. Precisamos melhorar isso aí

    • Milton

      A grande diferença é que Gabriel e Marcio Araujo foram titulares ano passado e ficamos em terceiro lugar nesse concorrido brasileiro, então vingaram, mesmo sem ser essa coca cola toda. Wallace saiu, Cadú saiu, Paulinho, Bruninho e outros vários saíram, agora o Cruzeiro por exemplo talvez não fosse melhor ter mais paciência com o Marinho??? Não é tão fácil como lhe parece.

      • Thiago

        “A grande diferença é que Gabriel e Marcio Araujo foram titulares ano passado e ficamos em terceiro lugar nesse concorrido brasileiro,”

        E por que em 2013, 2014, 2015 com esses jogadores de titulares, a gente nao ficou nem entre os 10 primeiros ???? vcs torcedores tem memoria curta…. se chegamos em 3, muito se deve ao DIego, a dupla de zaga, ao jorge, ao arão….

        • Milton

          Em 2013 ganhamos a Copa do Brasil e em 2014, o Carioca com gol de Marcio Araujo, em 2015 fomos eliminados na semi da Copa do Brasil, não tenho memória curta.

          • Thiago

            Em 2013 MA não estava no time…. Só o Gabriel que fez no máximo 2 partidas boas naquela campanha… Quem realmente jogou muito foram: Hernane, Luis Antonio, paulinho e Andre santos (faznedo uma dobradinha com o paulinho). EM 2014 ganhamos um carioca com gol impedido do MA que se não tivesse tentado fazer o gol, seria gol do mesmo jeito do nixon. Em 2015 fomos eliminados de forma vexantoria pro ATM na CB…. Mais e no brasileirao, me fala das campanhas, foram boas ??? e na libertadores em 2014 foi boa a participação ???

          • Milton

            Em momento nenhum falei em boa campanha, mas tudo que falei foi verdade, vc querendo ou não.

          • Thiago

            “Em 2013 ganhamos a Copa do Brasil e em 2014, o Carioca com gol de Marcio Araujo, em 2015 fomos eliminados na semi da Copa do Brasil, não tenho memória curta.”

            Isso pra mim é falar em boa campanha.
            Mas você não me respondeu, pq fizemos campanhas pifias no brasileirao 2013, 2014 e 2015 com esses jogadores de titulares e uma campanha horrivel na libertadores 2014 ???

          • Yan Balduino

            Hum… Então para você, o que importa é “estar no time” que fez boa campanha, mesmo que estivesse presente em más campanhas de outros anos. Analisar o futebol jogado? Pff, quem é que faz isso? kkkkkkkkk. E é sério que você conta como fator para a permanência do Márcio Araujo o gol que ele fez em impedimento na final do Carioca? kkkkkkkkkkkkk. Então imagina se o Chiquinho, sendo aquela draga que foi no ano passado, entrasse no lugar do Jorge machucado na última partida do campeonato e fizesse o gol do título? kkkkkkkkk. Deveriam renovar com ele por 10 anos kkkkkkkkkkkkk. QUE PIADA!!!!

          • Milton

            Nem esperava vê lo mais aqui nesse site, ele não é pra torcedorsinho de merda igual vc, mas vc ta entrando numa conversa e distorcendo tudo, gol não garante titularidade a ninguém, mas não vou iniciar outra discussão com vc, torcedor de poltrona.

          • Yan Balduino

            Torcedorzinho de merda kkkkkķkkkk. Falou o cara que defende com unhas e dentes um bando de perebas no clube kkkkkkkkkk. Sou EU quem distorce tudo? Onde eu falei sobre titularidade? Falei sobre permanência no elenco. E você está levando muito a sério o papo de “todo torcedor do Flamengo é sem razão”. Falta-lhe um cérebro, ou ao menos saber usá-lo.

          • Milton

            Como já lhe falei não vou discutir com vc, torcedor sem alma, sem sangue, leia o que o Thiago falou e veja minha resposta e releia seu comentário, aí vc vai ver quem não tem cérebro.

          • Yan Balduino

            Ok, “flamenguista de sangue” pela-saco de perebas que atrapalham o desenvolvimento do clube, vamos aos fatos:

            – Thiago Campos falou sobre jogadores que não vingaram por um longo período de tempo e que ao invés de nos livrarmos deles, bancamos a sua permanência e ainda renovamos contrato com eles, alegando falta de análise e critério ESPORTIVO por parte da diretoria.

            – Você contesta, dizendo que ao contrário dos restantes citados por ele, Márcio Araujo e Gabriel “vingaram”, só por terem sido titulares no ano passado em que terminamos em 3º lugar, mesmo não jogando um futebol para tal crédito.

