Página inicial Destaque Ferj vai convocar clubes para discutir uso do Maracanã

Ferj vai convocar clubes para discutir uso do Maracanã

850
14
COMPARTILHAR

Preocupado com a situação do Maracanã, que não tem quem possa administrá-lo, o presidente da Federação de Futebol do Rio, Rubens Lopes, vai se reunir com os clubes da Série A do futebol do Rio, no dia 17, às 15h, na sede da Ferj. A ideia é fazer com que todos se movimentem para evitar que fique ocioso um patrimônio cuja remodelação custou cerca de R$ 1,3 bilhão. O futuro de um dos palcos esportivos mais conhecidos do mundo se tornou uma interrogação tão grande quanto ele próprio.

O dirigente antecipou que ainda nesta segunda-feira à noite, ou possivelmente nesta terça-feira, irá expedir o ofício convocando os clubes para debater possíveis soluções para o Maracanã, já que o consórcio que o administrava quer devolvê-lo ao estado, e o governo estadual não o quer por falta de recursos para sua manutenção. Para Rubens Lopes, a Ferj está à disposição da empresa ou clube que vier operar os jogos.

Lopes acabou culpando eventos internacionais pela atual situação de abandono do estádio. O modelo seria o de partidas avulsas, como algumas realizadas antes e depois da Olimpíada e da Paralimpíada, nas quais os próprios clubes cuidaram da organização do evento, e não o consórcio que vinha administrando o local.

– O Maracanã não pode ficar mais fechado. Para o futebol carioca e para o povo do Rio, a Copa do Mundo (de 2014, cuja decisão teve lugar no complexo esportivo) foi a pior coisa que aconteceu. Deixou o estádio fechado por três anos (por causa das reformas), e depois só pode ser reaberto a um custo caríssimo. Vamos tentar fazer o Maracanã funcionar – ressaltou o presidente, por meio de sua assessoria de imprensa.

Precavido diante da crise, ele já havia anunciado que o primeiro clássico do Estadual, no dia 29, entre o bicampeão Vasco e o Fluminense será no Engenhão, e não no Maracanã. Embora o regulamento do campeonato estabeleça que os clássicos e as semifinais e finais sejam no Maracanã, há a ressalva de que, se necessário, esses jogos podem ser transferidos para o Engenhão.

Considerado a maior obra da engenharia do país e inaugurado em 1950, para a primeira Copa do Mundo no Brasil, o Maracanã já sofreu inúmeras reformas, algumas de grandes proporções. Agora, porém, depois de ter passado por sua maior reformulação e após ter sediado a final da Copa do Mundo de 2014 e as aberturas e os encerramentos da Olimpíada e Paralimpíada de 2016, o estádio Mário Filho jamais correu um risco tão grande de ser lançado ao esquecimento e de se tornar um elefante branco. Conhecido no mundo inteiro, o Maracanã, cujo complexo que inclui o ginásio do Maracanãzinho, o parque aquático Júlio de Lamare, e o estádio de atletismo Célio de Barros, é um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade e do país, junto com o Cristo Redentor e as praias cariocas.

Ano passado, antes de Olimpíada e Paralimpíada, houve apenas dois jogos no estádio: as finais do Estadual entre Vasco e Botafogo, com o troféu indo para o primeiro. Depois dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, foram sete partidas: quatro jogos com mando do Flamengo (contra Corinthians, Botafogo, Coritiba e Santos); dois do Fluminense (contra Vitória e Atlético-PR), todos pelo Brasileiro; e Vasco x Ceará, pela última rodada da Série B. Ainda em 2016, quando o estádio estava em obras para a Olimpíada, o público carioca assistiu pela primeira vez a uma final de Taça Guanabara fora do Rio. Foi na Arena da Amazonônia, em Manaus, onde o Vasco bateu o Fluminense. Também lá, o time de São Januário eliminou o Flamengo em uma das semifinais do Estadual.

