Home Notícias “O Rio na Libertadores”

“O Rio na Libertadores”

458
1
SHARE

O futebol em 2017 tem algo de novo a nos oferecer emoção.

A disputa da Copa Libertadores entre janeiro e novembro, com quase 50 clubes do continente, será, sem dúvida, uma atração à parte em meio à luta pelo título nacional.

Um desafio e tanto para alvinegros e rubro-negros, representantes cariocas nesta competição.

CURIOSO como é possível enxergar a realidade dos clubes através de suas presenças na Libertadores.

Flamengo e Vasco, por exemplo, tinham seis participações, cada, até 1999.

Na virada do século, com o debacle vascaíno em sua fase pós Nations Bank, os rubro-negros já disputaram sete edições e os vascaínos, duas.

MAS SE É possível enxergar o soerguimento do Flamengo neste novo século, dá para detectar o insofismável avanço do Fluminense na “era Unimed”.

Das seis participações do Tricolor do Rio na história da competição, quatro foram de 2008 pra cá _ três só nesta década, sendo a última no ano que antecedeu o fim da parceria.

VEJAM VOCÊS que até mesmo a recuperação o institucional do Botafogo é possível ser vista através da participação na Libertadores.

O clube que registra uma Copa por década está indo para a sua segunda em três anos _ feito que nem a geração de Jairzinho, Paulo César Caju, Roberto Miranda e cia conseguiu.

MORAL DA HISTÓRIA

Ainnda assim, os cariocas estão atrás dos grandes representantes das outras praças: o São Paulo é o líder com 18 participações, seguido pelo Palmeiras com 17.

O melhor carioca é o Flamengo, que vem em quinto com 15 participações!

Fonte: Gilmar Ferreira

Comentarios

comentário

  • Leandro Freitas Carvalho

    Faltou analisar que antigamente representavam o país na libertadores, apenas, o campeão e o vice. Sendo incluindo o Campeão da copa do Brasil, nos anos 90. Depois passaram a ser 4 classificados pelo brasileirão, o famoso G4 e a partir de agora serão 6, o G6. Portanto, naturalmente, as chances dos times participarem da libertadores aumentaram.