            – Daí o Thiago contesta citando outros anos que não fizemos boas campanhas no Brasileiro, e que esses jogadores estavam lá. Então, segundo o seu argumento de permanência de jogadores por fazerem parte do time que fez uma boa campanha deveria valer para o mesmo para os anos em que o desempenho da equipe foi ruim(só para deixar claro, não concordo com essa sua análise superficial de confundir campanha com produtividade e rendimento do jogador, mas seguimos)

            – Você contesta novamente dizendo que em 2013 ganhamos a Copa do Brasil, em 2014 ganhamos um Carioca com gol do Márcio Araujo, em 2015 fomos eliminados sa semi da Copa do Brasil, o que é uma distorção dos fatos, visto que nesse ano fomos eliminados para o Vasco nas oitavas. A eliminação nas semis foi em 2014, mas começamos na competição a partir das oitavas devido a eliminação na LIbertadores (1ª fase). Suamos para bater o Coritiba passamos tranquilamente pelo América-RN, mas fomos eliminados para o Atlético-MG, até resistindo mais do que o elenco podia, visto que nosso time era sofrível e lutou contra o rebaixamento durante boa parte do campeonato. Além disso ou você cita esse três anos para defender a sua tese, como se quisesse dizer que foram boas campanhas ou que o gol do Márcio Araujo fosse relevante para permanência do atleta no clube; ou, ignorando tudo o que o Thiago disse e não apresentando argumentos para confrontá-lo, apenas o utilizou como base para ressaltar que a sua memória não é curta, mas acabou confundindo campanhas de 2014 e 2015 na Copa do Brasil. Mais tarde você diz que não falou de boa campanha em nenhum momento, mas foi o que seu comentário mais sugeriu.

            – O Thiago te contesta mais uma vez dizendo que nesses três anos não ocorreram boas campanhas, visto que ora brigamos para não cair ora ficamos no máximo no meio de tabela, além de citar a pouquíssima contribuição positiva nesses anos dos jogadores de cuja permanência você defende. Isso interpretando que você tenha pensado de acordo com a primeira hipótese do item anterior.

            – Em seguida eu contesto a ideia de que Márcio Araujo e Gabriel vingaram por apenas estar no elenco de boa campanha no BR 2016 e ironizo a sua visão simplista por não analisar o futebol jogado por eles. Além disso, também ironizo a sua frase sobre o gol do Márcio Araujo ter feito o gol mesmo impedido do título do Carioca de 2014, como se isso fosse relevante para a permanência do jogador. Se somente quis tentar reforçar a sua ideia de não ter memória curta naquele item, então que se corrija, porque além de ser facilmente interpretado da primeira forma, não respondeu ao Thiago o porquê de eles não terem sido dispensados quando estiveram presentes nos anos de campanhas ruins no Brasileiro, corrigindo apenas o de menos relevante na frase dele, que é a suposição de que vocês que os defendem têm memória curta.

            Esqueci ou distorci alguma coisa? Qual será a piada que irá contar dessa vez?

          • Milton

            Cara vc não deve fazer nada na vida né, vai ter disposição pra escrever lá na China, serve de advogado de defesa, mas mesmo com esse discurso todo quem decide quem fica e quem sai é Zé Ricardo e diretoria, então mas tarde vai pro sofá assistir nossos garotos dar um show hoje, ah só passa no Premiere não sei se vc torcedor racional iria gastar dinheiro com times de futebol.

      • Ruan Pedro

        Renato Augusto, partindo do princípio acima, deveria ter sido mandado embora!

        É preciso equilibrio.

        • Pilosgromiro

          Eu tô muito bipolar, eu curti os comentários do Marcelo Miranda, do Milton, do Thiago e o seu. Kkk

          • Anderson

            auahuahauhauhauhauhauhauh
            Dá pra concordar e discordar de todo mundo. É saudável

          • Ruan Pedro

            kkkkkkkkkkkkkk as vezes tenho a mesma impressão sobre mim.

            É pra incentivar o debate kkkkkk

        • Anderson

          Ué. Ele não rendeu? Não me lembro. Sério mesmo.

          • Ruan Pedro

            Não não, eu disse que baseado no que o rapaz ali disse, que se não render em curto período tem que mandar embora, então o Renato no Corinthians não deveria ter o tempo que teve pra se adaptar e jogar o que jogou em 2015.