Fonte: Globo Esporte

Comente pelo Facebook

  • danilo

    estão bom de vender o maracana para o flamengo

    • Gustavo Romulo

      Maracanã é patrimônio histórico, não pode ser vendido.

      • danilo

        tudo podi ser vendido . o que não podi é esse descaso com o estado . o estadio e o povo.

        2017-01-09 20:14 GMT-02:00 Disqus :

  • Ltom Macêdo

    Já sei, ele quer que a FERJ administre…

    Boninho o Roubinho!

  • YesIcanmyfriend Brasil

    Manda um foda-se para a Ferj !!! nem vai para reuniao destes lixo !!!

  • XX_Sergio

    “vai se reunir com os clubes da Série A do futebol do Rio…”… pq os times pequenos tem que participar de reunião sobre Maracanã???? Só jogam como visitantes….
    Está parecendo mais uma armadilha para o Flamengo.
    SRN

  • Marcello

    Pode ter certeza, esse crápula já está sabendo que o Maracanã ficará sob responsabilidade do Flamengo.

    • XX_Sergio

      Faz sentido…

  • João Vitor

    O Engraçado que o Estado do Rio de Janeiro tá com dinheiro sobrando, Para deixar o maracanã tanto tempo sem uso,

    Maracanã Gera empregos, diretos e indiretamente, é um ponto turístico da cidade do Rio de janeiro,
    A ferj também sabe que precisa do Maracanã aberto maior renda maior fatia para eles pegarem.

  • Tulio Mêne Melo

    O Maracanã vai cair na nossa mão.
    Tenho certeza.
    Temos que fazer as devidas alterações:
    1.Retirar as cadeiras atrás dos gols. Voltar a ter a geral…
    2. Modular, de maneira que possa fechar o acesso para o anel superior nos jogos menores. Para reduzir os custos de seguranças, luz e limpeza. Ficaria com capacidade para 35mil pessoas
    3. Nos jogos menores, que o anel superior estiver fechado, pode ser esticada uma enorme bandeira, estilo um grande mosaico.
    4. Poderíamos levar o museu do Flamengo para Lá, caso fosse dada a concessão pro Flamengo.
    5. Poderíamos mudar as cadeiras, para vermelho e pretas.
    6. Vender o nome para alguma multinacional. Valeria uma fortuna.

    Desse modo teríamos um Maracanã:
    1. com geral, aquela torcida que sabe torcer e fazer barulho.
    2. Com baixo custo em jogos menores
    3. Com varias receitas adicionais: camarotes, espaço vip, museu, loja botique Flamengo, e a venda do nome, aumento do sócio torcedor, possibilitando de vender carne com todos os ingressos da temporada.

    E isso tudo sem ter que gastar no mínimo 700milhoes para construir um estádio de 40mil pessoas. E para jogos do carioca contra times pequenos jogaríamos na ilha.
    Resumindo:
    1.Ilha para jogos pequenos 20mil pessoas
    2.Maracanã somente o anel inferior para jogos medianos 35mil pessoas
    3. Maracanã para jogos grandes, com os dois anéis
    70mil pessoas

    • Ricardo Junior

      Maracaña mesmo se tiver nas mãos do Flamengo como administrador, não pode ser retirado cadeiras, por ser patrimônio publico!

      • Tulio Mêne Melo

        Ricardo pode sim, o presidente ja deu inclusive declaração a esse respeito na esp. na semana passada

  • Ricardo Junior

    Espero que a FERJ decida apoiar o Flamengo nessa ocasião pelo menos!

  • Pilosgromiro

    A Copa do Mundo não foi a pior coisa que aconteceu. Vc, Roubinho, e esse antro de raposas velhas chamado FERJ é que foram e são a pior coisa pro futebol carioca. Toma vergonha nessa cara porca sua e para de mamar na jeba dos clubes feito uma prostituta, seu velho gatuno.