Home Colunas Anderson Alves O calendário do Flamengo

O calendário do Flamengo

2681
14
SHARE

O calendário 2017 do Flamengo é mesmo muito intenso. Vai disputar cinco campeonatos: Carioca, Liga, Libertadores, Copa do Brasil e Brasileirão. São muitas competições, somada a elas o Mundial de clubes que, se tudo der certo, estaremos lá.

Vamos fazer alguns cálculos? O Campeonato Carioca pode ter de 11 a 17 datas, a Liga tem 3-5, Libertadores são 6-14, Copa do Brasil de 2-8 e Brasileirão 38. São 72 jogos mais os dois do Mundial. Claro, também podem ser menos até 22 jogos, mas o Flamengo tem se preparado para ser protagonista do futebol com boa infraestrutura e equipe. Para ter uma comparação, em 2016 foram 68 jogos.

Esta é a tal da hora de entrar o planejamento.  Em outra coluna, sugeri e ainda insisto que o clube deve utilizar os jogadores da base no campeonato carioca junto a alguns jogadores de pouca utilização no time principal. Com isso evitaríamos até 17 partidas no ano, o que reduziria a quantidade de jogos para 55, número completamente aceitável de partidas para um time grande no ano. Desta forma o ano teria quase que uma partida por semana, restando 11 semanas em que se jogaria duas partidas por semana. Para fazer outra comparação, o Barcelona na temporada 15/16 fez 59, 14/15 fez 71 por ter ido até a final na Champions.

Por que que isso é importante? Porque o Carioca, sobretudo, começa antes e se desenrola durante a fase de grupos da Libertadores, principal competição que vamos disputar em 2017. Isso incharia o nosso calendário do primeiro semestre em 10 partidas antes de começar a libertadores após uma final de primeiro turno. Depois, durante as duas primeiras partidas há partidas do carioca, continua quarta e domingo pelo carioca até iniciar de novo a libertadores e desembocar no brasileiro. É uma sequência absurda e nós temos que evitar isso.

Flamengo, deixa os moleques no carioca. Começa o ano na Liga que são poucos jogos em preparação para a libertadores. Depois foca na competição. Ela é a mais importante. Queremos ser campeões da América, o Rio de Janeiro já não nos comporta mais. Além disso, pode dividir a equipe para jogar o brasileiro e a libertadores. Serão poucos jogos em sequência. Contamos com você!

Anderson Alves, O otimista.

Comentarios

comentário

  • Ednei P. de Melo

    Acredito que os primeiros jogos – independente da competição – deverão ser jogados logo de cara pelo time “A”, com o objetivo de entrosar e dar ritmo para a equipe. Depois, com a chegada dos jogos de outras competições, é que deveremos escalar o time “B” para o Carioca… &;-D

    • Anderson

      É que o grande problema é só poder inscrever 25 jogadores.

      • Ednei P. de Melo

        Putz… esqueci deste detalhe! &;-D

    • Thiago

      Esse carioca tbm em .. so atrapalha em tudo.. 25 jogadores inscritos so é muito pouco….
      Mas pela primeira vez, tenho que concordar como Ednei, o flamengo tem que jogar os primeiros jogos até a estreia na libertadores com o time A, pra ir pegando entrosamento, ritmo de jogo, pois o primeiro jogo é crucial o flamengo ganhar. Ai depois que começar a libertadores, pode jogar o restante do carioca com o time reserva, assim o time não fica cansado e o MA não precisará comemorar eliminação.

      • Anderson

        Mas a primeira liga terá, ao menos, quatro jogos até o início da libertadores. Qualquer coisa, um amistoso resolve

    • André N Lessa

      Ednei,
      Escalar o time “A” nos primeiros jogos com um calor de mais de 40 graus na sombra para um grupo que acabou – ou ainda está fazendo – pré temporada é suicídio.
      Deixe o time A para algum amistoso e para a Liga. Deixem que os demais se estapeiem pelo carioquinha.
      Como disse o Anderson, que o carioquinha sirva de laboratório para pinçar algum jogador da base com potencial e dar rodagem para os demais.
      SRN

    • Carlos Campos

      Carioqueta – Meninos mais mescla de titulares. Fase IDEAL para testes com os garotos e separarmos os que se “tornaram homens”, mais prática em tempo real de novos estilos de jogar e variações táticas. Para mim Carioqueta perdeu o sentido de “Título”, se tornou “Torneio Apronto” para o que nos interessa da temporada 2017, HORA PARA ERRAR, testar e conferir acertos.

      Primeira Liga – Formação do Time que jogará a Liberta e “fechar” o elenco principal e afinar 2 ou 3 formações de 11 em campo e 2 ou 3 variações táticas de jogar a temporada.

      Liberta – Entrar com tudo “o mais certo possível” e disputar pra ganhar.

      Brasileirão… NÃO EXIJO, por que futebol não é ciência exata, mas não ESPERO menos que o título.

      Saudações
      Abraço!
      Mengão sempre!

  • André N Lessa

    Que o Flamengo tenha a sabedoria e calma de fazer uma pré temporada completa de forma que não tenha um declínio físico brusco na reta final das competições – ainda mais que esse ano a Libertadores vai durar bem mais.
    SRN

    • Anderson

      Exatamente. Isso aliado a jogar mais no Rio vai nos garantir fôlego no fim dá temporada

  • Haroldo

    concordo plenamente com a sugestão do colunista. observo apenas que a primeira liga podem ter mais do que 5 jogos, creio que poderiam ser até 7 (3-1-1-2)

    • Anderson

      São três jogos de grupos semifinal e final. Não?

      • Eduardo Tol

        não, isso foi ano passado, agora tem quartas de final tbm.
        ao todo vão ser 6 jogos esse ano, na primeira liga.

  • Carlos Campos

    Carioqueta – Meninos mais mescla de titulares. Fase IDEAL para testes com os garotos e separarmos os que se “tornaram homens”, mais prática em tempo real de novos estilos de jogar e variações táticas. Para mim Carioqueta perdeu o sentido de “Título”, se tornou “Torneio Apronto” para o que nos interessa da temporada 2017, HORA PARA ERRAR, testar e conferir acertos.

    Primeira Liga – Formação do Time que jogará a Liberta e “fechar” o elenco principal e afinar 2 ou 3 formações de 11 em campo e 2 ou 3 variações táticas de jogar a temporada.

    Liberta – Entrar com tudo “o mais certo possível” e disputar pra ganhar.

    Brasileirão… NÃO EXIJO, por que futebol não é ciência exata, mas não ESPERO menos que o título!

    Saudações
    Abraço!
    Mengão sempre!

  • Daniel Silva

    carioca = campeonato da FERJ e Globo, os que ganham mais…os clubes são apenas coadjuvante, por isso flamengo não aceita essa proposta