          • Anderson

            Entendi. Mas o problema do início era lesão né? Quando entra lesão bagunça, vide caso Ederson. Seria titular fácil, não fosse de vidro. Nesse eu apostaria até o fim do contrato, caso não vingue, paciência. TMJ

      • Anderson

        Não! Talvez Marinho não tivesse sido nada se tivesse ficado lá. A concorrência é maior. No Ceará e no Vitória é bem menor. Não acho que porque chegamos em terceiro eles tenham vingado. Real vendeu o Di Maria depois de ser melhor da UEFA

    • Marcelo Miranda

      Esse presidente Bandeira é gestor de empresa publica BNDES.
      No serviço publico você não pode simplesmente dispensar, pois o cara é concursado e existem leis que garantem a permanência mesmo que o desempenho desse empregado seja apenas medíocre.
      Ele está gerindo o Flamengo com esse estilo de empresa publica, onde se valoriza o corporativismo, o coleguismo em detrimento da eficácia.
      Todos esses caras são “carneirinhos” Wallace (intelectual e ótima pessoa), Marcio Araújo (amigo e ótimo relacionamento), Gabriel (Garoto bacana, humilde), Guerreiro (não curte baladas), é o que dizem desses caras.
      Por isso que o Flamengo não ganha mais nada, nossos maiores craques, com exceção do nosso maior ídolo, a maioria era “Bad Boy” mas resolviam em campo.

      Nunca haveria espaço no nosso time para um Romário, um Pet, um Adriano, um jogador muito bom, mas que tenha personalidade difícil.

      Flamengo agora é times de Amigo dos Amigos, enquanto no Palmeiras, Atletico Mineiro, São Paulo a gestão é privada. Não rendeu é rua.

      • Anderson

        É uma questão de modelo. Por esse mesmo motivo FM não veio parar aqui. Não sei se não dará certo, acho até que dará. Agora a questão dos medíocres tem que ser encarada de frente. Não rendeu? Tem motivo? Não? RUA!

    • Anderson

      E, se não deu certo, o mais humano é encerrar. Porque talvez ele dê certo noutro clube. Porque talvez para ele seja melhor ser ídolo do Bahia ou outro time, que ser um contestado reserva aqui.

    • Igor Nonno

      É necessário analisar o tempo de contrato que fará com o jogador e o custo na hora de dispensá-lo para o tal critério esportivo de dispensa não virar dívida trabalhista. Os times que você citou que rifam jogadores que não dão certo possuem dívidas astronômicas comparando eles a nós, logo também não é tão simples de se livrar de um jogador-problema. Por isso é necessário muita análise antes de trazer, e como o Flamengo traz jogador a baixo custo ou com lesão ou em momento técnico questionável para fazer negócios rentáveis, acaba essa realidade de jogadores medianos ficarem além do tempo que deveriam. SRN.

  • Bráulio Gonçalves Gomes

    Acredito plenamente que não é o cenário ideal ter um time com tais jogadores questionáveis, porém, cenário ideal infelizmente é somente no playstation, o flamengo nos últimos dois anos ganhou musculatura técnica com as contratações interessantes, e com o passar do tempo com a maturação do elenco e com as novas contratações inteligentes que levem em consideração vários fatores entre eles o financeiro que é o motor que vai permitir o flamengo ir além, tais jogadores questionáveis querendo ou não naturalmente vão perder espaço, precisamos analisar para qual tendência caminha o time e sem duvida estamos crescendo o nível técnico, portanto não vejo o sentido em tal discussão nessa fase do Fla

    • Anderson

      Mas você acha que a renovação de jogadores que já perderam espaço e ainda tomam o espaço dá base é uma coisa necessária? O contrato acaba, o cara recebe proposta e o Flamengo segura. Isso é saudável?

      • Bráulio Gonçalves Gomes

        Essa questão de perdeu o espaço é questionável agente enxerga que não serve, mais a comissão vê que ainda é necessário, então é como eu disse, acredito que a fase de excelência vai chegar, a cada seis meses o time tem dado um salto de qualidade, agora quanto a base, hoje acredito muito no potencial dela, principalmente pela atitude desses garotos, eu enxergo neles ousadia, e tendo oportunidade de jogar irão ter que seguir o caminho do Jorge, tomar a posição e não sair mais, cada um deles precisam criar o espaço deles, ninguém vai abrir para eles passarem, vão ter que ir e na raça se impor. É oque eu penso.

  • Lucas Mengao.

    perfeita analise,o real madrid quer desapegar do JAMES RODRIGUES(um dos melhores da copa 2014) e o flamengo nao consegue se sair de gabriel peteleco e ma…

    • Anderson

      Evitei usar esses exemplos, mas você lembra que o Real Madrid dispensou di Maria? Claro que é negócio, mas se fosse no Flamengo…

      • Lucas Mengao.

        bem lembrado….

  • Comentarista da vez

    Ainda tem cara aqui que vem falar que é bom ter. Jogadores meia boca como Gabriel café com leite no banco pra compro elenco.

    Meu amigo o negócio é ter jogador bom titular ou no banco.
    Por que vcs acham que o Palmeiras manteve o nível no brasileiro, mesmo não jogando isso tudo??
    Pq tinha jogador bom , de nível pra colocar no lugar de algum titular que não pudesse jogar.

    Pra quer ter um cara desse no banco, pra quando tiver chance de jogar ser o mesmo que nada?
    Galera se conformar com qualquer merda

    Agora venham.falae que eu só critico!!

