Página inicial Contratações Empresário de Cirino quer acerto com Inter, mas vê negócio complicado

Empresário de Cirino quer acerto com Inter, mas vê negócio complicado

469
5
COMPARTILHAR

Pablo Miranda, empresário do atacante Marcelo Cirino, pretende que seu cliente atue no Internacional em 2017. Segundo ele, jogar a Série B pelo clube gaúcho é prioridade para o jogador, que tem contrato até o fim do ano de empréstimo com o Flamengo mas não deve ficar por lá. Só que a negociação não está sendo nada fácil.

O principal problema é o número de envolvidos. Cirino tem direitos divididos entre Atlético-PR e o grupo de investidores Doyen Sports. Se o Flamengo optar por ficar com ele, precisará pagar tal empresa e comprar uma fatia dos direitos do atleta.
Pouco aproveitado, ele não pretende permanecer por lá e o interesse do Inter surge como boa alternativa.
“Vamos fazer o possível para viabilizar o negócio. A preferência é ficar no futebol brasileiro”, disse o agente à Rádio Bandeirantes. 
No Flamengo desde 2015, foram 93 jogos disputados e 23 gols marcados. O atacante jamais despontou pelo clube carioca e viveu os melhores momentos diante de adversários de menor expressão, principalmente nas duas últimas edições do Campeonato Carioca.
E, segundo seu procurador, não há preocupação com o fato do Internacional ter sido rebaixado para a segunda divisão.
“É o Inter, não é só uma Série B. Não se está pensando nisso, mas no clube, em ser campeão, em construir algo bom e tomara por um bom tempo. Não queremos só um ano, queremos algo de futuro”, disse. “Vamos fazer de tudo para viabilizar este negócio, mas é complicado porque são muitas partes”, completou.

Réver sob análise 

Mesmo que a direção do Internacional trate os assuntos separadamente, o zagueiro Réver pode ser argumento na negociação envolvendo Marcelo Cirino. Emprestado até o meio do ano ao Fla, o defensor pretende permanecer por lá, e o Colorado tem este trunfo para conseguir a liberação dos cariocas.
Contudo ainda precisa ‘amarrar’ as demais partes do negócio, que torna o processo mais longo. A expectativa do comando, empossado na noite de terça-feira, é que isso não se resolva tão rapidamente e possa avançar da apresentação do elenco, no dia 11.

Fonte: UOL

Comente pelo Facebook

  • Thalmus Domingos

    Nossa melhor chance de vendê-lo é emprestando para o Inter este ano. Ele jogará contra times de menor expressão, onde sempre se destaca. Ele provavelmente vai deitar contra os pequenos e a possibilidade de vedê-lo no final do ano será enorme. Resumindo, não teremos que pagar os 16 milhões em 2018, levaremos 20% na negociação e o melhor, não o teremos mais vestindo a camisa do Flamengo. É só fazer um empréstimo de 1 ano com o Inter em troca do Réver em definitivo. Fácil acerto.

    • rafa

      concordo

    • Josiel Aquino

      Problema é que o contrato dele acaba em janeiro do ano quem vem, fla tem q vender agora, pq se nao irá sair de graça e o fla terá que pagar 17 milhões, nem q venda por 6, pelo menos diminuir o prejuízo

  • Rodrigo – Depto. de TI

    Que vá para qualquer time, desde que suma do Mengão.

  • Gustavo

    Flamengo poderia mandar pro Inter e ainda pagar uma indenização por danos morais!