Home Colunas Coluna do FlaBasquete

Coluna do FlaBasquete

520
2
SHARE
'

Mais uma grande temporada se aproxima, e a montagem do elenco para 2016 segue a todo vapor.

Logo no inicio da temporada teremos o semiprofissional Campeonato Carioca, e o amistoso de pré-temporada da NBA. O Orlando Magic virá em turnê ao Brasil, e entrará em quadra contra o Flamengo na Arena da Barra.

Para manter o nível das últimas equipes montadas pelo rubro-negro, e que conquistaram o posto de maior time do basquete nacional, a diretoria tenta manter as peças que já fazem sucesso.

Como foi veiculado no GE, o Flamengo infelizmente ainda não conseguiu renovar o contrato de Nico Laprovittola para a próxima temporada. O que já faz ligar o sinal de alerta na nação-negra fã da bola laranja.

O armador argentino foi peça fundamental no titulo da ultima edição do NBB, o jogador que está defendendo a seleção argentina no Pan de Toronto, já da indícios que não permanecerá no Rio de Janeiro.

Dentre todas as posições, a dele é a de mais difícil substituição, além de escassez no mercado na posição 1, todo o talento do camisa 7 é de difícil reposição, é uma grande perda.

O indispensável Gegê, por mais que tenha evoluído consideravelmente, ainda não tem cacife para ser o armador titular desse time nas competições importantíssimas que teremos no decorrer da temporada.

Talvez Vitor Benite possa se adequar a função, e assumir de vez o posto de armador do time. Com a chegada de Humberto a posição 2 fica muito bem guarnecida, que ainda conta com o nosso ídolo veterano Marcelinho.

Ricardo Fischer do Bauru, contemporâneo do Gegê, seria uma grande contratação, a revelação da ultima edição do NBB encanta com suas jogadas, e organiza muito bem o campeão da Liga das Américas.

A renovação de Nico Laprovittola deveria ter total prioridade, ainda que fosse necessário abrir um pouquinho mais os cofres do clube. Muito dificilmente conseguiremos repor a altura sua saída.

É imprescindível que tenhamos o elenco renomado, só assim continuaremos no caminho das glórias, onde já somos referencia internacional, agigantando cada vez mais a historia do Basquete do Flamengo.

E pra você rubro-negro fã do orgulho da nação, o que você faria?

“Nas grandes batalhas da vida, o primeiro passo para a vitória é o desejo de vencer.” Mahatma Gandhi

Que os deuses do basquete estejam com o Flamengo!

Vinny Dunga
vinny.dunga@colunadoflamengo.com

Comentarios

comentário

  • GUSTAVO DUARTE

    A questão do Nico não parece ser salarial. Não acho que esteja faltando generosidade na oferta de renovação por parte do Flamengo. Desde que ele chegou ao Flamengo ele diz que o sonho dele é jogar na Europa, mais especificamente fala muito sobre a liga espanhola. Hoje, ele tem várias propostas do mercado europeu. Nesse momento ele está entre realizar o sonho de ir jogar na Europa, ainda que, ou em ligas medianas ou em times medianos, ou ficar mais um ano no Flamengo, tentar ganhar tudo de novo e ir na próxima temporada para ligas mais expressivas ou times mais de ponta. (ele sempre quis jogar especificamente na Espanha e a oferta que ele recebeu lá é do Bilbao, que está no pelotaão intermediário de forças na Espanha (nos últimos 3 anos terminou em 4o, 14o e 6o respectivamente na fase de classificação). Dizem que o destino mais provável é a Lituânia, uma boa liga, mas não entre as melhores ligas do mundo.

    A meu ver, Benite rende muito pior na posição 1 que na posição 2. Foram muitos anos dele saindo da posicão 1 por não render bem, indo pra 2, voltando pra 1, etc. O crescimento no rendimento dele veio justamente na posição 2. Não me parece uma boa fazer ele voltar a essa posição. Claro que, eventualmente, em uma necessidade ele até poderia cair por lá. Contudo, mesmo quando tivemos problemas com Nico e Gege, quem acabou armando o time foi mais o MArcelinho do que o Benite. Assim, acho que nem o Neto cogita muito fazer o Benite voltar para a posição 1.

    A chegada do Humberto pode ter micado, pois o Pinheiros diz que exerceu o direito preferencial de ofertar novo contrato ao jogador, segundo permite a Lei Pele. O Humbero vai ter que se entender com o Pinheiros, sem isso, o negócio será desfeito, Mas mesmo que ele venha, me parece que ele vem mais pra revezar com o Benite do que para pegar a titularidade da posição 2, e o Benite migrar para a 1.

    O Bauru tem tanta grana quanto o Flamengo, jamais deixaria o Fischer sair, ainda mais depois de o outro armador do time ter saído (Larry Taylor).

    Não sei se ele já acertou com algum time, mas quem estava no mercado era Rafa Luz. Esse poderia ser um bom substituto para o Nico. Além desse, não vejo nomes facilmente no mercado.

    JP Batista foi ótima contratação. Ele pode jogar na posição 4 ou 5. Vamos ver se Hermann se aposenta mesmo e quem vem pro seu lugar para o revezamento com o Olivinha.
    Se não vier ninguém JP Batista pode entrar nas rotações tanto de Meynsse como de Olivinha. Ainda que, aos 33 anos eu não sei se ele aguenta entrar nas duas rotações. Eu tinha lido que o Marcos Toledo estava sem time. Ele poderia ser uma boa contratação.

    De qualquer forma, concordo que, nesse momento, ou manter o Nico ou correr atrás de um armador de alto nível é a prioridade. Se conseguirmos um bom armador, o elenco já é competitivo para a liga das Américas (considerando que o Humberto vai conseguir acertar sua saída do Pinheiros).
    Depois, se der, tentar fechar com alguém para a rotação da poisção 4. Se cofirmar Nico (ou outro bom armador, tipo Rafa Luz), Humbero e alguém pra rotação da posição 4, aí creio que estaremos com um elenco tão ou ainda mais qualificado que no ano passado.

    SRN

  • Falks

    Fica Nico ! A Nação te Ama!