    • Gustavo Lima

      É uma conta simples que não conseguem entender: Se o titular é bom e você substitui por um que é ruim o time piora. PONTO !

  • mtakh

    Cáceres veio em 2012.Tivemos prejuízos muito maiores,Edmundo, que virou o caso Plazza(65 milhões), R10,25 milhões. Dorival Júnior(11 milhões em 1 instância). Cirino foi prejuízo, mas existem os muito maiores

    • Evandro Caldeira

      Entendemos o prejuízo, Gabriel também entra na lista de prejuízos, o que não se pode é permanecer no prejuízo! quanto Gabriel custou até agora? Coloca na lista aí! Tem garotos pra cobrir tudo daqui para o final de 2018, põe os garotos e os Europeus vem ligeirinho, pois somos referência no futebol brasileiro, agora insistir com MA e Gabriel, só vamos aumentar esse preju!

      • Gustavo Lima

        Temos vários jogadores da base que fazem o mesmo que ele(ou melhor não fazem) e jogam bola de verdade. Pra mim a única explicação pra manter ele no time é que alguém tá ganhando dinheiro por fora.

        • Evandro Caldeira

          É a minha visão, eu não acredito que o ZR não ver que Gabriel e MA não tem futebol para jogar no Flamengo! Se ele afirmar que os outros jogadores que jogam onde esses jogam são mais ruins em futebol e taticamente, é um burro!

  • Flamengo na veia, porra!!!!

    CRLH…Eu respeito todas opiniões, mas é complicado ver gente defendendo o Gabriel e Caramujo. VTNC, porraaaaa. Útil pra mim é nome de empresa de ônibus, CRLH. Quero meu Flamengo forte e dando oportunidade para a base. Essas doenças de Gabriel e Caramujo deixam o time com espírito de time pequeno. Esse Gabriel chega a ser cômico. O cara não tem nenhuma personalidade. Pega a porraaaaa dá bola e toca de lado, não sabe chutar em gol, cabeceio eu nem vou comentar, se uma borboleta esbarrar nele ele cai, no jogo contra o América MG ele conseguiu ser derrubado pela bola…Isso mesmo, pela bola no seu Gol. E ainda tem gente que diz ser um jogador útil. Útil é o CRLH!!!!!!

    • Anderson

      Rindo até 2018. Valeu, cara. TMJ

    • Lucas Mengao.

      é complicado…vc resumiu:nos dao espirito de time pequeno..

      • Gustavo Lima

        Essa é a frase que melhor resume o mal que esses dois fazem ao time.

    • Evandro Caldeira

      kkkkkkkkk

  • Fla 2017

    Coitado do Jamal kkkk

    • Anderson

      Sofre, né? Mas a gente também. Melhor ir ser feliz na Bahia

    • Max

      Queria ser um coitado igual ele, ganhando dezenas de milhares de reais pra não fazer nada… kkk

  • R. Scheidemantel

    Faz uns 5 anos que xingo Jamal e olha que ele é meu conterrâneo, mas não dá de jeito nenhum! O pior cego é o que não quer enxergar, tchau jamal, caramujo, girino, etc!

    • Bráulio Gonçalves Gomes

      Não da pra não ficar incomodado com o Gabriel e Cirino, o Fernandinho no ano passado, mais vejo o fla evoluindo, e to muito empolgado com essa evolução, hoje da pra ter esperança de ter um time de ponta em breve e sem bagunça.

  • Flamengo na veia, porra!!!!

    Eu vejo a mídia do RJ muito fraquinha. Se esse imundo do Gabriel estivesse em qualquer um do trio de ferro de SP a mídia paulista já estaria em cima do treinador perguntando o pq desse jogador receber tantas oportunidades e ainda por cima tira oportunidade dá base. O mesmo serve pro Caramujo. Aqui no RJ a grande verdade é que mídia não exerce pressão nenhuma. Penso também que infelizmente uma boa parcela de culpa se deve aos torcedores do menção. Estamos vendo coisas absurdas acontecendo e nada é feito. Não é pq o time está numa boa fase que não podemos protestar e questionar a diretoria e comissão técnica… Pacificamente, lógico.

    • Evandro Caldeira

      Boa veia!!! Os torcedores emocionais se iludem facinho com as vitórias, observo que a cada vitória dos titulares, de goleada, a maioria aceita os jumentos que vc cita, eu prefiro que persistam com base do que com galo duro, os garotos aprendem mais rápido e os galo duro ficam em decadência a cada jogo!

      • Anderson

        Independente das vitórias é nossa função observar. Esse espaço é bom que eles saibam que estamos de olho.

