Coluna do Torcedor: “Ouso discordar”

Sem dúvidas ganhamos um técnico estudioso do futebol, mas ainda verde e inexperiente.

Zé teve o prazer através das suas convicções de conseguir achar o time que melhor se apresentou no ano, que é o formado por Everton na esquerda e Gabriel na direita.

Time que é o equilíbrio, entre o físico e o técnico, entre laterais que avançam muito e marcam mal e que precisam do apoio tanto de Gabriel como de Éverton.

Indo contra a torcida e com a ilusão de melhorar o time, passamos por Cirino, Fernandinho, Mancuello, Alan Patrick deixando um ou outro e as vezes os dois no banco, por vaias e insinuações de que um ou outro é melhor. As vezes início do segundo tempo sacrificava o Gabriel, por esses motivos.

Não falo do meio campo, pois Marcio Araújo, Arão e Diego, são titulares absolutos e nem da defesa com Pará, Réver, Vaz e Jorge. E ainda com Guerrero na frente.

E aí acho que o Zé encontrou o time ideal e depois por pressão ou por superestimar seu banco não manteve esse time.

Quem tem Pará e Jorge nas laterais, tem q ter Gabriel e Everton. Márcio Araújo é o único cabeça de área de fato, Cuéllar se queimou sozinho, Arão dá a primeira marcação e com  Gabriel e Everton sustentando as subidas de Pará e Jorge .

Mas esse ano fez muito bem a ele, vai crescer muito e principalmente virar um treinador com mais vontade de vencer e não apenas de ficar no bolo.

Primeiro precisa querer ganhar o jogo, para depois ter receio de perde-lo.

Décio Pereira


Faça como o Décio Pereira, envie também a sua coluna e veja seu texto publicado aqui neste espaço. Envie para torcedor@colunadoflamengo.com, que o avaliaremos e, se aprovado, será publicado na seção “Coluna do Torcedor”

17 Comentários
Carregando comentários...