Home Colunas Allan Garcia Conquistar grandes títulos esporádica ou anualmente?

Conquistar grandes títulos esporádica ou anualmente?

883
15
SHARE

Salve, salve imensa Nação Rubro Negra!

Hoje quero trazer a lembrança de todos vocês momentos tristes que tivemos no passado para que sirvam de orgulho para os dias atuais. Alguém consegue recordar quantas libertadores jogamos nos últimos 5 anos? Títulos de expressão, qual foi nosso último?

Para os leitores e apaixonados pela Mengão que tiveram dificuldade em responder a primeira pergunta eu ajudarei! Jogamos apenas “três” libertadores (2010, 2012 e 2014) nos últimos cinco anos, e coloco o número três entre aspas, pois nossa participação em 2014 foi simplesmente deprimente. Quanto ao último título de expressão tenho certeza que todos ainda recordam facilmente da Copa do Brasil de 2013, título que teve a contribuição pesada dos Deuses do Futebol, afirmo tal fato, por considerar improvável dois gols fundamentais na conquista de 2013. Cito Nação: o Gol do Carlos Eduardo contra o Cruzeiro no Mineirão após falha do ex vascaíno Dedé e o golaço do nosso cabeça de área Amaral da intermediária contra o Atlético Paranaense no primeiro jogo das finais.

Tivemos grandes dificuldades nos últimos cinco anos, construímos times de futebol deprimentes, acabamos por muitas vezes nos iludindo apenas com a conquista do fraco Campeonato Carioca e finalmente enfrentamos um primeiro semestre de 2016 de eliminações que prefiro não me aprofundar, pois eis chegado a redenção definitiva do futebol do maior clube do Mundo.

Finalmente o futebol conseguiu realizar um planejamento estratégico, dentro da realidade financeira do clube e de forma assertiva, possibilitando incorporamos ao grupo jogadores de elevado padrão e raro talento, que transformaram um elenco desacreditado da grande mídia em geral, em um dos cinco principais a brigar pelo título do Campeonato Brasileiro e grande favorito a conquista da Copa Sul Americana.

Torneio que poderá render aos cofres do Rubro Negro carioca US$ 3.925 milhões e a importante confirmação em cinco competições continentais e intercontinentais (Libertadores da América, Recopa Sul-Americana, Copa Suruga Banck , Torneio Sul-Americana 2017 e a Supercopa EuroAmericana (contra o vencedor da UEFA Europa League ). Já começo a me perguntar: será que a eliminação da Copa do Brasil para o fraco time do Fortaleza (Série C) foi mais uma excelente prova de competência do “Mestre dos Magos” e sua equipe financeira?

Montagem Bandeira 640 x 247

Finalizo essa matéria caros amigos e leitores, com a felicidade e o otimismo costumeiro que definitivamente iniciamos um processo vitalício para a construção de um grande elenco de futebol e principalmente as fortes projeções/previsões de sustentabilidade financeira que levarão certamente o Clube de Regatas Flamengo a conquista de todas as competições nacionais e sul-americanas .

Saudações Rubro Negra.

Allan Garcia.
O POLÊMICO

Comentarios

comentário

  • Sávio Eudes

    Faltou falar da libertadores de 2012 tbm amigo

    • Weber RC

      Matéria muito fraca.

      • Garcia Garcia

        A intenção foi dar ênfase nas possibilidades de ganho com a conquista da Sul-Americana tanto na parte financeira quanto na oportunidade de disputarmos competições internacionais em 2017.

        Weber, agradeço seu feedback e me esforçarei para entregar um conteúdo melhor na próxima matéria.

        SRN.

    • Garcia Garcia

      Sávio, você tem razão, irei acertar o conteúdo.

      SRN.

  • Nick Sousa

    Acho que temos que manter o que deu certo nos últimos títulos que conquistamos, Gabriel tem que jogar porque é o único que tava na copa do brasil em 2013 e Márcio Araújo porque fez o gol do título docarioca 2014. SRN E SQN kkk

    • Garcia Garcia

      Obrigado pelo seu comentário!

      Futebol é momento! Acredito que o ZR esteja escalando os “melhores” no momento atual.

      Cito como exemplo o questionado Pará que hoje não vejo um torcedor se quer brigando pelo retorno do Rodnei, até então titular absoluto do Mengão!

      Vamos que vamos, pois estamos no caminho certo.

      SRN

      • Nick Sousa

        Vaz, Jorge, vários jogadores que já foram questionados hoje são queridos, concordo plenamente, futebol é momento

  • Adriano Gomes

    Até o jogo contra o Figueirense eu achava que tínhamos bons reservas que na falta dos titulares manteria o nível mas agora fiquei na dúvida. Sem elenco bom na libertadores não vai longe.
    Espero que tenha sido apenas um jogo ruim.

    Acredito que estão criando condições pi Flamengo ser campeão de tudo o que disputar.

    • Garcia Garcia

      Certamente estamos começando a colher frutos de um trabalho bem realizado no passado.
      O elenco atual foi construído com a meta de se classificar para a Libertadores em 2017. Se conquistarmos a Sul-Americana e o Brasileiro 2016 será bônus.

      Ano que vem teremos um time muito mais forte e tenho quase certeza que muitos desses jogadores que não estão bem sairão do Clube para 2017.

      SRN.

  • marcondes Alves

    o flamengo tem que participar e entra pra ganhar em todas as competições, br, copa do brasil, libertadores, sulamericana, sabe o porque, porque somos gigantes, temos tudo para entra e ganhar, esse negocio de priorizar e pra time pequeno, pensem nisso.

    • Garcia Garcia

      Agora estamos indo nesse caminho!

      Estamos criando um novo caminho, caminho consistente que possibilitará tal realizações ano após anos e não 1 vez a cada quatro anos.

      SRN.

    • Ednei P. de Melo

      As grandes conquistas começam:
      1. Com humildade (sem “sapato alto”);
      2. Com respeito ao adversário.

  • Marcus Moreno

    Boa noite, Nação! Gostei de ver o otimismo do Allan. Entretanto, não sou tão otimista assim em relação a 2016. Embora o trabalho da atual diretoria já comece a apresentar bons resultados, ainda não atingiu o seu auge. Pode até ser que ganhemos o Campeonato Brasileiro ou que nos classifiquemos para a Libertadores. Entretanto, o meu otimismo cresce quando vislumbro que, já em 2017, teremos R$ 70 mi para investir no futebol, graças à drástica queda da dívida que, no final deste ano, já será de 1 X 1. Assim, do ano que vem em diante, podemos sonhar com voos mais altos, inclusive o de nos rivalizar com os grandes europeus a partir de 2020. Contudo, qualquer título que ganharmos nesse ano será benvindo. Não podemos nos esquecer de continuar cobrando a diretoria a “nossa casa”. Este será o principal fator para que sejamos, em breve, temidos por todos os adversários do mundo. SRN

    • Garcia Garcia

      Boa noite Marcus!

      Muito bom seu texto e concordo com tudo escrito por você acima. Inclusive fiz uma coluna a 15 dias atrás comentando sobre essa previsão.

      Estão deixando a gente sonhar !!! Tenho sentido que possa vir coisas boas ainda esse ano, mas caso não venha, certamente em 2017 será um ano de títulos.

      SRN.

  • Marcelo Miranda

    Com o Flamengo tem que ser igual São Tomé, apesar da boa campanha, como em 2013 sera incredutlo levar esse titulo, depois de apanhar do confiança, ser eliminado pelo fortaleza e apanhar feio do Figueirense. Menos vamos esperar pra ver se o Flamengo é isso tudo mesmo.