Página inicial Colunas “Recordar é Viver”: Juan

“Recordar é Viver”: Juan

460
10
COMPARTILHAR

Neste quadro, nós relembramos aos rubro negros, jogadores que passaram pelo Flamengo e conseguiram honrar o manto sagrado ou ao menos conseguiram ter uma boa passagem pelo Maior Clube do Brasil.

Vamos falar do ex lateral esquerdo, o “marrentinho” Juan.

O jogador foi revelado no São Paulo, passou pelo Arsenal- ING e chegou a realizar boas partidas pelo Fluminense em 2005, antes de chegar ao Flamengo em 2006 e marcar seu nome na história do clube.

Sem ter obtido nenhum papel de destaque em sua carreira, até chegar ao Flamengo, Juan estreou com o “pé esquerdo”, sim… fez o gol de empate contra a Portuguesa no Cariocão e aos poucos foi conquistando seu espaço. Assumiu de vez a titularidade nos momentos decisivos da Copa do Brasil 2006, marcando inclusive o gol da vitória no segundo jogo, nos dando o título em cima do nosso maior rival, Vasco da Gama.

A partir disso, Juan continuou se destacando pelo Flamengo e conquistou no ano seguinte o Cariocão 2007 e foi um dos destaques em sua posição no Campeonato Brasileiro 2007, contribuindo com muitos gols e assistências na arrancada do rebaixamento até a Libertadores com o papai Joel Santana. Mas, não parou por aí, “O Ano” de sua carreira foi em 2008. Ajudou mais uma vez na conquista do Cariocão 2008, sendo um dos melhores jogadores do time, permaneceu em boa fase e foi eleito o melhor lateral esquerdo do Campeonato Brasileiro 2008, foi coroado em 2008 com uma convocação para a Seleção Brasileira pela primeira e única vez na carreira, pelo técnico Dunga.

Em 2009, conquistou mais um Carioca, mas sua fase já não era das melhores, não fez um bom brasileiro e sofreu também com contusões, sendo substituído pelo Everton (atual meio campo do Flamengo) e que conseguiu improvisar bem em seu lugar. Infelizmente no ano que o clube foi Campeão Brasileiro, saindo de uma fila de 17 anos sem o título do maior campeonato nacional. Porém, passou batido pela torcida.

Em 2010 e seu último ano na Gávea, o jogador foi um dos mais criticados pela torcida e retornou em 2011 para o clube que o revelou, São Paulo, também sem destaque foi emprestado ao Santos e Vitória, sem conseguir jogar o seu melhor futebol dos tempos de Flamengo, atualmente o jogador tem 33 anos e está sem clube.

Por incrível que pareça, desde 2010, diversos jogadores tentaram assumir a lateral esquerda, mas ninguém conseguiu se destacar e conquistar a confiança da torcida.

O marrento lateral ficou marcado pela raça, velocidade, presença constante no ataque adversário, considerado até como um “falso atacante”, pois fez muitos gols e chegou até a Seleção Brasileira. Formou uma excelente parceria com Leonardo Moura, considerada a melhor dupla de laterais do Brasil.

Números:

234 jogos, 28 gols e 5 títulos pelo Flamengo.

 

Saudações Rubro Negras, Fellipe Mattos de Araújo.

fellipedeco@gmail.com / fellipe.mattos@colunadoflamengo.com

Comente pelo Facebook

  • Ney Castro

    O Flamengo está precisando de laterais que marquem bem e façam mais gols além dos cruzamentos rasteiros e aéreos!

  • Ney Castro

    O Flamengo está precisando de laterais que marquem bem e façam mais gols além dos cruzamentos rasteiros e aéreos!

  • Lorena Brito

    Por incrível que pareça mesmo, depois do Juan, que a torcida reclamava e bastante, não tivemos um lateral esquerdo que preste.

  • Lorena Brito

    Por incrível que pareça mesmo, depois do Juan, que a torcida reclamava e bastante, não tivemos um lateral esquerdo que preste.

  • Robert Araujo

    Esse cara jogou muito, honrou o manto. Lamentável que MUITOS flamenguistas (os que tem a memória curta) não reconheçam isso!

  • Robert Araujo

    Esse cara jogou muito, honrou o manto. Lamentável que MUITOS flamenguistas (os que tem a memória curta) não reconheçam isso!

  • Márcio Adriano

    A torcida do Flamengo aniquila os laterais que chegam ao clube comparando-os e exigindo performances como as dos mitos Leandro e o Junior.
    A torcida foi muito impaciente com o Egidio que após sair do clube se tornou o melhor lateral esquerdo do brasileirão por 2 anos consecutivos e hoje essa mesma torcida já elegeu os novos “vilões” das laterais; Pará e Anderson Pico.
    E o pior de tudo é que o Ayrton que foi contratado junto ao Palmeiras está com uma rejeição absurda junto a essa torcida impaciente que simplesmente cria birra com qualquer jogador por qualquer que seja o motivo.
    A torcida rubro negra precisar dar tempo aos jogadores para depois tecer qualquer tipo de critica e não criar rejeição com quem nem sequer estreou ainda.

  • Márcio Adriano

    A torcida do Flamengo aniquila os laterais que chegam ao clube comparando-os e exigindo performances como as dos mitos Leandro e o Junior.
    A torcida foi muito impaciente com o Egidio que após sair do clube se tornou o melhor lateral esquerdo do brasileirão por 2 anos consecutivos e hoje essa mesma torcida já elegeu os novos “vilões” das laterais; Pará e Anderson Pico.
    E o pior de tudo é que o Ayrton que foi contratado junto ao Palmeiras está com uma rejeição absurda junto a essa torcida impaciente que simplesmente cria birra com qualquer jogador por qualquer que seja o motivo.
    A torcida rubro negra precisar dar tempo aos jogadores para depois tecer qualquer tipo de critica e não criar rejeição com quem nem sequer estreou ainda.

  • Fernando Roelli

    Os melhores Laterais que vi no Flamengo com os meus 30 anos.
    Juan e Léo Moura.

  • Fernando Roelli

    Lembro de um jogo contra o Goias no Brasileiro que estava machucado e pediu para não sair, e no final fez o gol da vitória.