Home Notícias Governo perdoa mais de R$ 1 bilhão em dívidas fiscais com Profut

Governo perdoa mais de R$ 1 bilhão em dívidas fiscais com Profut

1169
7
SHARE

O programa de refinanciamento de dívidas fiscais oferecido pelo governo por meio do Profut dará um desconto de mais de R$ 1 bilhão ao mercado esportivo do país. O total corresponde aos 137 clubes e entidades que aderiram ao programa e foi apresentado pelo presidente da Autoridade Pública de Governança do Futebol (Apfut), Luiz André Mello, em evento ocorrido no Rio, na semana passada. Lançado no final de 2015, o Profut já rendeu cerca de R$ 100 milhões à União com o pagamento das dívidas dos clubes.

O total das dívidas fiscais incluídas no Profut somam R$ 5,5 bilhões, segundo informações do governo. Desse total, 90% correspondem aos clubes das Séries A e B. Em relação à temporada passada, 31 dos 40 clubes que disputaram as Séries A e B eram participantes do programa, sendo 17 deles da principal divisão do futebol brasileiro.

Fonte: De Prima

Comentarios

comentário

  • Glauco

    Absurdo chegar a esse ponto e ninguém ser responsabilizado.
    Viva a impunidade!

  • Eduardo de Freitas

    Que absurdo! Mesmo que o Flamengo tenha se beneficiado disso eu sou totalmente contra, mas aqui é o Brasil, nossa indecência e decadência é notória, tudo normal num país anormal. Agora fica você sem pagar os seus impostos para ver só o que te acontece.

    SRN #TáFoda

    • Sérgio

      Absurdo mesmo Eduardo. Vivemos num país que e

      stá sempre beneficiando o errado

  • Uruba Cotia

    Absusurdo! Mais um descaso com o dinheiro público. Se o flamengo vem pagando suas dividas, porque os outros não vão pagar? País é assim por culpa do povo que, primeiro vota mau e pior não vai para as ruas lutar por seus direitos. Povo merece, nesta hora de crise nacional, um perdão de dívida ridículo como esse.

  • Marcos Vinicius Brasil

    Isso é uma sacanagem, deveu tem que pagar! Sou Flamenguista mas se está devendo tem que pagar. Esse dinheiro daria para por a folha dos funcionários públicos do RJ em dia. É ridículo isso, revoltante!!!!

    • LeandroMgaJP

      Concordo, então que perdoem as minhas também.

    • Valdeson Moura

      Esse dinheiro vai para o governo federal e não estadual/municipal, mas concorde com você deveria ser cobrado o valor integralmente com contra-partidas mais severas que as de hoje e no máximo alongar a dívida.