Zé Ricardo terá de achar espaço para Conca no Fla

Há quem diga que todos os jogadores de talento devem jogar juntos. No entanto, alguns treinadores preferem formações táticas mais precavidas. Com a chegada de Conca no Flamengo, fica a dúvida para saber qual será o sistema de jogo da equipe quando o técnico Zé Ricardo tiver todos os jogadores à sua disposição. O comandante já deu a entender que prefere o 4-3-3, com dois pontas de velocidade e somente um meia – Diego.

Ainda em recuperação de uma cirurgia no joelho esquerdo, o argentino é visto como reforço para o Brasileiro, mas há esperança de que ele ainda possa disputar a fase de grupos da Libertadores. Além de Conca e Diego, o Flamengo conta com várias outras opções para o setor de meio campo. Ederson, Mancuello, Adryan, Lucas Paquetá e Matheus Savio são algumas delas. Estes dois últimos foram promovidos ao profissional no ano passado e devem ganhar mais oportunidades nesta temporada.

Conca foi visto como uma oportunidade de mercado para o Flamengo, assim como foram Leandro Damião, Réver, Rafael Vaz e outros, que chegaram ao clube sem custos. O Rubro-Negro não confirma, mas deve desembolsar cerca de R$ 500 de salário com o argentino. Um fato curioso é que ele só vai receber esta quantia quando fizer o primeiro jogo pelo clube. A diretoria está esperançosa de poder contar com ele ainda para a fase de grupos da Libertadores, mas o meia é visto como um reforço para o Campeonato Brasileiro.

O departamento médico do Flamengo já acompanha a situação de Conca há algumas semanas. O aval destes profissionais foi fundamental para sacramentar a negociação.

Fonte: Lance

Compartilhar


  • Rafael Machado

    Se não chegar 2 pontas com qualidade indiscutível ZR vai ter q alterar o esquema para o 4-4-2, nos jogos em casa tb é interesante jogar nesse esquema. Além do mais o desfalque de Diego em possíveis convocações não será um problema tão grande quando Conca estiver a disposição.

  • André Sampaio

    Não pode cravar jogador como titular absoluto. Ainda chegando agora e sem ter a certeza do que vai dar em campo. O Zé Ricardo precisa ser mais disposto a jogar em diferentes formações dependendo do jogo, do adversário, do momento da partida. Parece que teremos jogadores pra jogar em algumas formações diferentes e bem interessantes, resta a ZR aproveitar o tempo pra treinar e fazer esse time de bons nomes, virar um time de bom jogo.

  • crazy-fla

    Pra mim o Flamengo não tem primeiro volante!!! o Cuellar é bom, mas não tem obediência tática, então é melhor q jogue como 2ºvolante, e para ter sacado o Marcio Araújo só se o Zé tivesse puxado o Arão para 1ºvolante, o Arão é mais lento, não daria para colocar Ronaldo com o Fla brigando pelo título, se quiser usa-lo, tem q ser testado no Carioca ou na Liga, o Adrian errou um passe e já era, o bom éo q tá fora, espero q o Rômulo chegue e jogue bem, o 1º volante bom é aquele q protege bem a zaga, bom na marcação, pra fazer assistências e gols tem outros jogadores, um zagueiro não pode ficar indo toda hora para o ataque e ferrar tudo lá atrás como o D.Luis faz, é muita choradeira pelo MA, SRN

    • Paollo Fer

      Obediência tática é responsabilidade quase 100% do treinador. Como um jogador que não joga, so enteava na furada ( como foi contra Palmeiras e Figueirense) terá entrosamento e obediência tática?

      • crazy-fla

        É responsabilidade do treinador mesmo eo Cuellar não joga porq não guarda posição, apesar d ser bem melhor tecnicamente doq o MA, se não tem obediência tática o técnico saca do time e coloca o pior q guarda posição, e se marcar vai até vazar, espero q chegue um 1ºvolante e coloque o MA no banco, titular é muito pra ele, SRN