        • Evandro Caldeira

          Anderson, é por isso que questiono, critico, cobro, mas por ver que dar para sermos melhores do que estamos! As críticas ajudam a vc ser melhor e menos errante, abre a sua visão e faz vc progredir, mudar, buscar uma melhoria! A intuição é de melhorar e evoluir muito mais, porque é possível!

    • Anderson

      Mas penso que seja a fase mesmo. A mídia não consegue achar espaço. Acho isso até bom, mas o Flamengo tem que mudar sem que haja pressão. Profissionalizou.

  • Flamengo na veia, porra!!!!

    Mengão#

  • Gleysson Paulo Oliveira

    Concordo com a análise. Não vejo de forma alguma como uma corneta a diretoria.

    Esta diretoria já fez muitas coisas boas – a melhor até o momento – o que não a torna perfeita. Algumas das ações dão a entender que eles tbm aprendem com os erros, os quais acontecem pela falta de experiência.

    Nos casos citados, acho que foi pedido do técnico, pois pra mim o trabalho do Rodrigo Caetano aparece mais nos empréstimos que ele consegue fazer, servem pra aliviar folha e melhorar tecnicamente sem ter tanto prejuízo – leia-se Anderson Pico e Wellington. A renovação pode ser pra evitar que o cara saia de graça, já tendo a intenção de negociá-los sem muita perda, antes do fim do contrato.

    Acho que as renovações também tem um caráter de estabilidade. O time todo tem contrato mais longo, portanto, só haverá saídas se for interessante do ponto de vista financeiro e técnico. Minha opinião é que trata-se de um processo, se compararmos o time de 2013 com o atual a distância técnica enorme. Obviamente há “peças” que precisam ser trocadas, mas, estamos evoluindo.

    • Anderson

      Sim. E já fiz esse exercício de comparar os times. Acho até que vou publicá-lo logo. É bastante notável como o time vem melhorando e os titulares vem sendo os contratados do ano. Valeu, Gleysson. TMJ

  • Iromar Gaspar

    Olha parabéns, ótima coluna amigo. Mas ressalvo que o clube vivia um momento delicado com as finanças, na qual sabemos bem, e então com isso ficamos meio que “presos” nas contratações desses perebas, mas hoje em dia não vejo do porque o Flamengo continuar com eles, visto que o cenário mudou graças a Deus, mas futebol é isso, toda contratação é uma aposta, mas como um amigo disse ai em baixo, não funcionou no time tem que colocar pra rodar.

    • Anderson

      Exatamente. Hoje não cabe mais. SRN

  • André santana

    Cacares frágil? Orra… tudo menos frágil, podia até ser lento, não ser habilidoso….. mas o cara era um guerreiro em campo, brigava por toda bola.

    • Thiago

      acho que esse fragil que ele quis dizer se deve as contusões que o jogador tinha .. tipo o ederson.

      • Anderson

        Exato. Toda vez que começava a engrenar, machucava. Numa dessas que perdeu a vaga para Amaral e Baidu.

      • André santana

        Talvez…

  • Evandro Caldeira

    Perfeito o comentário dos negócios de jogadores, realmente só o Flamengo é quem tolera jogadores sem valor nenhum, pior é ver eles tirando o espaço de um jovem que além de bom custo benefício, pode render títulos e agregar um alto valor numa negociação! Vc tem um jogador melhor, mais jovem e menos custo, pode a qualquer momento receber uma boa proposta, porque renovar com um pior e sem valor de mercado? Se quer inovar, tem que ter coragem e ousar! A mesmice faz vc andar em círculos!

    • Anderson

      Beleza, Evandro. TMJ

  • André N Lessa

    Anderson,
    Concordo com a análise em relação ao apego excessivo. Alguns comentários pontuais se você assim me permitir:
    1. Paulinho fez uma boa temporada em seu primeiro ano. Ainda mais no meio daquela “feira da xepa” em termos de contratações que o Pelaipe fez. Será que seria correto naquela época vender a única contratação que deu certo?
    2. Insisto que seria interessante entender como está o mapeamento dos jogadores em termos de seus empresários para que pudéssemos melhor entender as “pressões” e a realidade.
    3. Entendo que a criação de um padrão de jogo – não estou discutindo o Zé Ricardo aqui – que vai para o seu segundo ano ajudará e muito em dois aspectos: o jogador a ser contratado deixa de ser um de confiança de um treinador que entra – e sabe-se lá por quanto tempo vai ficar – e sim pelo padrão de jogo; a base na sua transição já sabe o que vai encontrar em termos de mentalidade tática no profissional. Esse segundo ponto eu entendo que tem ajudado e muito o Santos a revelar jogadores.
    SRN

    • Anderson

      Beleza, André? Então:

      1. Não. Eu também não teria vendido. Foi um exemplo apenas. E como eu não tenho as datas das maluquices que ele fez na concentração, não posso julgar. Mas eu não critiquei exatamente isso. No caso, talvez o Flamengo esteja aprendendo e, por isso, vendeu o Jorge. A renovação do Gabriel é o ponto fora da curva.
      2. Vou tentar levantar.
      3. Discordo no que tange ao Santos. Sempre o verei como uma barriga de aluguel. Ele é assim, porque só pode ser assim. A partir do ano que vem, em que parece que vão pesar o controle dos 80% para o departamento de futebol, penso que será mais difícil o clube se criar. Eles estão perdendo tempo. Precisam aumentar a receita ainda esse ano. Sobre o Flamengo, espero que estejas certo. Falta ao técnico um grande título para dar tranquilidade.
      4. Concordo. Espero que o Renê seja exceção também, mas não acredito nesse tipo de jogador.

