Página inicial Destaque ‘A Copa do Mundo foi a pior coisa que aconteceu para o...

‘A Copa do Mundo foi a pior coisa que aconteceu para o futebol carioca’, diz Rubens Lopes, da Ferj

2264
30
COMPARTILHAR

A bola do Campeonato Estadual começa a rolar na quarta-feira, por enquanto entre os clubes pequenos. Um problema, com gosto de derrota, já une torcedor e cartolas: a falta do Maracanã, em estado deplorável. O presidente da Federação de Futebol do Rio, Rubens Lopes, critica a situação do estádio e promete convocar os clubes para tentar viabilizá-lo em algum momento da competição.

O Rio tem estádios suficientes para a disputa do Estadual?

Teremos seis estádios na primeira fase. Nesse primeiro momento, vetei a utilização dos campos de Boavista, Bangu, Madureira e Volta Redonda. Vamos preservá-los para a fase principal, para que estejam em excelentes condições. É uma perda grande não podermos usar o estádio da Portuguesa, em obra. Seria um ótimo estádio até para os times grandes.

A dificuldade com estádios não será problema?

Não será problema até a página 3. Até a letra M (risos)… Aí vira problema. Vasco x Fluminense, marcado pra o dia 29 (já transferido para o Nílton Santos)… No Maracanã, nem com uma força-tarefa. Só se existisse uma ‘Jeannie é um gênio’ . Está deplorável. A gente não tem tempo para isso. Para o futebol carioca, a pior coisa que já aconteceu foi a Copa do Mundo. Tiraram o Maracanã do carioca por três anos. Depois, colocaram o estádio com um custo extremamente elevado. E agora estamos nessa situação de hoje: um estádio sem condição de uso.

Que prejuízo a falta do Maracanã traz para o Estadual?

Média de público e, consequentemente, arrecadação. O prejuízo é de bilheteria. De resto, não influencia em nada.

Qual é a sua expectativa em relação à média de público do Estadual?

Com o Maracanã, a expectativa é maior. Sem ele, será uma incógnita. Mas deve ser melhor do que a do ano passado, por um motivo simples: os clubes ganharam mais recursos em função de um bom contrato de televisão e investem mais na formação de suas equipes. Tanto que temos três treinadores de destaque nos times considerados pequenos: Joel Santana no Boavista, PC Gusmão no Madureira e René Simões no Macaé. Esse fator atrai. O torcedor quer espetáculo. Loco Abreu, no Bangu, é uma estrela… Se eu for jogar, ninguém vai querer ver.

Está otimista, apesar do estado do Maracanã?

Estou animado. Mas se houvesse Maracanã, eu não teria dúvida de que seria tudo muito bom. Houve outro problema… Essa ventania que estragou a cobertura do Giulite Coutinho, que seria usado pelo Fluminense. O Moacyrzão também está vetado por problemas na cobertura. E não sabemos se o estádio será uma prioridade no orçamento da prefeitura (de Macaé).

Algum jogo do Estadual pode ser disputado fora do Rio?

O regulamento prevê essa possibilidade, nas fases classificatórias. O ideal é que isso não aconteça. Eu acho péssimo. Mas, que argumento eu tenho? Ainda vou congregar todos os clubes. Vamos tentar fazer esse Maracanã funcionar. Teria que haver entendimento do poder público… Poderiam não cobrar a luz… O Maracanã não é unitário. É plural. No próximo arbitral, provavelmente no dia 16, vou lançar essa pauta.

O senhor acredita na união dos clubes? Quem sentaria à direita das cabines de rádio? Vasco ou Fluminense (risos)?

É mais fácil você me perguntar qual é o CPF do Caramuru… Eles vão ter que se entender (risos).

Considera atraente a fórmula atual, com seis clubes pequenos brigando por duas vagas na Taça Guanabara?

O Estadual fica mais competitivo, menos previsível.

Continua a se opor à Liga?

A Liga, desportivamente, não existe. É uma personalidade jurídica na qual seus confrades jogam amistosos entre si e distribuem medalhas e troféus. Não faz parte do calendário.

O Fluminense estreia na Liga no dia 24 e, cinco dias depois, no Estadual. Há um desgaste?

O Fluminense, na verdade, vai jogar um amistoso. Se quiser fazer um amistoso com o Qatar, que faça. Se quiser chamar esse amistoso de Copa do Rei, que chame. Há que se avaliar a Liga. O que não pode é ela ser um elemento para fins políticos e predatórios para competir com o Estadual.

Onde o senhor detecta o fator político?

A partir do momento em que foi dito “o Campeonato Estadual tem que acabar, vamos fazer a Liga”. A Copa do Nordeste convive com todos os campeonatos de forma harmônica. Aqui essas coisas são tentativas de revolução, de golpe.