      Muito boas colocações. As nossas colunas são como ensaios e os usuários nos ajudam a ver outros ângulos, repensar algumas coisas. Gosto de pensar que a coluna é só o ponto de partida e o seu comentário me deu umas ideias bem interessantes. Queria concluir ressaltando que não é só criticar por criticar. O nosso intuito é minimizar as falhas. Claro que eu não venderia o Paulinho na hora, mas de ter um profissional que, vendo o comportamento dele no Ninho, pudesse dizer: “Bandeira, talvez fosse bom se livrar dele logo”.
      SRN

      • André N Lessa

        Fala Anderson.
        Antes de mais nada, é como você disse: as críticas devem ser construtivas e, se possível, dentro da ótica de cada um, com algum fato que corrobore a tese. Eu deixo a minha torcida com o fígado para extravasar durante o jogo.

        Apenas complementando em relação ao Santos:
        Olhando como torcedor do Flamengo, ou seja, parafraseando o Ultraje a Rigor, “daqui do Morro (estou em teresópolis) dá pra ver tão legal, o que acontece aí no seu litoral”, me passa a impressão que o Santos consegue colocar vários jovens jogadores que entram e vão jogando. Sei que a torcida deles é mais paciente para com os “meninos da vila” mas me passa a impressão que o Santos tem um estilo de jogo mais ou menos constante ao longo da década.
        Sei que os jogadores por lá são bem fatiados – novamente entendo que a questão empresário atrapalha bastante – mas quis fazer a colocação da quantidade de jovens jogadores.

        Realmente essa questão dos 80% vai causar alguma polêmica não só no caso dos clubes que andam gastando mais do que podem como Santos, Atlético Mineiro e outros mas acredito que vai gerar uma discussão interessante no que tange à questão das “patrocinadoras parceiras” como é o caso da Crefisa hoje. Será que os valores dos salários (mais impostos) terão de ser lançados dentro do valor do patrocínio?

        Tomara que você consiga levantar as informações sobre o mapeamento dos empresários do elenco do Flamengo.

        SRN

        • Anderson

          Exatamente o que estamos vendo. Sobre a Crefisa: Ou ela vai aumentar o patrocínio, ou vai haver uma queima total de estoque no palestra. Não dá pra pagar essa folha.
          Sobre o Santos, acho que o esquema mudou. Ano passado jogavam com quatro no meio, o que é bem inteligente frente ao escândalo Vitor Bueno. Diferente do que estávamos vendo aqui. Tendo Mancuello, continuamos a jogar no 433 com Gabriel e Everton. Melhor seria acrescentar o argentino no meio. A não ser que com “estilo de jogo” você queira dizer proposta e não tática em si.

          • André N Lessa

            proposta.

  • Vinícius Quintanilha

    Muito boa coluna, Anderson. Num passado recente da gestão EBM, haviam argumentos toleráveis ao justificar a permanência de atletas como MA e Gabriel. Os pontos principais eram a falta de opção e a evidente limitação da maioria dos integrantes nos elencos passados ( peças acima da média como Elias eram escassas).

    Contudo, a partir de 2015 a situação foi mudando de figura. Lançamos Jorge, baita lateral-esquerdo, e também contratamos Paolo Guerrero. Em 2016 o time se fortaleceu ainda mais e promoveu ótimas contratações como de Diego, Mancuello, Donatti, Cuellar, Arão,Rodinei, entre outros. O planejamento se manteve esse ano com a preservação da base do ano passado e as vindas de Conca, Rômulo, Berrío, Trauco e Renê.

    Tirando a minha desconfiança em relação ao Muralha não ter um reserva à altura, estamos muito bem servidos de peças de reposição nas outras posições. Sem falar que o retorno técnico e financeiro de lançar jogadores de base é incomparável com jogadores limitados que atualmente não possuem mercado. Times grandes queriam o Gabriel (olha o Grêmio de novo! A gauchada adora perebas) e hoje não mais.