Fluminense e Flamengo são golpistas (risos)?

Fluminense e Flamengo não estavam sozinhos nesse processo…

Sua relação com o Peter Siemsen, que deixou o Fluminense, e o Bandeira de Mello, que continua no Flamengo, melhorou? Ele estava processando o senhor…

Peter sempre teve bom trânsito aqui. De uma hora para outra, houve divergências. Com o Bandeira houve uma suposta confusão superestimada. Quebramos o retrovisor. Vamos olhar para a frente. Quanto ao processo, entramos em um acordo. Eu me desculpei pelos excessos que posso ter cometido.

Quanto custará o ingresso do Estadual?

A primeira fase vai variar de R$ 10 a R$ 40. A segunda, entre R$ 20 e R$ 120.

Alguma inovação em relação à arbitragem?

A comissão de arbitragem criou um grupo, o GGP, Grupo de Gerenciamento de Problemas. Após a rodada, havendo problemas em relação à decisão da arbitragem, esse grupo se reunirá para analisar tecnicamente e dar um parecer a todos sobre sua concllusão. O trio de arbitragem estará presente. Se for preciso, fará uma reciclagem.

Como o senhor avalia a situação do Rio de Janeiro? Não temos o Maracanã, o estado deve ao servidor, o ex-governador está preso… Por sinal, há na recepção do prédio uma placa de inauguração desta sede, com o nome do Sérgio Cabral.

O impacto é muito ruim. Não há como não sentir tristeza. Os réus ainda têm direito a defesa, por mais que se diga que existem provas. Quando acontece alguma coisa de ruim, só quem não tem sentimento não fica triste. As notícias e fotografias deprimem. Tem gente soltando fogos, mas a mim causa um sentimento muito ruim. Quanto à placa do Sérgio Cabral, não se apaga a história. Tiradentes morreu enforcado, todo mundo fala dele até hoje. A placa foi colocada para registrar um fato que aconteceu.

A crise estadual afeta a Federação?

Claro, porque afeta a economia. O torcedor tem seu salário sacrificado, o poder econômico é reduzido. Certamente, muita gente vai ser impedida de gastar com lazer, com futebol.

Marluci Martins

Fonte: Extracampo

Comente pelo Facebook

  • Bruno Fluzão

    Ficou gagá de vez,esse pau mandado vai dar outro titulo estadual pros anões do morro.

  • Junior_Capacete

    Foi não. A pior coisa foi eleger você.

  • Lucas Quaresma

    Kkkk esse cara é uma piada mano ! Inacreditável a forma em que ele fala que copa do mundo foi ruim para os clubes do rio mas, ele não cita o descaso que é feito a frente dos clubes Cariocas. Uma instituição que não é transparente, que rouba dos clubes 5% a mais do valor real e quer vim dizer que a copa do mundo foi prejudicial aos clubes do Rio sendo que. Federação é a primeira a querer prejudicar os club

  • Almir Ribeiro

    O maior mal para o futebol é você mesmo. Suas ideias retrógradas e nada claras (tudo na surdina), atravancam o futebol do RJ. E o Mafioso da colina idem. Claro que você se opões à liga, isso significa uma ameaça clara ás federações e a você. O que vai mudar o futebol brasileiro para melhor é acabar com as Federações, estaduais, e criar a Liga Nacional. Pronto. Fora isso nada resolve. teremos ainda que conviver com patifes como você que lesam os clubes e não querem mudanças. VERGONHA.

  • Lucas

    Então até o momento a globo não vai poder televisionar o jogo do Flamengo certo? Precisamos chegar na final em.

    • Almir Ribeiro

      Vai ser interessante…Flamengo na final e a Globo tendo que transmitir.. Vai ser o máximo.

      • Lucas Quaresma

        Vai ser perfeito Almir, final de Campeonato Carioca e geral ouvindo pelo Rádio e Globo perdendo audiência… A globo tem o poder de modificar tudo que a Ferj impõe os clubes a fazer, mas a mesma não se prontifica de melhorar nosso lindo campeonato!

      • Lucas

        Neh kkkk

      • Elias

        Os caras terão que agir muito nos bastidores para não deixar isso acontecer, como o Flamengo esta pouco se lixando para o Estadual é possível que isso não aconteça, mas que seria muito legal, seria.

  • Wagner Alves

    Olha o nível do entrevistado e da entrevistadora…

    A federação e o jornalismo carioca é que estão em estado deplorável.

    • Carlos Campos

      Também…

  • Marcello

    Peraí, o cara comparou Tiradentes e Sérgio Cabral? Foi isso mesmo?

    • Pedro

      Também acho que li isso, é praticamente uma blasfêmia com nosso grande lider, Tiradentes.