    • Anderson

      Valeu Vinícius. Como eu sou curioso, estava levantando dados e constatei que o único jogador do time titular hoje, que estava antes de 2015 é o Everton. Por enquanto. Futebol é um ciclo. Amanhã, contrataremos um outro jogador que vai substituindo, talvez ele venha da base, mas o ciclo continua. TMJ

      • Vinícius Quintanilha

        Desses apenas Everton e Pará vingaram.

        • Anderson

          Pará já é de 2015

  • SergioSarah

    Muito boa a coluna Anderson. Compactuo com essa mesma ideologia. Já disse isso aqui uma vez: Independente dos serviços prestados do jogador, vida que segue, é o transcurso natural dá vida. Se fosse assim Zico e a geração de ouro de 80 teriam contrato vitalício com o clube.
    SRN!!

    • Anderson

      Valeu, Sergio. E vamos caminhando em direção ao grande futuro do Mengão.

  • João Vitor Oliveira

    Flamengo tá ganhando, e desde o ano passado ( fez sua melhor campanha no campeonato Brasileiro de Pontos corridos). e querem que saiam os jogadores.
    Gabriel e Marcio Araujo ( Não defendo nenhum dos 2) eram titulares, renovaram para ficar na reserva ( que de titular a ir embora do clube que fez sua melhor campanha também não entendo essa raiva toda).
    Marcelo Cirino era reserva e foi embora,
    Jorge foi vendido por 9 milhões de Euros, e veio o Trauco de GRAÇA.
    Leandro Damião ( Foi oportunidade de mercado) no meio do ano termina o contrato e não será renovado.
    Não se pode demitir todos de uma só vez, tá fazendo a reposição gradativamente.
    Esse ano teve Dorival jr e o estádio que vai sair dos cofres.
    No meio do ano, o Damião como já disse já vai embora, vai ficar o Virzeu como reserva imediato.

    • Anderson

      Vai mesmo? Tomara! O problema de ter jogador ruim na reserva é que uma hora ele entra!

    • Yan Balduino

      E como vai se livrar dessas bombas renovando com eles com o contrato acabando? E porque eles seguem à frente dos garotos da base?

  • Tulio Mêne Melo

    Queria parabenizar o colunista, muito bom texto.

    Segundo, acho que estamos no caminho certo. A um ano atrás tínhamos:
    Paulo Vitor – Muralha é melhor
    Wallace – Rever é melhor
    Cesar Martins – Vaz é melhor

  • Já tava sentindo falta de um texto com uma crítica honesta por aqui. O Flamengo está bem, em boa fase, mas nada impede que possamos apontar o que ainda está errado. E a coisa está tão esquisita que se você não vier aqui jogar confete é taxado até de vascaíno.

    • Anderson

      Pois é. Mas logo só vai ter que vir aqui jogar confete. Sonho com essa hora. Valeu, Almir

  • Marcio Castro

    Concordo em parte. Não se pode deixar de lado o investimento já feito. Flamengo quando se propôs a pagar 5 milhões pelo Gabrielado, esperava o que infelizmente não ocorreu, que o jogador se valorizasse e desse um retorno positivo do seu investimento. O caso do Gabriel não pode ser considerado um ponto fora da curva, o jogador ainda é jovem o que gera expectativa de manter o investimento para ver se não perde de muito. Ponto fora da curva, sem qualquer sombra de dúvidas é a renovação Juan, já que no caso do Márcio Araújo, embora tenhamos hoje outros jogadores da mesma função, se mostra pela quantidade de competições a necessidade de um outro reserva. Neste caso do Márcio, vejo muitas críticas mas três questões emergem e justificam a renovação do contrato dele por mais uma temporada, primeiro foi titular da posição por algumas temporadas, que tendo ou não, possui conhecimento tático quanto a forma de jogo proposto pelo time; segundo, o Ronaldo que o pessoal tanto conclama, ninguém sabe exatamente como está, muito menos se possui condições em uma Libertadores ou final de campeonato de ter maturidade para suportar uma pressão; Por fim, em terceiro, temos que lembrar que o Rômulo talvez não suporte a intensidade da temporada, visto que no ano anterior, fez se não me engano, 7 jogos. Não dá para contar com a sorte ou apostar em um ano tão importante em jogador não testado no fogo. A manutenção do M.A. ocorreum mais pela falta de opção segura no elenco do que por apego. Certamente na próxima temporada, aliado ao desgaste com a torcida, não veremos mais o M.A.

    • Ednei P. de Melo

      “Certamente na próxima temporada, aliado ao desgaste com a torcida, não veremos mais o M.A.” — Aí é que está a questão: fala-se da torcida como um todo, mas na prática apenas uma parte insiste em cruxificá-lo… &;-D

      • Marcio Castro

        O problema é que está parte da torcida facilmente representa ao menos 98% dos torcedores que de fato sentem sede de participar, comentar, discutir e viver Flamengo enquanto respira.