      • Carlos Campos

        Você não pegou a ironia do certo escrito com “s” SERTO que ele quis dizer ERRADO.
        Grande abraço!!!

    • Carlos Campos

      Marcello…
      Você não pegou a ironia do certo escrito com “s” SERTO que ele quis dizer ERRADO.
      Grande abraço!!!

  • Pedro

    Agora ele quer quebrar o retrovisor né? Quer olhar pra frente né, por quê sabe que o Flamengo pode chegar na final, sabe a vergonha que pode ser isso e sabe que se ele falar mais vamos pra final com Felipe vizeu, Cuellar e CIA pra jogar em pleno estádio de volta redonda, por quê Maracanã sem Flamengo e federação sem Flamengo não é nada.

  • alexandre brocchi

    A FERJ precisa acabar, se não, quem vai acabar é o futebol carioca.

  • Pedro

    Essa globo é um câncer. A globo querendo ou não tem o poder de desfazer todo esse embroglio que tem esse senhor Rubens como atravessador. A globo tem o poder de descobrir toda maracutaia e exploração em cima do Flamengo, veja aí oq aconteceu com os presídios, só foi morrer um monte de gente aí a globo andou investigando os esquemas de corrupção, pra mim o Flamengo tem que continuar batendo o pé até a globo ir pressionar esse rapaz e seus nobres e honrados agregados cruz maltinos.

  • Madruguinha

    Na visão deste maluco aí, o Cabral é bom e o Tiradentes é ruim. Tá serto.

    • Carlos Campos

      Muito boa Madruga…
      Ironia nota…. 10 no “serto” com “s” !!!

  • O que estraga o nosso futebol não é a Copa do Mundo e sim parasitas políticos feito esse verme aí que não larga o osso, e velhacarias ultrapassadas como Del Nero e Eurico. Todos eles associados com políticos da rapinagem profissional como Sérgio Cabral e sua gangue.

  • Cássio Santana

    Ele é tão escroto que fica triste pela prisão do Sérgio Cabral kkkkk eu fico triste pq ele deveria estar no msm lugar que o Cabral e ainda está atrasando a vida dos outros…

    • Haroldo

      exato

  • Ednei P. de Melo

    Se eu fosse o Flamengo, só jogaria o Carioca com o time de reservas e escalaria jogadores para pegar ritmo de jogo, além de fazer umas e outras experiências táticas. Ou até mesmo, mesclar reservas e sub-20. E nada mais… &;-D

  • Jonatha john john

    Não li a matéria, mais só pelo tema, eu vou ter que concordar com ele, além de ter inflacionado o estádio, o maraca tá largado pela concessionária e pelo governo!!

    • Beto Karioca

      Meu Deus, mais um inocente q cai na labia dos politicos espertinhos… acorda minha gente !

      • Jonatha john john

        Meu querido, acho que vc não entendeu minha colocação, não li a matéria e nem perco meu tempo com matérias relacionadas a esse senhor, mais estou comentando em relação ao título da matéria, o custo que o maracanã teve nessa reforma, inflacionou o estádio e os custos pra manter ele é alto, se não fosse essa reforma, que foi por causa da copa e tbm esses bandos de safada de políticos, que pensam sempre em super faturar as reformas pra desviar dinheiro público, hj estamos vendo alguns estádios com altos custos de manutenção, os gambas está se ferrando com o itaquerão, Brasília, maraca e outros. E outra, estou muito bem acordado, vivo na terra da politicagem e ladroagem!!

  • Jarbas Ruas

    Olha o que esse cara fala, compara o Cabral ao Tiradentes, rsrs, lamenta por que o campo da Ilha do Governador esta em obras e seria um excelente local pras “equipes” jogarem… olha… vou te falar… sinceramente, acho que ta mais que na hora de não so o time do Flamengo, ou melhor, o Clube de Regatas Flamengo, não só ele, como nosso torcida, da um basta nessa vergonha que é a Ferj comanda por esse bandidão ai, nós como torcida e como cidadãos devemos reivindicar mais nossos direitos, o país ta largado as moscas, as federações são retratos da nossa política, o Rubinho defende o Cabral por que são da mesma laia, farinha do mesmo saco… temos que nos impor diante de toda essa hipocrisia, senão… não vejo futuro promissor, nem no esporte, nem pro país como um todo… SRN!!!!

  • Lucas Monteiro

    A pior coisa que aconteceu para o futebol carioca foi a FERJ.

    • Beto Karioca

      Ja ia postar exatamente isso…. esses políticos pensam q somos idiotas !? Maracanã não eh e nunca foi elefante branco & Copa do Mundo não eh ruim p ninguém… tudo depende na mão de quem vai estar o controle, se for gente do bem, tudo prospera, caso contrario fica esse caos… esses gatunos nojentos, larguem o osso, FORA !