        • Agnaldo Alves

          Eu critico o Márcio Araújo, mas não compactuo da perseguição que parte da torcida faz com ele, ele tem seus limites, mas o que fazem com ele beira ao ridículo, nos jogos em que entrou em 2017 se mostrou efetivo, demonstrando que sua renovação não foi à toa, na falta do Rômulo eu não tenho dúvidas que ele será o substituto.

        • Ednei P. de Melo

          Não foi o que a pesquisa do GE mostrou… &;-D

  • Max
  • Daniel Silva

    num tem noticia, fica remoendo problemas…não seria melhor buscar coisas novas para falar?

    • Anderson

      Isso é um problema velho mesmo. Significa que não se pode falar dele? É para fingir que não existe?

      • Daniel Silva

        Meu caro Anderson acredito que buscar por novidade sempre será a melhor escolha! Pergunto: das novas contratações quem você não quer para o próximo ano? Difícil de dá uma resposta sem termos retorno técnico! Outra Pra quer falar de Sheick, Cirino, Wallace, não fazem mais parte do elenco! Final do ano ou na metade do segundo semestre, aí sim vc faz a análise do elenco e pergunta pra galera quem deveria renovar ou não!

  • Igor Nonno

    Bom dia Anderson. Lendo o que você escreveu, posso dizer que o que vc comenta é mais um desabafo de um torcedor apaixonado do que uma informação concreta e bem analisada com mais lucidez. O porquê disso é bem simples de explicar:
    Não creio que seja algo grave a renovação com o Gabriel e o Márcio Araújo. O único problema do Zé Ricardo é quando os transformam em titulares e não por tê-los no elenco. São reservas úteis, afinal nenhum clube no mundo tem no elenco 30 jogadores de nível de titularidade (nem o Real Madri ou Barcelona tem). Se isso acontecesse seria uma guerra de ego e uma confusão tremenda de bastidores. O importante em um elenco é ter um time titular qualificado e entrosado e ter um banco de reservas aceitável.
    Jogadores que chegam sem custos ou por valores muito baixos ao clube é porque por alguma razão precisam ser recuperados física ou tecnicamente, pois senão seriam titulares absolutos em seus clubes e caros e o Flamengo não vive em rios de dinheiro para trazer estrelas a preços exorbitantes.
    O Flamengo tá fazendo certinho. Traz titulares muito bons e pega os titulares anteriores questionados e os colocam como reservas para ver se podem tirar proveito ou recuperar. Gabriel e Márcio Araújo tiveram alguns bons momentos ano passado, mesmo que isso não os credencie esse ano a titulares, como da fato não são. Não vejo todo esse erro. Eu não renovaria com eles se fosse hoje, mas não tendo grana para trazer jogadores reservas melhores, por quê não mante-los? Conhecem o clube e já tem algum entrosamento com o elenco do ano passado. Continuidade de um trabalho que começa bem resulta em títulos também. No dia que pudermos ter um banco de reserva de estrelas felizes em estarem no banco e entrarem arrebentando viveríamos em um conto de fadas. Acho que você está equivocado em perseguir alguns jogadores hoje RESERVAS. SRN.

  • Neider Gabriel

    Sou completamente a favor da renovação do Gabriel. Jogador extremamente útil ao elenco, versátil, bom de grupo e ainda com boas possibilidades de retorno financeiro. Se o Flamengo não renovasse, ele sairia de graça. Entendo que o mesmo tira o lugar de alguns atletas da base, mas isso não me incomoda, pois não acredito que Matheus Sávio e Paqueta tenham condições de serem titulares ou entrar eventualmente em alguns jogos no curto prazo. Assisti a todos os jogos da seleção sub20 e fiquei muito decepcionado com a participação de ambos, e vale lembrar que jogaram contra adversários com o nível técnico muito inferior aos adversários que iremos encontrar na libertadores e brasileirão.

  • Hilton Gabriel

    É impressionante como vocês são medíocres a ponto de criticarem o auto do texto como se ele estivesse errado, sendo que acham normal gabriel com 5 anos de flamengo e com possíveis 7 anos e marcio araujo com 4 anos de flamengo, com possíveis 5…por isso nada vai pra frente, vocês são limitados, medíocres mesmo!!!

  • Adriano Alves

    É verdade, o Flamengo gosta de ficar com jogador ruim.

  • Borgerth

    falando em cáceres, o cara fazia uns jogos raçudos que só a porra

  • Wagner Alves

    Concordo PLENAMENTE com o texto.

    Nos últimos anos o Flamengo ficou refém de certos empresários ou grupos de empresários, paga salário de craque para jogadores de medianos pra ruins e depois fica difícil passar a bomba pra frente.

    Esse continua sendo a meu ver o grande problema do clube.

  • Neider Gabriel

    O jogo contra o Vasco calou a boca de muitos críticos. Gabriel entrou bem demais e provou que é muito importante ao elenco.